Momento Turismo

Comissários de voo contam suas histórias de amor mais inusitadas dentro do avião

Publicados

em


source
Use lencinhos desinfetantes assim que você entrar a bordo
Banco de imagens/Pixabay

Use lencinhos desinfetantes assim que você entrar a bordo





A profissão de comissário de voo proporciona ao profissionais muitas viagens ao redor do mundo e experiências em lugares diversos, inclusive, a possibilidade de se ter um “date” ou um love em alto voo. O iG Turismo, em comemoração ao Dia Nacional dos Comissários de Bordo, nesta segunda-feira (31), ouviu relatos e experiências de histórias de amor, fracassadas ou com sucesso, além das paqueras iniciadas em alto voo.

Estar em contato diariamente com, aproximadamente, duzentos ou trezentos passageiros por dia, é bem comum ouvir histórias surpreendentes dentro da cabine e receber cantadas daqueles passageiros mais corajosos. Algumas dessas oportunidades até parecem vantajosas, inclusive, muitos comissários dizem colecionar cartões pessoais entregues por passageiros.

Pedro*, comissário de voo há três anos, apesar de ser sempre discreto, reservado e profissional, conta que sempre nutriu curiosidade em se relacionar com um passageiro. “Certa vez eu estava na porta do avião, na hora do desembarque, para aquele último contato visual com os passageiros, me despedindo. De repente, de forma muito rápida, um passageiro passou, falou meu nome, que constava no crachá, deixou seu cartão comigo e saiu”, lembra.

Ele conta que não teve tempo de ver muito bem quem era e que ficou desconcertado com a situação. Embora, dias depois, resolveu procurar o cartão e o buscou nas redes sociais para ver quem era o pretendente passageiro. 

“Procurei e, para a minha surpresa, ele era bem interessante! Aquela situação e contexto me deixavam muito curioso e interessado em saber como aquilo se desenvolveria, afinal eu estava solteiro e queria desfrutar das possibilidades que apareceriam”.

O comissário decidiu ir além e o adicionou no Whatsapp pelo número que constava no cartão. “Dei oi e ele me reconheceu de imediato, lembrou do meu nome, inclusive. Fiquei bem entusiasmado. Autoestima bombando“. No entanto, logo na sequência da conversa, algo muito estranho ocorreu quando o seu “pretendente passageiro” lhe enviou um link do Youtube de uma propaganda de uma empresa que prometia grandes lucros com pouco investimento.

Leia Também:  Conheça a Jungle Cruise, atração que inspirou o novo filme da Disney

“Não precisei ir muito longe para descobrir que a empresa em questão era investigada por suspeita de ser um esquema de pirâmide financeira. Quando voltei para a conversa no Whatsapp, a pergunta: ‘você tem interesse em participar da nossa empresa?’ Naquele momento, meu mundo caiu, minha autoestima derreteu e eu não sabia onde enfiar a cara de vergonha.”

Não demorou muito para ele perceber que não era desta vez que alcançaria um romance em alto voo e que esta história, de um possível romance de avião, era apenas uma fantasia que estava em sua cabeça há dias. 

Você viu?

Flerte e mensagem no direct do Instagram com ator famoso

Letícia*, que trabalha há mais de 20 anos em uma empresa aérea brasileira, relembra que estava em um voo com um grupo de teatro que voava para se apresentar em diversas cidades. Uma das integrantes deste voo era a atriz global Cristiana Oliveira, conhecida por diversos papéis em novelas e filmes.

Além dela, havia um outro famoso, que acabou tendo um desconforto com a reclinação e o espaço entre a sua poltrona. Por conta disso, Cristiana solicitou ajuda a Leticia e a seus colegas para que eles pudessem ajudá-lo. É neste momento que ela começa a notar uns olhares do ator sem pausa para ela. “Ele ficava me olhando durante o voo todo”, comenta. 

Na saída, ele se despediu dela de forma muito galanteadora. “Me deu tchau me encarando muito”. No mesmo dia, ela, espantadamente, percebeu uma mensagem do ator no direct (mensagem particular) de seu Instagram pessoal em que dizia “oi, moça dos olhos lindos”.

Eles começaram a conversar e ela foi convidada para assistir uma peça do ator em Brasília. No entanto, ao procurá-lo no Facebook, Letícia percebeu que o ator era casado. “Quando fui procurá-lo no Face, a foto da capa dele era ele e a mulher no dia do casamento. Meu Deus, como assim?”, se questionou. A comissária comenta ainda que, apesar de ter sido novamente convidada pelo ator para a peça em Brasília, inventou uma desculpa e se recusou, não tendo mais contatos futuramente.

“Esbarrão” com Caio Castro

Outro comissário de bordo que tem história boa para contar é Marcos*. Ele trabalha no ramo há três anos e teve um “momento íntimo” com Caio Castro dentro do avião, em uma ponte aérea Rio de Janeiro e São Paulo, considerada a rota dos famosos nas viagens aéreas. Ele conta que, no final do embarque de um voo lotado, o ator foi um dos últimos a embarcar. 

Leia Também:  Viajantes mudam a rotina e compartilham vida a bordo de motorhome na web

“Era o sonho de consumo de muitas mulheres e homens também. Estava na passarela posicionado para embarcar”, comenta ele. No entanto, ao passar pelo corredor, Caio estava sem espaço para chegar até sua poltrona e Marcos também não tinha para onde ir, tendo em vista o espaço reduzido para se locomover nos avião. 

Neste momento, o comissário se posicionou de costas para que o ator pudesse ter um pouco mais de espaço para passar. “Me virei e senti ‘aquela encoxada’ inevitável”. Apesar de saber que o aconteceu foi sem escolha do ator, Marcos ficou animado. “Suspirei fundo e dei boas vindas a ele. Corri para a galley [cozinha do avião] para fofocar com os colegas e contar o que tinha acontecido. Não foi proposital, eu sei, mas melhorou meu dia”, se diverte. 

Marcos ainda diz que a viação proporciona esse tipo de aproximação com celebridades constantemente e que, em outra ocasião, também levou Grazi Massafera, atual namorada de Caio, em outro voo. 


Bilhete de jogador de futebol 

Janaína*, comissária de voo há 10 anos, relembra que durante um voo de Curitiba (PR) para São Paulo, um trajeto geralmente bastante turbulento e corrido, ela embarcou juntamente com a delegação do time São Paulo. Por ser são-paulina, ela ficou extremamente entusiasmada, olhando com a esperança de conseguir um autógrafo.

Em um dado momento do voo, a comissária começou a notar uma troca de olhares entre ela e o jogador profissional de futebol Lucas Moura, atualmente jogador do time Tottenham, da Inglaterra. “Por conta de uma turbulência no voo, eu tive que circular várias vezes pelo corredor e comecei a notar que toda vez que eu passava entre os passageiros, ele queria me falar alguma coisa, porém, eu não conseguia parar por conta da correria do trabalho”. 

No desembarque, a comissária conta que uma funcionária da empresa aérea apareceu perguntando “quem é Janaína?”, pois tinha um bilhete que precisava ser entregue a ela. No pequeno papel havia um telefone e um pequeno recado que dizia “me liga”. Na época a comissária, ela estava namorando, então não deu tanta importância. Tempos depois, seu então namorado foi embora para os Estados Unidos e ela ficou solteira por um tempo. Janaína procurou o bilhete do jogador, tentou contato, mas o número já não era mais o mesmo.

*Os nomes dos comissários foram alterados para preservar as fontes, bem como seus acordos profissionais.

Fonte: IG Turismo

Propaganda

Momento Turismo

Destino dos famosos: Os parques de diversão em Orlando

Publicados

em


source
Larissa Manoela, Sabrina Sato e Dani Calabresa já visitaram Orlando
Reprodução

Larissa Manoela, Sabrina Sato e Dani Calabresa já visitaram Orlando

Considerado um dos  destinos mais procurados pelos brasileiros , a cidade de Orlando, na Flórida, na costa leste dos Estados Unidos, conquistou turistas do Brasil inteiro pela magia dos parques temáticos, pelo clima agradável e, claro, pelas compras sem imposto, a preços baixos e com qualidade. O destino não chama a atenção só de turistas comuns, como é queridinho de celebridades como Larissa Manoela, Sabrina Sato e Dani Calabresa. 

A região de Orlando é tão querida por famosos que só Larissa Manoela tem três casas na região. Dani Calabresa por sua vez, é apaixonada pelo parque Magic Kingdom, da Disney e até foi pedida em casamento pelo publicitário Richard Neuman em uma das visitas ao parque. 

Atualmente, a entrada nos Estados Unidos para turistas é restrita para quem tem visto vigente e teste PCR negativo para Covid-19. Se pensa em visitar Orlando futuramente, cada época tem seu charme. No verão, as temperaturas são bem altas e é alta temporada, no inverno, as temperaturas são mais amenas, como as do Brasil e também é alta temporada, por conta do Natal e Ano Novo. 

Agora, se quer algo mais tranquilo, visite Orlando na primavera ou outono, que as temperaturas são amenas e a chance de chuvas ou tufões são menores. Como os parques mudam de decoração, nessas épocas há festas de flores na primavera e o Halloween no outono. O ano inteiro é repleto de festas temáticas. 

Leia Também:  Viajantes mudam a rotina e compartilham vida a bordo de motorhome na web

Como chegar em Orlando?

Parque Universal
Divulgação

Parque Universal

Com aeroporto internacional próprio, é possível ir direto para o destino. Saindo de São Paulo, o preço médio atualmente é de R$ 1970, com voo pela United Airlines, já que outras companhias aéreas estão com voos restritos para os Estados Unidos e podem ser mais caros, como pela Latam, que está saindo a R$ 4260. 

Você viu?

Onde se hospedar em Orlando?

É possível se hospedar na região dos parques
Divugação

É possível se hospedar na região dos parques

Se o objetivo é visitar os parques, que tal se hospedar nos resorts temáticos? Assim o turista gasta menos com transporte e tem uma experiência Disney muito maior, a maioria tem pacotes com café da manhã e até ingressos para os parques. Atualmente, os hotéis “moderados” da Disney têm diária média de R$ 1.442, em alta temporada, e R$ 1056, na baixa. 

Agora, se quer luxo na Disney, na alta há diária que variam entre R$ 2,5 mil e R$ 3,6 mil, dependendo do hotel escolhido. Para economizar, o ideal é procurar hotéis na região de Orlando, cujos preços são menores e saem na média diária de R$ 345. Se o objetivo é se divertir nos parques, o turista precisará comprar os ingressos para os parques e alugar carros para passear. 

O que fazer em Orlando?

Jungle Cruise, que virou filme, é atração do Magic Kingdom'
Divulgação/Disney

Jungle Cruise, que virou filme, é atração do Magic Kingdom’

Como o destino é conhecido pelos parques, os mais conhecidos são os ‘da Disney’, como o Epcot, Magic Kingdom e Animal Kingdom. O Epcot é uma cidade utópica planejada por Walt Disney, dividido em duas áreas: Future World e World Showcase. É nesse parque que há o pavilhão internacional, com 11 países representados em lojas e restaurantes e também a ‘bola do Epcot’, a Spaceship Earth, atração que mostra avanços da humanidade. 

Leia Também:  Cruzeiro que faz a volta ao mundo esgota reservas em duas horas e meia

O Magic Kingdom, parque mais famoso do complexo da Disney, é o que traz a magia das princesas para a vida real. Com mais de 40 atrações, o parque tem o famoso castelo da Cinderela. Além das montanhas-russas famosas, atrações que viraram filmes, como Piratas do Caribe e Jungle Cruise  e passeios para conhecer princesas e personagens da Disney. 

Para conhecer animais e atrações radicais, o Animal Kingdom reúne montanha-russas radicais, o parque tem áreas com animais, safáris e o parque de Pandora, do mundo de Avatar. A atração virou a mais famosa do local porque os visitantes entram no ambiente de Pandora por completo.

Já para os amantes da saga Harry Potter, dos seriados “Simpsons” e “Friends”, o parque da Universal oferece atrações que fazem uma imersão total pelo universo de filmes e séries. É possível visitar o Beco Diagonal, Springfield e o Central Perk. Como é de outro estúdio, é preciso procurar ingressos a parte dos da Disney. 

Para os que adoram ciência, um pouco mais afastado do centro de Orlando e dos parques está o Kennedy Space Center, da Nasa. O museu interativo está no complexo da Nasa, onde foram lançados os principais projetos espaciais da história. É possível conhecer naves, cápsulas e tudo da história espacial norte-americana. 

Se quer visitar lojas e fazer aquela compra rentável, procure pela Church Street e pelas lojas Saks Fifth Avenue e os Outlets de Orlando, com direito a marcas famosas como Adidas, Nike, GAP e até Prada. As lojas mais recomendadas para brasileiros que amam comprar são Ross e Marshalls, com roupas a preço de custo. 

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA