Momento Turismo

Conheça os códigos secretos que as tripulações de aviões usam

Publicados

em


source

Os aviões são considerados os meios mais seguros de viagem, mas ainda assim existem muitos riscos envolvidos em voos. Por isso, a tripulação tem uma lista de códigos que a os passageiros não consigam entender e o site Express.co divulgou parte dessa lista.


tripulação
Unplash/Blake Guidry

Da próxima vez que estiver em um avião e ouvir o termo “pax” saiba que estão falando sobre algum passageiro e pode ser você


Como aviões são locais fechados e pequenos, conversas entre os funcionários costumam ser ouvidas por outras pessoas. Comissários de bordo, então, criaram um tipo de linguagem própria, com alguns códigos, que usam para avisar ao outro quando algo está acontecendo ou pode acontecer.

O termo “bolsas de ar” é utilizado para dizer que o voo provavelmente passará por turbulências.

Outro termo usado, que os passageiros estão passando a entender recentemente é o “Code Bravo” que se refere a um alerta de segurança geral em aeroportos ou voos. Geralmente algum tripulante dirá o termo bem alto e isso quer dizer que todos devem ficar parados por uns instantes. Assim, fica mais fácil de localizar e identificar a causa da ameaça ou problema.

Leia Também:  Única vinícola do Rio de Janeiro produz cinco rótulos e está recebe visitantes

Agora, um termo menos comum e divulgado é o “the sin bin”, que é usado na cabine de pilotagem. Um piloto diz isso para o outro para falar sobre uma área na pista em que o avião espera para poder decolar. Isso geralmente ocorre se o voo está atrasado ou se a pista está muito movimentada.

“Pax” é o termo que a tripulação usa para dizer “passageiros”. É uma abreviação simples, mas comos os funcionários a utilizam muito, é mais prático para eles. Também facilita para que os comissários possam falar de um passageiro em específico sem que ele note.

Fonte: IG Turismo

Propaganda

Momento Turismo

Pesquisa aponta que a maioria dos brasileiros acha essencial viagem sustentável

Publicados

em


source
Viagem sustentável
Pixabay

96% dos brasileiros acreditam que as viagens sustentáveis são essenciais


Centenas de pessoas de 30 nacionalidades diferentes foram questionadas sobre a importância de fazer viagens sustentáveis e 96% delas acreditam que esse seja um fator muito importante na escolha do destino. Esse número coloca o Brasil na terceirta posição entre os viajantes que mais dão importância à questão, empatando com os mexicanos e colombianos e atrás apenas dos quenianos (98%) e dos vietnamitas (97%).

O Relatório de Viagens Sustentáveis 2021, divulgado pela Booking.com aponta ainda que, durante as férias dos últimos 12 meses, 49% dos viajantes brasileiros tomaram a decisão de desligar o ar-condicionado ou aquecedor da acomodação quando não estavam presentes, e 54% decidiram levar a sua própria garrafa d’água reutilizável durante a viagem ao invés de comprar garrafas descartáveis. 

Além disso, 64% dos viajantes brasileiros disseram que se sentem incomodados quando estão em alguma acomodação que os impede de ser sustentáveis, quando, por exemplo, não oferecem coleta de lixo reciclável. Paralelo a isso, 96% dos brasileiros dizem que desejam se hospedar em uma acomodação sustentável no próximo ano, um aumento considerável em relação a 2016 (80%), quando a empresa produziu pela primeira vez uma pesquisa voltada para as viagens sustentáveis. 

Para Marianne Gybels, diretora de sustentabilidade da Booking.com, “é muito inspirador ver como a conscientização sobre a importância das viagens sustentáveis cresceu de forma consistente”. Ela acrescenta ainda que mudanças pequenas, como deixar de usar plástico descartáveis ou usar lâmpadas LED podem parecer insignificantes isoladamente, mas “quando essas ações são multiplicadas por milhões de viajantes e propriedades em todo mundo, todos os pequenos passos começam a se somar e têm um potencial positivo de grande impacto”. 

Com relação à conscientização no que diz respeito à sustentabilidade, de acordo com a pesquisa, 82% dos parceiros de acomodações da empresa no mundo todo veem a sustentabilidade no setor de hospedaria como uma coisa importante. Porém, mesmo que 3 em cada 4 parceiros tenham dito que implementaram práticas sustentáveis em suas propriedades, apenas 31% deles comunicaram esses esforços ativamente para hóspedes em potencial, e muitos (59%) o fazem apenas no momento do check-in. 

Leia Também:  Pesquisa aponta que a maioria dos brasileiros acha essencial viagem sustentável

Em 2020, antes da pandemia, o número de brasileiros interessados em acomodações sustentáveis era de 94%. Contudo, ao analisar os 34% que disseram não ter se hospedado em uma acomodação sustentável no ano passado, 24% disseram que não sabiam que existia essa opção e mais da metade (51%) alegaram que não encontraram instalações nessa linha quando estavam viajando. De maneira geral, 47% dos brasileiros dizem que ainda não existem opções suficientes para viagens sustentáveis em 2021.

Você viu?

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA