Momento Turismo

Museus e parques são reabertos em diferentes locais do Brasil

Publicados

em


source
Instituto Inhotim é um dos museus que reabrem no Brasil; veja lista
Eduardo Eckenfels

Instituto Inhotim é um dos museus que reabrem no Brasil; veja lista


Os protocolos de isolamento social estão sendo flexibilizados em todo Brasil. Com isso, os museus e  parques de todo país estão reabrindo seguindo medidas de segurança sanitária. Os espaços devem adotar redução de capacidade de visitantes e redobrar a atenção ao distanciamento social, além de reforçar os protocolos de higiene.

Alguns dos parques e museus que estão reabrindo são o Instituto Inhotim , Museu do Futebol, AquaRio, Tivoli Park, Lol Surprise, o Zooparque Itatiba e o Tivoli Park. Veja como cada um desses espaços está se preparando para voltar a permitir visitas.


Instituto Inhotim

Localizado em Brumadinho, em Minas Gerais, o museu a céu aberto deve ficar aberto entre sexta e domingo. A limitação de visitantes será de 500 por dia, seguindo protocolos de medição de temperatura, pedais de acionamento de bebedouros e displays com álcool em gel espalhados por todos os ambientes. Além disso, é obrigatório o uso de máscara durante todo o passeio.

Leia Também:  Conheça a Jungle Cruise, atração que inspirou o novo filme da Disney

AquaRio

O maior aquário marinho da América Latina, localizado no Rio de Janeiro, funcionará de segunda a sexta, das 9h às 17h, e fins de semana e feriados, das 9h às 18h. Além de ter protocolos de medição de temperatura, capacidade reduzida e uso obrigatório de máscaras, o AquaRio fez um circuito sinalizado para aglomerações. Totens de álcool em gel estão espalhados pelo aquário.

Zooparque de Itatiba

O zoológico, localizado em São Paulo, é o maior zoo particular do Brasil e conta com diversas ações voltadas para a educação ambiental e conscientização de visitantes para a preservação do meio ambiente. O Parque volta a abrir todos os dias das 9h às 15h para entrar, e sair às 17h. O zoológico deve funcionar apenas com 25% de sua capacidade e exige que os visitantes mantenham distanciamento de 1,5 metro e usem máscara. Os bebedouros são liberados apenas para encher garrafas de água e o consumo de alimentos está proibido.

Tivoli Park

O parque de diversões no Rio de Janeiro volta a funcionar de quinta a segunda, das 16h às 21h. O uso de máscara é obrigatório por parte de visitantes e funcionários e o local terá capacidade reduzida. O Tivoli Park ainda conta com sistema de medição de temperatura e álcool em gel em diversas áreas. A cada uso, todos os brinquedos são higienizados e são sanitizados semanalmente, obedecendo às regras da Prefeitura do Rio de Janeiro, da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros.

Leia Também:  Cruzeiro que faz a volta ao mundo esgota reservas em duas horas e meia

Museu do Futebol

O museu localizado, localizado dentro do Estádio Municipal do Pacaembu , em São Paulo, reabre as portas de terça a domingo, das 11h às 18h. O local seguirá protocolos como a disponibilização de totens de álcool em gel, marcações para facilitar o distanciamento social de visitantes e medição de temperatura. Além disso, o museu vai desligar os bebedouros e adaptar recursos interativos.

L.O.L Surprise World

Essa opção é ideal para as crianças! O L.O.L Surprise World, em São Paulo, no Shopping Eldorado, e no Rio de Janeiro, no Barra Shopping, une o mundo fashion ao musical e a sua atração especial é o karaokê! O evento segue protocolos de segurança como o uso de máscara obrigatório, totens de álcool em gel, distanciamento social e redução da capacidade. Por isso, somente um responsável poderá acompanhar cada criança.

Fonte: IG Turismo

Propaganda

Momento Turismo

Destino dos famosos: Os parques de diversão em Orlando

Publicados

em


source
Larissa Manoela, Sabrina Sato e Dani Calabresa já visitaram Orlando
Reprodução

Larissa Manoela, Sabrina Sato e Dani Calabresa já visitaram Orlando

Considerado um dos  destinos mais procurados pelos brasileiros , a cidade de Orlando, na Flórida, na costa leste dos Estados Unidos, conquistou turistas do Brasil inteiro pela magia dos parques temáticos, pelo clima agradável e, claro, pelas compras sem imposto, a preços baixos e com qualidade. O destino não chama a atenção só de turistas comuns, como é queridinho de celebridades como Larissa Manoela, Sabrina Sato e Dani Calabresa. 

A região de Orlando é tão querida por famosos que só Larissa Manoela tem três casas na região. Dani Calabresa por sua vez, é apaixonada pelo parque Magic Kingdom, da Disney e até foi pedida em casamento pelo publicitário Richard Neuman em uma das visitas ao parque. 

Atualmente, a entrada nos Estados Unidos para turistas é restrita para quem tem visto vigente e teste PCR negativo para Covid-19. Se pensa em visitar Orlando futuramente, cada época tem seu charme. No verão, as temperaturas são bem altas e é alta temporada, no inverno, as temperaturas são mais amenas, como as do Brasil e também é alta temporada, por conta do Natal e Ano Novo. 

Agora, se quer algo mais tranquilo, visite Orlando na primavera ou outono, que as temperaturas são amenas e a chance de chuvas ou tufões são menores. Como os parques mudam de decoração, nessas épocas há festas de flores na primavera e o Halloween no outono. O ano inteiro é repleto de festas temáticas. 

Leia Também:  Turistas vacinados com AstraZeneca da Fiocruz são aceitos na França

Como chegar em Orlando?

Parque Universal
Divulgação

Parque Universal

Com aeroporto internacional próprio, é possível ir direto para o destino. Saindo de São Paulo, o preço médio atualmente é de R$ 1970, com voo pela United Airlines, já que outras companhias aéreas estão com voos restritos para os Estados Unidos e podem ser mais caros, como pela Latam, que está saindo a R$ 4260. 

Você viu?

Onde se hospedar em Orlando?

É possível se hospedar na região dos parques
Divugação

É possível se hospedar na região dos parques

Se o objetivo é visitar os parques, que tal se hospedar nos resorts temáticos? Assim o turista gasta menos com transporte e tem uma experiência Disney muito maior, a maioria tem pacotes com café da manhã e até ingressos para os parques. Atualmente, os hotéis “moderados” da Disney têm diária média de R$ 1.442, em alta temporada, e R$ 1056, na baixa. 

Agora, se quer luxo na Disney, na alta há diária que variam entre R$ 2,5 mil e R$ 3,6 mil, dependendo do hotel escolhido. Para economizar, o ideal é procurar hotéis na região de Orlando, cujos preços são menores e saem na média diária de R$ 345. Se o objetivo é se divertir nos parques, o turista precisará comprar os ingressos para os parques e alugar carros para passear. 

O que fazer em Orlando?

Jungle Cruise, que virou filme, é atração do Magic Kingdom'
Divulgação/Disney

Jungle Cruise, que virou filme, é atração do Magic Kingdom’

Como o destino é conhecido pelos parques, os mais conhecidos são os ‘da Disney’, como o Epcot, Magic Kingdom e Animal Kingdom. O Epcot é uma cidade utópica planejada por Walt Disney, dividido em duas áreas: Future World e World Showcase. É nesse parque que há o pavilhão internacional, com 11 países representados em lojas e restaurantes e também a ‘bola do Epcot’, a Spaceship Earth, atração que mostra avanços da humanidade. 

Leia Também:  Do luxo à ruína: hotéis luxuosos que foram completamente abandonados

O Magic Kingdom, parque mais famoso do complexo da Disney, é o que traz a magia das princesas para a vida real. Com mais de 40 atrações, o parque tem o famoso castelo da Cinderela. Além das montanhas-russas famosas, atrações que viraram filmes, como Piratas do Caribe e Jungle Cruise  e passeios para conhecer princesas e personagens da Disney. 

Para conhecer animais e atrações radicais, o Animal Kingdom reúne montanha-russas radicais, o parque tem áreas com animais, safáris e o parque de Pandora, do mundo de Avatar. A atração virou a mais famosa do local porque os visitantes entram no ambiente de Pandora por completo.

Já para os amantes da saga Harry Potter, dos seriados “Simpsons” e “Friends”, o parque da Universal oferece atrações que fazem uma imersão total pelo universo de filmes e séries. É possível visitar o Beco Diagonal, Springfield e o Central Perk. Como é de outro estúdio, é preciso procurar ingressos a parte dos da Disney. 

Para os que adoram ciência, um pouco mais afastado do centro de Orlando e dos parques está o Kennedy Space Center, da Nasa. O museu interativo está no complexo da Nasa, onde foram lançados os principais projetos espaciais da história. É possível conhecer naves, cápsulas e tudo da história espacial norte-americana. 

Se quer visitar lojas e fazer aquela compra rentável, procure pela Church Street e pelas lojas Saks Fifth Avenue e os Outlets de Orlando, com direito a marcas famosas como Adidas, Nike, GAP e até Prada. As lojas mais recomendadas para brasileiros que amam comprar são Ross e Marshalls, com roupas a preço de custo. 

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA