Momento Turismo

Reabertura: parque do Hopi Hari voltou a receber o público no sábado (27)

Publicados

em


source
hopi hari
Flickr/Armazém da Notícia

Seguindo protocolos sanitários para contenção da Covid-19, o parque do Hopi Hari, em Vinhedo (SP), reabriu

O Hopi Hari finalmente reabriu suas fronteiras ao público no último sábado (26), depois de passar meses fechado. Oferecendo um modelo de diversão segura, com base em protocolos anti Covid-19, o  parque abre aos finais de semana, das 10h às 17h, operando com 40% da sua capacidade de público. 

A maioria das atrações já funciona. As exceções são Simulakron, Cinemotion, La Mina del Joe Sacramento e Katakumb. 
Os shows Klapi-Klapi – Dino, um dinossauro de verdade, Ha-habitaris Show – Theatro de Kaminda e Saloon Show – O Forasteiro estão suspensos, por conta dos protocolos sanitários. La Tour Eiffel está parada por estar em manutenção.

A famosa hora do terror do Hopi Hari, a Horror Drive Tour, por sua vez, continua sendo realizado aos sábados e domingos, das 18h às 21h30, até 1º de novembro. 

Receber o público, após tanto tempo, gerou grande expectativa aos gestores do Hopi Hari.

“Estamos sentindo uma onda de alegria, esperança e fé com este novo começo. Sabemos que ainda não acabou, que devemos seguir com todos os protocolos de saúde, afinal, não podemos permitir que esta situação de pandemia continue, e isso também depende de nós”, disse o presidente do Hopi Hari, Alexandre Rodrigues.

Leia Também:  4 praias no Rio de Janeiro para relaxar sem aglomeração

“Teremos um recomeço difícil e diferente sim, mas somos resilientes. Nossos colaboradores não mediram esforços ao longo desta jornada e sei que continuarão fazendo o que for necessário para garantir a segurança e o lazer de nossos visitantes”.

Veja as medidas de prevenção e combate ao coronavírus do Hopi Hari

Para acessar o parque, os visitantes precisam aceitar e seguir os protocolos sanitários anti Covid-19, disponíveis para consulta no  site. Para o público, é exigido o uso de máscaras, aferição de temperatura e o respeito ao distanciamento social, além do uso de álcool em gel, disponibilizado pelo próprio parque, ao entrar e sair das atrações e ao realizar qualquer tipo de transação nas lanchonetes, nos restaurantes e nas lojas.

Entre as medidas implementadas, estão o controle de acesso do público, com sinalizações para distanciamento entre as pessoas e organização dos assentos nas atrações, além da diminuição da quantidade de pessoas em cada ciclo dos brinquedos. Também será realizada a sanitização das regiões de contato direto dos visitantes, como assentos, apoios de mão e travas, o que se estende também aos demais ambientes abertos no local. As fotos com os personagens do Parque estão suspensas. Todas as orientações ao público estarão disponíveis em diversos pontos e serão divulgadas constantemente via áudio.

Leia Também:  5 hotéis próximos da natureza para aproveitar no feriado

Compra de ingressos

Para aqueles que têm passaportes válidos em mãos e que se enquadram nas ações promocionais que o  Hopi Hari  realizou nos últimos seis meses será possível visitar normalmente o parque, basta apresentar o voucher de compra diretamente nas catracas. Já os profissionais da área da saúde – convidados em abril deste ano, como forma de agradecimento pelos serviços frente a Covid-19, e que se cadastraram – poderão retirar e utilizar a cortesia até 27 de dezembro deste ano.

A comprovação do cadastro será feita via apresentação de documento de identidade nas bilheterias. Vale lembrar que, para garantir a capacidade de operação em 30%, a equipe do Parque monitorará o acesso do público e tomará ações necessárias para manter o fluxo de pessoas dentro da capacidade permitida.

A famosa Horror Drive Tour segue acontecendo aos finais de semana

A primeira atração oferecida pelo  Hopi Hari  desde a suspensão de suas atividades, em março, funcionamento alterado. Inspirado na Hora do Horror, o maior evento de horror da América Latina, o Horror Drive Tour, que começou este mês, acontece aos sábados e domingos, das 18h às 21h30. 

Fonte: IG Turismo

Propaganda

Momento Turismo

4 praias no Rio de Janeiro para relaxar sem aglomeração

Publicados

em


source

Apesar da pandemia, o  Rio de Janeiro continua lindo.  Se você pretende viajar pra lá em breve, o ideal é escolher praias mais vazias e reservadas para matar a saudade do mar. Gustavo Mariotto, porta-voz da ViajaNet indica quais as praias ideais para quem pretende visitar o Rio de Janeiro em breve.

praia
Freepik/reprodução

Apesar de não parecer, o Rio de Janeiro tem praias vazias perfeitas para você que foge da aglomeração

Sem esquecer da segurança na hora de viajar , anote as melhores praias do Rio de Janeiro e aproveite seu passeio sem medo de ser feliz! 


1 – Praia do Perigoso

praia do perigoso
Flickr/Rique Vianna

A praia do perigoso é na região de Grumari e bem vazia

Conhecida como uma das praias intocadas do Rio de Janeiro (por conta da trilha de uma hora para chegar até ela), a Praia do Perigoso é distante da área urbana da cidade. “Ela se destaca pela natureza intocada, por ser uma praia selvagem, com boa área e orla para práticas de esportes, permitindo a realização de trilhas e rapel”. A praia está localizada na Zona Oeste da capital, na Barra de Guaratiba, a 60 km do centro da capital fluminense.

Leia Também:  5 hotéis próximos da natureza para aproveitar no feriado

2 – Praia do Sossego

praia
Flickr/Luiz Flavio

A Praia do Sossego já vende o relaxamento pelo nome

Localizada em Niterói, o nome já diz tudo: sossego. Além de vazia, ela é tranquila e fica entre as praias de Piratininga e Camboinhas. “Para chegar ao destino é preciso passar por uma trilha de terra. A Praia do Sossego apresenta areia fina, ondas com águas limpas e meio esverdeadas”, diz Mariotto.

3 – Praia do Grumari

praia
Flickr/Ruy Barbosa Pinto

A praia de Grumari é perfeita para um dia de praia relaxante

Localizada em uma reserva ambiental, a praia tem cerca de 2,5 quilômetros de extensão. “Considero uma das praias mais bonitas do país. Com vegetação de restinga, ambiente rochoso e morros. Praia tranquila, com infraestrutura básica para atender os banhistas e visitantes, e também é muito vista por pessoas que praticam o surf”, diz o especialista.

4 – Prainha

prainha
Flickr/Rodrigo Martins

A prainha é um local pequeno e reservado dentro da cidade do Rio

Na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, este paraíso fica em uma área de preservação ambiental, com Mata Atlântica, águas límpidas e também esverdeadas. “Praia um pouco distante, onde o melhor acesso é de transporte privado, apresenta apenas 150 metros de faixa de areia, mas é um destino lindo para aproveitar a natureza, renovar as energias, e dar um bom mergulho”, diz.

Leia Também:  4 praias no Rio de Janeiro para relaxar sem aglomeração
Fonte: IG Turismo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA