Carros e Motos

Na estrada com o BMW IX xDrive50i. Veja as primeiras impressões

Publicados

em

source
BMW IX: SUV elétrico estreia uma série de novos equipamentos que parecem ter vindo da ficção científica
Guilherme Menezes/iG Carros

BMW IX: SUV elétrico estreia uma série de novos equipamentos que parecem ter vindo da ficção científica

Não é à toa que os SUVs dominam o mercado e, além disso, os carros elétricos já são uma realidade maior do que nunca. De acordo com a Anfavea, os elétricos chegaram a 1.291 emplacamentos no primeiro trimestre de 2022.

Em uma semana, a primeira leva do BMW iX (R$ 650.950), que é SUV e elétrico, já havia se esgotado na fase de pré-venda. Entretanto, agora que o carro já está efetivamente disponível ao público, pudemos testá-lo. Na ocasião, fomos da capital paulista até Riviera de São Lourenço, litoral paulista, em um trajeto de 230 km (ida e volta).

O novo BMW é concebido a partir de uma plataforma feita especificamente para carros elétricos , com estrutura que prioriza o aumento de rigidez e redução de peso. O SUV elétrico mescla o uso de alumínio e fibra de carbono em sua fabricação. Enquanto isso, o design se destaca pelo coeficiente aerodinâmico (cx 0,25).

Tudo isso foi responsável por muito silêncio, conforto e estabilidade na cabine. É tão sutil na estrada que, se você perder a atenção no velocímetro, é fácil de ultrapassar os limites da velocidade sem nem se dar conta.

Leia Também:  Cresce serviço de compartilhamento de veículos em São Paulo

O conjunto de baterias do BMW iX fica posicionado no assoalho. Conta com 111,5 kWh na versão xDrive50. Com base no ciclo WLTP, entrega autonomia de 630 km . Isso faz o modelo se posicionar entre os carros elétricos com a maior autonomia do mercado brasileiro.

Quanto a este assunto, é interessante que chegamos no destino final ainda com a autonomia na casa dos 500 km. Isso porque, ao descer a serra, o SUV não parou de regenerar a energia.

Equipado com dois motores, um no eixo dianteiro e um no eixo traseiro, o BMW iX tem tração integral xDrive de série. Os motores elétricos entregam 523 cv e 78 kgfm. Com isso, acelera como esportivo. Até 100 km/h, arranca em 4,6 segundos. E a velocidade final é limitada em 200 km/h, para que as baterias não trabalhem com tanta sobrecarga.

O sistema de tração nas quatro rodas do BMW iX tem controle eletrônico e transmite exatamente a quantidade certa de torque para as rodas dianteiras e traseiras, de acordo com a necessidade.

Forçamos um pouco o SUV de quase 5 metros de comprimento e 2 m de largura nas curvas. Apesar de transmitir a sensação de peso ao volante, permanece sempre bem equilibrado.

No interior do carro, vemos uma das disposições que mais se aproximam de um modelo conceitual. O console é minimalista , mas traz acabamento e materiais de primeira linha. Entre eles, cristais para o comando dos bancos e para o controle da multimídia. Outro grande barato está na função de massagem para o banco do motorista.

BMW iX vem com interior minimalista  e uma longa tela que ocupa quase toda a extensão do painel
Divulgação

BMW iX vem com interior minimalista e uma longa tela que ocupa quase toda a extensão do painel

Leia Também:  Testamos o hidratante específico Hidrata Couro da Finisher

Os enormes clusters (painel de 12,3” e central multimídia de 14,9”) são integrados e flutuantes, O enorme teto solar , que vai até os bancos traseiros, conta com uma função que, ao toque de um botão, muda o vidro do estado translúcido para opaco, com seu filtro UV.

Além disso, conta com ar-condicionado digital de 4 zonas, sistema de som premium com 30 alto-falantes e 1.615W, assistente Pessoal Inteligente BMW, reconhecimento de voz, sistema Shy Tech para controlar as funções do sistema multimídia por comandos de voz, gestos, tato ou mesmo pelos botões.

O BMW iX vem equipado ainda com o sistema Driving Assistant Professional, que engloba o controle de cruzeiro adaptativo, frenagem de emergência, alerta de tráfego cruzado, assistente de permanência em faixa e um conjunto de cinco câmeras, cinco sensores de radar e 12 sensores ultrassônicos ​​para monitorar os arredores do veículo.

Com boa autonomia e desempenho de tirar o fôlego, o BMW iX se mostrou um dos mais bem acertados SUVs elétricos que apareceram até agora. Pena que o preço é para poucos. Vamos ver como alguns rivais se comportam no dia a dia, entre os quais, o Mercedes-Benz EQC . O Volvo XC40 P8 AWD (R$ 394.162) nos transmitiu uma boa impressão. 

FICHA TÉCNICA BMW IX50

Preço: R$ 794.950

Motores: dois elétricos, assíncronos, 272 cv, 35,9 kgfm (diant.) 340 cv, 40,8 kgfm (tras.)

Baterias: íons de lítio, 105,2 kWh (líquidos); 0-100% a 11 kWh, 11h

Câmbio: automático 1 m., tração 4×4

Direção: elétrica

Suspensão: duplo A (diant.) múltiplos braços (tras.)

Freios: disco ventilado nas quatro rodas

Pneus: 235/60 R20

Dimensões: compr., 495,3 cm; larg., 196,7 cm; alt., 169,5 cm; entre-eixos, 300 cm; peso, 2.585 kg; porta-malas, 500 l; autonomia, 630 km

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Testamos o hidratante específico Hidrata Couro da Finisher

Publicados

em


Comercializado por um preço médio de R$ 20, o Hidrata Couro da Finisher hidrata o couro, revelando a cor original
Divulgação

Comercializado por um preço médio de R$ 20, o Hidrata Couro da Finisher hidrata o couro, revelando a cor original

Nem sempre os produtos para hidratar bancos de couro, courvin ou partes plásticas de acabamento dão conta do recado: alguns podem deixar lambuzados podendo manchar roupas, outros dão mais trabalho na hora da aplicação.

Mas um que me chamou a atenção é o da Finisher. Vendido em bisnaga de 150 gramas, seu aspecto é denso em forma de creme e essa consistência garante que não escorra pela esponja aplicadora, que não vem com o produto.

Sua ação desenvolvedora de maciez e flexibilidade hidrata o couro, seja ele sintético ou natural, sem deixar aquele aspecto lambuzado , o que é de vital importância para impedir o surgimento de manchas na roupa, principalmente se estas forem claras.

Leia Também:  Nova geração do Kia Sportage já aparece no site da marca no Brasil

Para certificar de sua eficiência, aplicados o Hidrata Couro da Finisher em dois carros com bancos de couro de tonalidades diferentes: preto e cinza. É válido lembrar que é preciso fazer uma limpeza do material que deve estar completamente livre de sujeira e seco.

banco
Divulgação

Hidrata couro deve ser usado pelo menos uma vez a cada seis meses para funcionar com eficiência

Com a ajuda de uma esponja ou mesmo uma flanela , espalhamos cerca de 30 gramas aproximadamente do produto no aplicador em uma pequena área e esperamos alguns minutos para que a cura do composto polímero pudesse agir. Feito isso, demos o acabamento com uma flanela seca e limpa de microfibra.

O acabamento tanto no revestimento de cor preta quanto o cinza é notório, e deixa bem próximo ao original, com pouco brilho e protegido contra a ação do sol que pode até trincar o couro , em alguns casos.

Por isso, nesses casos, recomendo fazer pelo menos, uma aplicação a cada seis meses em todas as forrações de couro, incluindo o da porta e, principalmente em painéis, caso seja forrado com este material.

Leia Também:  Hyundai antecipa imagens do HB20 da linha 2023 antes da estreia

Uma dica para os bancos em couro com acabamento enrugado é aplicar o hidratante em um pincel para poder alcançar os cantinhos mais apertados, lembrando que essa regra vale também para as demais áreas de difícil acesso.

Comercializado por um preço médio de R$ 20 , o Hidrata Couro da Finisher hidrata o couro, revelando a cor original, elevando a maciez e evitando rachaduras no material, tal como as promessas na embalagem citam.

Hidrata Couro da Finisher

Valor médio: R$ 20

Mais informações: www.finisher.com.br


Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI