Carros e Motos

VW Kombi alemã com esteira de tanque de guerra é ressuscitada

Publicados

em

source


A Kombi  'Half-track Fox' é um projeto criado pelo ex-mecânico da VW, o austríaco Lutz Kretzner
Reprodução

A Kombi ‘Half-track Fox’ é um projeto criado pelo ex-mecânico da VW, o austríaco Lutz Kretzner

Que a Kombi é um veículo versátil isso ninguém dúvida, mas para na visão do mecânico austríaco da VW Lutz Kretzner, isso poderia ir além e foi assim que ele converteu o ‘ Microbus Type 2′  em um veículo com esteiras de quatro eixos, com capacidade off-road.

Apelidado de ‘Half-track Fox’ , ou traduzindo como “raposa de meia pista”, devido a lentidão do veículo comparado ao animal raposa, ele fez dois exemplares em 1968, mas apenas um deles sobreviveu e foi recentemente restaurado pela Volkswagen Classic Vehicles.

O Tipo 2 (Transported, Kombi, or Microbus, dependendo do mercado) de Kretzner possuia muitas habilidades, mas para ele teria de ser um veículo com capacidades off-road que pudessem levá-lo para qualquer tipo de chão, seja terra, areia e, principalmente, neve.

Leia Também:  Protótipo elétrico do Polestar 5 é mostrado com dois motores

Considerado um ávido esquiador, Lutz Kretzner queria um veículo capaz de escalar os Alpes em todas as condições climáticas. Ele não conseguiu encontrar nenhum, então decidiu fazer um para uso próprio.

Dessa maneira, o mecânico da Volkswagen passou quatro anos projetando e construindo esta Kombi alpinista com uma ‘Bulli’ de 1962 (este é o nome carinhoso que os alemães deram à Kombi ) e colocou mais dois eixos nele.

Os dois eixos dianteiros são dirigidos, com duas rodas duplas de 14 polegadas em cada um deles. Na parte de trás, os dois eixos foram equipados com rodas de 13 polegadas que acionam trilhos de tanque de seu próprio projeto.

Todas as rodas foram equipadas com freios e um diferencial de deslizamento limitado que garantiu uma propulsão para frente distribuída uniformemente, independentemente do terreno.

Na motorização , a unidade era a padrão boxer, de quatro cilindros, refrigerada a ar, de 1.2 litro , com apenas 34 cv. Com uma velocidade máxima de 35 km/h , era um pouco mais lento que uma raposa, então Kretzner o chamou de ‘raposa de meia pista’.

Kombi  Half track Fox foi chamado assim pelo autor do projeto por ser tão
Reprodução

Kombi Half track Fox foi chamado assim pelo autor do projeto por ser tão “veloz” quanto uma raposa

Leia Também:  Peugeot 2008 ganha versão Style, entre outros detalhes, na linha 2023

Um dos dois exemplares foi comprado pelo Museu da Porsche em Gmünd no início dos anos 90. Mais tarde, foi adquirido pela Bullikartei e.V. , uma sociedade de fãs de Bulli de primeira geração. Eles tentaram restaurá-lo em 2005, mas ao projeto não foi para a frente.

A saída veio da Volkswagen Classic Vehicles (VWCV) , empresa especializada em restauração de veículos clássicos da marca alemã, que entrou em cena para começar o projeto que daria início em 2018.

Com um trabalho bastante extenso e minucioso, o ‘Half-track Fox’ foi trazido para uma condição melhor do que quando era novo. Em vez de uma simples repintura, a empresa removeu toda a tinta velha e aplicou um revestimento de imersão catódico.

O processo, cuja técnica usada para controlar a corrosão da superfície metálica serviu de proteção para só depois recever a pintura laranja fosca do projeto original e com isso manter a proteção contra ferrugem, mas sem deixar de lado a fidelidade da obra de Lutz Kretzner.

Por fim, a mecânica também foi trazida de volta à condição de nova, e o interior recebeu uma novo revestimento. O trabalho foi concluído em fevereiro de 2022, e o ‘Half-track Fox’ hoje está pronto para novos desafios e explorar terrenos.

Fonte: IG CARROS

Propaganda

Carros e Motos

Saiba tudo sobre o carro elétrico que Gil do Vigor deu para sua irmã

Publicados

em

source


Caoa Chery iCar tem autonomia estimada em 282 km. de acordo com dados da marca chinesa
Divulgação

Caoa Chery iCar tem autonomia estimada em 282 km. de acordo com dados da marca chinesa

A Caoa Chery  lança seu primeiro subcompacto elétrico no Brasil, o iCar com motorização 100% elétrica da marca. Importado da China, onde é vendido há cinco anos, está em sua quarta geração, já teve mais de 200 mil unidades vendidas. Logo que o carro chegou ao Brasil, o ex-BBB Gil do Vigor resolveu presentear a irmã com o modelo .

Gil do Vigor resolveu caprichar no presente para sua irmã. Nesta sexta-feira (24), Juliana ganhou um carro elétrico branco
Reprodução

Gil do Vigor resolveu caprichar no presente para sua irmã. Nesta sexta-feira (24), Juliana ganhou um carro elétrico branco


Para garantir leveza, a Caoa incorporou ao hatch elétrico alguns compoentes de alumínio de aviação com polímeros de alta resistência. A empresa explica que isso garante economia na produção, resistência às diversas condições climáticas e 20% a 30% mais leve em relação às carrocerias em aço.

Leia Também:  Saiba tudo sobre o carro elétrico que Gil do Vigor deu para sua irmã

Antes de chegar, o iCar teve a suspensão reforçada, além de adaptações no motor. Sua bateria tem com capacidade total de 30,8 kWh, com sete estágios de regeneração de energia, e o motor com potência de 45 kW (61 cv) e torque de 15,3 kgfm . A autonomia é de 282 km.

Segundo a fabricante chinesa , a bateria pode ser carregada em apenas 36 minutos em estações de carga rápida (eletropostos), em pelo menos cinco horas em sistema de carregamento portátil e em onze horas com cabo emergencial em tomada de três pinos.

Equipado com kit de reparo de pneus, o Caoa Chery iCar traz ainda cabo portátil de carregamento de emergência – 220V / 20ª , além de monitor de pressão e temperatura dos pneus, câmera traseira e sensor de estacionamento, controle de estabilidade e freio eletrônico AutoHold, entre outros itens.

Na parte interna, o iCar traz painel de Instrumentos é em LCD, digital e colorido e a multimídia de 10,25” e tela colorida sensível ao toque. Os bancos dianteiros possuem regulagem elétrica, volante multifuncional, além de duas entradas USB e carregamento de celular wireless.

De acordo com a Caoa Chery , o iCar será comercializado no mercado brasileiro em versão única por R$139.990 . Trata-se do modelo elétrico mais em conta disponível no Brasil hoje em dia. Custa menos que o Renault Kwid e-Tech (R$ 142.990).

O Caoa Chery iCar é menor que um  Fiat Mobi  ou  Renault Kwid  (3,68 m ante 3,20 m do Caoa Chery). Apesar de pequeno, o modelo traz o visual do eQ1 chinês, mas com algumas diferenças, como as luzes de neblina em formato redondo, ao invés do vertical do modelo chinês.

O elétrico da Caoa Chery também traz a configuração 2+2, com os assentos traseiros sendo bem pequenos, mas conta com teto panorâmico, assistente de partida em rampa e de descida.

Além disso, o  iCar  ainda traz controle de ar-condicionado no volante, 7 configurações de regeneração de baterias, suspensão independente, freios a disco nas quatro rodas. O porta-malas é de apenas 100 litros, mas pode ser expandido para 380, caso os bancos traseiros sejam rebatidos, entre outros itens.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI