Momento +

Troca de comando em Sinop é marcada por continuidade do trabalho ostensivo na região

Publicados

em

O coronel Wesney de Castro Sodré assumiu o 3º Comando Regional de Polícia Militar, em Sinop MT, na noite de sexta-feira (04.10). Ele substitui o coronel Valter Luiz Razera, que irá para a reserva remunerada.

A solenidade de troca de comando foi realziada no Centro de Eventos Governador Dante de Oliveira e contou com a presença do comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis.

Para o coronel Assis, o novo comandante assume o cargo pelo seu potencial. “Tenho certeza que o trabalho realizado pelo coronel Razera será ainda melhor desempenhado pelo coronel Sodré”. O 3º Comando Regional abrange oito municípios: Sorriso, Vera, Cláudia, Feliz Natal, Santa Carmem, União do Sul, Nova Ubiratã e Ipiranga do Norte.

O coronel Sodré destacou que vem para somar junto com a tropa e que o trabalho ostensivo e repressivo no combate a criminalidade será uma de suas bandeiras. “Será mais um desafio em  minha vida profissional e pessoal. Peço ajuda de cada morador da região para que possa honrar essa grande responsabilidade. Nosso lema será ‘trabalho e muito trabalho’”.

Leia Também:  Detran-MT oferece atendimento em sete unidades na Região Metropolitana; saiba onde ficam

Já coronel Razera, em seu último discurso, se disse emocionado e que não tem dúvida que deixa o comando do CR em boas mãos. “Vou para a reserva remunerada com a sensação de dever cumprido. Foram 30 anos de dedicação na PM em várias frentes de trabalho. Por muitas vezes deixei minha família de lado pela profissão. Saio com a certeza que dei o meu melhor. Agora vou aproveitar para descansar e curtir a minha família”.

Durante a solenidade houve desfile da tropa ao som da banda da Polícia Militar, homenagens e elogios ao comandante substituído. Participaram do evento a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, o deputado estadual Dilmar Dal Bosco, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Alessandro Borges Ferreira, representantes do Judiciário, Ministério Público, da polícia Judiciária Civil, Rodoviária Federal, Polícia Federal, vereadores e sociedade civil organizada.

Propaganda

Momento +

De mau gosto: Rapaz de 21 anos simula assalto a amigos PM está no local e dispara contra o jovem que é atingido; Corregedoria vai apurar

Publicados

em

Um rapaz de 21 anos levou um tiro no maxilar(foto) no começo da noite de quarta-feira (24), após usar uma arma de brinquedo para assustar os amigos, em um comércio na avenida Ulisses Pompeu de Campos, em Várzea Grande. Um policial que estava no local flagrou a cena, acreditou que se tratava de um roubo, reagiu e atirou contra o rapaz.

De acordo com as informações divulgadas pela Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam), o caso foi registrado por volta das 19h30 em uma oficina mecânica.

Testemunha contou que um homem chegou no local portando um arma de fogo e que tentou enquadrar um dos funcionários. Mas, um cliente que estava fazendo manutenção no veículo particular, na verdade era um policial, que teria se identificado e pediu para o homem soltar a arma.

Testemunhas contaram que o policial chegou a gritar “Polícia, largue a arma!”, mas o rapaz não soltou. Consta no boletim de ocorrência que o jovem “continuou se aproximando, inclusive ciclando a pistola que estava em suas mãos”.

Leia Também:  Defesa Civil de Sorriso MT tem reunião marcada para 02 de março em Brasília com a Defesa Civil Nacional para articular ações sociais

Diante do risco, o policial disparou um tiro contra o então suspeito, que caiu ferido no local. Arma falsa Enquanto a ocorrência estava em andamento, Guarda Municipal ouviu o tiro e compareceu no lugar para dar apoio.

Já com a vítima no chão, policiais constataram que se tratava de um simulacro de arma de fogo. Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e o rapaz encaminhado para uma unidade médica com um ferimento na região do maxilar.

O estado dele é grave, mas estável. A PM informou que ele não corre risco de morte. A Corregedoria da PM foi informada do caso, bem como os comandantes da Rotam e a Polícia Civil.

Um irmão da vítima esteve na ocorrência e contou que o rapaz encontrou o simulacro na rua, na parte da manhã. Ele tinha dito para o irmão se desfazer do objeto, o que não ocorreu.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria e GD)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA