Momento +

Assembleia Legislativa de Mato Grosso e a Associação dos Produtores de Soja e Milho firmam parceria para distribuição de cestas básicas a famílias carentes

Publicados

em

 

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso e a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) oficializaram, nesta segunda-feira (13), a assinatura de um termo de fomento para distribuição de cestas básicas a famílias de baixa renda do estado. A meta é arrecadar 100 mil cestas básicas que serão distribuídas nos 141 municípios mato-grossenses.

O primeiro-secretário da ALMT, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), agradeceu à Aprosoja pela parceria e destacou a relevância da medida para minimizar as dificuldades enfrentadas pela população carente do estado, potencializadas durante a pandemia da Covid-19. “Essa parceria é muito importante para ajudarmos quem precisa e esperamos que continue por muito tempo”, declarou, durante solenidade de assinatura do documento.

A Aprosoja fará a arrecadação de cestas básicas junto aos produtores rurais associados, por meio do Programa Agrosolidário e a cada cesta angariada, a Assembleia Legislativa doará outra. A distribuição das cestas ficará sob responsabilidade da instituição e, conforme a deputada estadual Janaina Riva (MDB), será feita de forma técnica.

Leia Também:  Governo entrega 104 títulos de regularização fundiária no aniversário de Diamantino

“Não haverá condução política na distribuição das cestas básicas. É um trabalho realmente para ajudar a combater a fome no estado, capitaneado pela ALMT, com a parceria da Aprosoja e de todos os produtores mato-grossenses. Serão beneficiadas pessoas que já estão cadastradas em programas sociais. Instituições filantrópicas e igrejas que quiserem fazer solicitações, deverão procurar a Aprosoja, que avaliará cada situação”, disse a parlamentar, que ocupa a segunda-secretaria da Casa de Leis.

Fernando Cadore, presidente da Aprosoja, destacou o compromisso da entidade com a população do estado e a colocou à disposição da Assembleia Legislativa para futuras parcerias. “O Agrosolidário [programa] existe há mais de dez anos e agora estamos junto com a Assembleia com o intuito de distribuir cestas básicas. Sabemos que esse é um pequeno passo para ajudar as pessoas que tanto precisam e a Aprosoja é parceira do estado para ajudar quem precisa”, declarou.

Ações da ALMT durante a pandemia

Na ocasião, o deputado Eduardo Botelho lembrou que esta é mais uma das diversas ações realizadas pela Assembleia Legislativa com o intuito de minimizar as consequências geradas pela pandemia do novo coronavírus em todo o estado.

Leia Também:  Mais investimentos em água: Kalil acompanha instalação de novas bombas e adutora de água

Entre as principais, o parlamentar citou a instalação de postos de vacinação contra a covid-19 em Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis e Tangará da Serra; a doação de 100 cilindros de oxigênio à Secretaria Estadual de Saúde, feita pela concessionária de energia Energisa, atendendo à solicitação do Observatório Socioeconômico da Assembleia Legislativa; e a aprovação do projeto que estabelece a constituição de Fundo de Aval para apoio das atividades econômicas impactadas pela pandemia.

“A Assembleia Legislativa está presente desde o início dessa pandemia. É muito importante para nós podermos ajudar e continuaremos fazendo isso”.

Fonte: ALMT

Momento +

Governo entrega 104 títulos de regularização fundiária no aniversário de Diamantino

Publicados

em

 

No aniversário de 293 anos da cidade de Diamantino (181 km de Cuiabá), o Governo de Mato Grosso, por meio do Instituto de Terras (Intermat) entregou 104 títulos urbanos aos moradores do Bairro Novo Diamantino. A entrega foi neste sábado (18.09), em uma solenidade com o presidente da autarquia Francisco Serafim, o prefeito Manoel Loureiro e demais autoridades.

“O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes determinaram que estivéssemos aqui no aniversário da cidade para entregar este presente aos moradores residentes no Bairro Novo Diamantino que aguardam há anos por este documento. É um prazer trazer essa alegria, neste importante dia de comemoração”, declarou o presidente do Intermat.

O morador Jair Stvaneli, acompanhando da esposa Isabel Stvaneli, explicou não teria condições de ter acesso ao título, pois o rendimento que recebe com seu trabalho de caminhoneiro não é suficiente para pagar pelo documento, mas que o programa de regularização fundiária do Estado garantiu legitimidade do seu imóvel, com documentação registrada em cartório.

“Moro aqui há 33 anos, sou caminhoneiro e não teria como pagar pelo título, pois ficou complicado conseguir garantir um rendimento extra que eu pudesse investir na escritura. Temos um excelente governador, o senhor Mauro Mendes trabalha pela nossa sociedade, a prova disso está aqui nas minhas mãos, tenho o documento do meu imóvel”, disse morador.

Leia Também:  BRT vai aproveitar obras já executadas e economia com novo modal será de R$ 300 milhões

É importante destacar que o Intermat realiza todas as etapas do processo regularização conforme determina a lei. Por isso, dos 104 títulos entregues, 14 foram totalmente gratuitos, sendo que os demais; 90 documentos são necessários o pagamento das taxas. Todos terão acesso ao documento devidamente registrado em cartório.

Para o prefeito do município, Manoel Loureiro, a chegada do título no dia do aniversário da cidade representa um novo momento na vida dos moradores. “É o melhor presente entregue à nossa população, pois estamos tornado este cidadão proprietário legal da sua residência. Só tenho que agradecer ao Estado que tem realizado todos os esforços para garantir a regularização fundiária aqui e nos demais munícipios de Mato Grosso”, afirmou o gestor .

Com Imóvel escriturado o cidadão pode ser considerado proprietário legal, podendo realizar a venda ou reformar com ajuda de custo ofertado pelo crédito imobiliário ofertado pelos Bancos, usando o bem como garantia.

Sebastião Ferreira de Arruda, foi outro morador beneficiado no processo de regularização. “É uma glória que veio do céu, porque eu estou esperando desde 1992 e nunca chegava. Entrava e saia gestão e nada de resolver isso, mas agora estou com meu documento aqui”.

Leia Também:  Governo de MT realiza maior entrega da história da agricultura familiar: R$ 106 milhões em equipamentos

De acordo com o diretor de Regularização Urbana do Intermat, Robinson Pazzeto, a entrega desta primeira remessa é apenas o início de muitas outras que ainda serão realizadas pela autarquia. A metá é entregar mais de mil novos títulos em trabalho conjunto com a gestão municipal.

“Este aqui é um trabalho de parceria, graças a Deus os gestores dos municípios de Mato Grosso acreditam no Intermat e os termos de cooperação para os trabalhos têm dado muito certo – este é o resultado final, entrega de títulos.  Aqui, a Prefeitura de Diamantino desempenhou um bom trabalho, só temos que agradecer a todos. Ainda devem ser entregues cerca de 1.500 títulos”, explicou Pazzeto.

Saiba quais são os bairros com processo de regularização em andamento

Cohab Serra Azul; (77) títulos, Cohab Nossa Senhora da Conceição Morumbi (51), Jardim Alvorada (51), São Benedito (114), Bairro da Ponte (93), Jardim Primavera (4), Bairro Pedregal (329), Bela Vista (40) e Progresso (350).

Também participaram da entrega dos títulos em Diamantino a deputada federal, Rosa Neide, o chefe jurídico do Intermat, Dr.Klismahn Santos do Monte, a servidora Iza Karol Gomes Luzardo Pizza, vereadores e moradores.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA