Momento +

Até o inicio da noite desta quarta-feira(14) MT havia registrado 17 mortes por coronavírus no espaço de 24 horas e 133.864 casos confirmados

Publicados

em

Até o inicio da noite desta quarta-feira(14),  Mato Grosso registrou 17 mortes causadas pela Covid-19. Nesse mesmo espaço de tempo, foram notificadas 915 novas confirmações de casos da doença no Estado.

A Secretaria de Estado de Saúde notificou ainda 133.864 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (26.316), Várzea Grande (9.597), Rondonópolis (9.612), Sinop (6.061), Sorriso (6.016), Lucas do Rio Verde (5.775), Tangará da Serra (5.379), Primavera do Leste (4.583), Cáceres (3.255) e Campo Novo do Parecis (2.826).

No total, até agora, foram registradas 3.677 mortes causadas pelo coronavírus no Estado. Dos 133.864 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 14.948 pessoas estão em isolamento domiciliar e 114.629 estão recuperadas.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 208 internações em UTIs públicas e 228 em enfermarias públicas. A taxa taxa de ocupação está em 52% para UTIs adulto e em 26% para enfermarias adulto.

Um total de 107.687 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT). Atualmente, restam 663 amostras em análise laboratorial.

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

Leia Também:  Candidato comunista à Prefeitura de Sorriso MT xinga Juiz eleitoral de "frango" e "Covarde" e quebra imagem de santo pedindo chuvas no Municipio

Momento +

Rivais da criminalidade executam a tiros na tarde desta sexta-feira(23) em Cuiabá um dos maiores traficantes de droga de Mato Grosso

Publicados

em

Foi executado na tarde desta sexta-feira(23),  em Cuiabá, Edson Gonçalves de Jesus, conhecido por Disson, considerado um dos maiores traficantes de drogas da região do Pedregal e Renascer, na capital.

Disson foi a executado a tiros, possivelmente por rivais da criminalidade. Policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar confirmaram a morte do traficante.

Conforme as primeiras informações, os bandidos que executaram Disson perseguiam ele, já que o carro dele foi atingido por outro veículo, antes de ser disparado os tiros.

  Prisão em 2012

Em 2012, Disson foi preso por policias da Rotam, durante uma confusão em um posto de combustível na avenida Miguel Sutil em Cuiabá.

Na aboardagem, os militares encontraram com Disson um revólver calibre 38 com numeração raspada, 6 munições e R$ 23 mil em dinheiro.

Ao ser dada a voz de prisão, o acusado tentou sobornar os militares. Ele ofereceu metade do dinheiro para ser liberado.

Conforme informações da PM, à época, após realizar a prisão uma funcionária do posto informou que foi forçada anteriormente pelo suspeito Edson a guardar a arma atrás do balcão.

Leia Também:  No primeiro treino da Fórmula 1 em Portugal nesta sexta(23) a Mercedes fez mais uma dobradinha com Bottas superando Hamilton.

Disson tem várias passagens pela polícia e costumava intimidar todos que o atrapalhavam em sua prática de crimes.

Segundo informações colhidas no local do crime, “Disson” já não estava tão atuante no tráfico de drogas no Pedregal. Uma facção criminosa passou a comandar o comércio de entorpecentes na região.

Populares disseram que integrantes dessa facção chegaram a intimidá-lo a ingressar no grupo. Como ele se recusou, passou a ser ameaçado.

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA