Momento +

Atlético-GO e Grêmio empatam em Goiânia neste domingo com auxílio do VAR e ampliam sequência sem vitória no Campeonato Brasileiro

Publicados

em

No jogo dos time que não vencem, o resultado só poderia ser empate. Em um duelo pobre, Atlético-GO e Grêmio ficaram no 1 a 1 na noite deste domingo(06), no Estádio Olímpico de Goiânia, pela oitava rodada do Brasileirão.

Os gols saíram no primeiro tempo. Edson abriu o placar de cabeça, e Isaque buscou a igualdade. Os últimos 45 minutos foram meramente protocolares.

O Grêmio, que entrou em campo na zona do rebaixamento, deu uma respirada. Subiu para a 13ª posição, com oito pontos e um jogo a menos. O Atlético-GO ganhou um posto, mas não deixa o Z-4. Agora é o 18º, com seis pontos.

As duas equipes jogarão na quinta-feira(10) pela nona rodada. O Grêmio entra em campo mais cedo, às 19h15, contra o Bahia, em Pituaçu. O Atlético-GO vai a São Januário enfrentar o Vasco, às 21h.

Atlético e Grêmio não vencem há seis jogos no Brasileirão, o que justifica suas posições na tabela. O Tricolor venceu apenas na estreia – 1 a 0 sobre o Fluminense.

De lá para cá, são cinco empates e uma derrota. Por sua vez, o Dragão somou três pontos na segunda rodada, no 3 a 0 sobre o Flamengo. Depois, acumula três empates e três derrotas.

Leia Também:  Assembleia Legislativa de Mato Grosso confirma que as sessões plenárias serão mantidas as quartas-feiras durante período eleitoral

Otavio Ventureli(da redação com GE)

Momento +

Adolescente que matou com tiro na cabeça Isabele Guimarães no Alphaville é ouvida pela Justiça e mãe tem porte de arma cancelado

Publicados

em

A adolescente que assumiu ter atirado em Isabele Guimarães Ramos, 14, na noite de 12 de julho, é  ouvida pela juíza Cristiane Padim da Silva, da 2ª Vara da Infância e da Juventude de Cuiabá, na manhã desta quarta-feira (23).

A audiência  estava prevista para começar às 9h30, por meio de videoconferência, por conta da pandemia da covid-19.

Além da menor, que completou recentemente 15 anos, também será ouvido pela magistrada o namorado dela, o adolescente de 16 anos que levou a pistola Imbel .380 – arma usada no homicídio – para a residência da família Cestari.

Após inquérito policial, a adolescente foi indiciada por ato infracional análogo ao crime de homicídio doloso, ou seja, com intenção de matar ou quando se assume a intenção de matar.

O pai da menor que atirou na vítima, o empresário Marcelo Cestari(foto), foi denunciado no inquérito por homicídio culposo.

A jovem chegou a ser internada no Centro Socioeducativo Menina Moça, no entanto, passou pelos de 12 horas no local, conforme decisão da 2ª Vara da Infância e da Juventude de Cuiabá.

Leia Também:  Polícia e Rota do Oeste registram imprudências que causaram dois graves acidentes em BRs de Mato Grosso neste domingo(20)

A Justiça  concedeu o habeas corpus da menor acusada de matar a amiga Isabela Ramos, com tiro no rosto, menos de 11 horas após ela ter dado entrada no Centro Socioeducativo Menina Moça, em Cuiabá, para cumprir a internação preventiva de 45 dias.

MÃE PERDE PORTE DE ARMA

O comandante interino da 9ª Região Militar, coronel Marco Aurelio Kuster de Paula, cancelou o certificado de registro de porte de arma de Gaby Soares de Oliveira Cestari, mãe da adolescente que atirou em Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos. O pai da menor, o empresário Marcelo Martins Cestari, também perdeu o registro em julho.

 Conforme o documento, o comando regional tomou conhecimento do inquérito policial, de 2 de setembro. Enquanto atiradores esportivos, Marcelo e Gaby Cestari tiveram os registros cassados, uma vez que são indiciados na apuração.

“Nos termos do Artigo 13 da Lei Nr 10.826, de 22 de dezembro de 2003 (omissão de cautela, comprometendo a sua idoneidade, principal requisito para aqueles que desejam trabalhar com produtos controlados”, diz trecho da decisão.

Leia Também:  Tristeza: Num clima de consternação vítimas de acidente entre van e carreta em Minas que matou 12 pessoas estão sendo veladas

Ainda cabe recurso à Gaby, no prazo de 10 dias, para contestar o cancelamento do registro esportivo.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA