Momento +

Atlético mineiro carimba vaga na final do campeonato de Minas ao vencer o América nesta quarta por 3 x 0 no Independência

Publicados

em

O empate bastava, mas o Atlético-MG carimbou a vaga na final do Campeonato Mineiro com uma grande vitória por 3 a 0 sobre o América-MG, na noite desta quarta-feira(05),  no Independência.

Réver, Marrony e Savarino marcaram os gols. O Galo, que vai para a 14ª decisão seguida de Estadual, vai encarar o Tombense na finalíssima da competição.

Por ter feito melhor campanha, na fase de classificação, o Tombense joga por dois empates ou por vitória e derrota pelo mesmo saldo de gol. Os dois jogos serão em Belo Horizonte, conforme definido no regulamento. As partidas serão disputadas nos dias 26 e 30 de agosto, em locais e horários a serem definidos.

Antes da finalíssima do Mineiro, Tombense e Atlético tem compromissos de estreia no Campeonato Brasileiro. Pela Série C, o time de Tombos encara o Ituano, em Itu, neste sábado, às 16h (de Brasília). O Galo arranca na Série A contra o Flamengo, domingo, às 16h, no Maracanã. Já o América enfrenta a Ponte Preta, sábado, às 21h, no Canindé, pela Série B.

 

Leia Também:  Prefeita de Sinop MT afirma que decisão de não mais concorrer a reeleição nas eleições de novembro próximo é de ordem pessoal

Otavio Ventureli(da redação)

 

Momento +

Baixaria continua: Advogado Cleverson Contó divulga audio no qual uma mulher acusadora de agressão desmente que tenha sido agredida pelo profissional

Publicados

em

O advogado Cleverson Contó(foto) divulgou, nesta sexta-feira (18), áudios em que a Influencer Digital Mariana Vidotto supostamente nega ter sofrido as agressões das quais o acusa.

Nos áudios, que teriam sido trocados entre Mariana e o advogado, os dois também conversam sobre vídeos íntimos do casal que Contó teria se recusado a gravar.

Em um dos áudios, a Influencer Digital supostamente chega a dizer que muitas pessoas tem a procurado para esclarecer se Contó teria ou não cometido agressões físicas contra ela.

“É óbvio que as pessoas estão me perguntando “ele te bateu?”, “ele fez alguma coisa?”, “ele já te deu um soco?”, não. Você não fez isso comigo”, diz trecho do arquivo.

Em outro momento, Mariana e Cleverson conversam sobre vídeos íntimos que a blogueira teria pedido para o advogado gravar. Contó relembra que, mesmo sob insistência da ex-namorada, ele teria se recusado a fazer as gravações.

Mariana argumenta que teria ficado sabendo de vídeos íntimos entre Cleverson e Laryssa Morais, médica que também acusa o advogado de violência doméstica. O advogado, no entanto, rebate.

Leia Também:  Marcado para domingo(20) na Arena Pantanal em Cuiabá um ato em defesa do Pantanal de MT organizado por entidades civis e sociedade em geral

Mariana, esquece isso. Depois que aconteceu todos os rolos, todos os vídeos que eu tinha, eu apaguei. Da última vez que a gente ficou, eu fiz questão de apagar assim que terminamos. Antes de tomar banho, eu apaguei os vídeos”, afirma.

Em seguida, a blogueira supostamente confirma que Cleverson teria apagado as imagens.

O caso

As agressões que teriam sido praticadas por Cleverson Contó ganharam as manchetes após Mariana Vidotto e um grupo de mulheres virem a público narrar a violência sofrida durante os relacionamentos que mantiveram com o advogado.

Em sua conta no Instagram, Mariana contou que chegou a perder cerca de nove quilos durante o relacionamento e que, no início do ano, Cleverson entrou com um processo contra ela com uma multa de R$ 20 mil caso ela dissesse algo sobre ele.

Outra vítima que ganhou destaque no caso foi a médica Laryssa Moraes que chegou a relatar, também no Instagram, que as agressões ela teria sofrido foram tão brutais que resultaram em um nariz quebrado e em retinas deslocadas. Cleverson também teria tentado estuprá-la com um pen-drive.

Leia Também:  Prefeita de Sinop MT afirma que decisão de não mais concorrer a reeleição nas eleições de novembro próximo é de ordem pessoal

Já a defesa do advogado Cleverson Campos Contó, representada por Eduardo Mahon, alega que Cleverson estaria sendo alvo de extorsão por parte das vítimas.

Mahon argumentou que não existem exames ou prontuários médicos apontando as agressões que foram relatadas pela médica Laryssa Moraes e a influencer digital Mariana Vidotto. Segundo a defesa, Mariana teria exigido R$ 500 mil para retirar as acusações contra Contó.

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA