Momento +

Atlético Mineiro derrota o Goiás por 3 x 0 na noite deste sábado no Mineirão e chega a sua sétima vitória consecutiva como mandante

Publicados

em

O Atlético-MG está impossível no Mineirão! Na noite deste sábado, o Galo venceu o Goiás, por 3 a 0, no Gigante da Pampulha, e chegou à sétima vitória consecutiva como mandante no Brasileirão.

Com gols de Keno, Nathan e Marrony, que vivem grande fase com a camisa alvinegra, o time treinador por Jorge Sampaoli construiu a vantagem no fim do primeiro tempo e manteve a vantagem de três pontos em relação ao Flamengo, que tenta o bicampeonato em sequência.

Primeiro tempo

O jogo começou como já era esperado: Atlético-MG no ataque, e o Goiás se defendendo. O time de Enderson Moreira conseguiu, até certo ponto, anular as investidas do Galo. As primeiras chances criadas pelo líder do Brasileirão foram com Savinho, garoto que tem personalidade e buscava as jogadas individuais. Mas não foi em investidas desse tipo que ele incomodou.

Em finalizações de primeira, aos 15 e aos 20 minutos, obrigou Tadeu a trabalhar. Mas foi no finalzinho que o Galo conseguiu fazer sua vantagem no placar. Aos 40 minutos, Keno aproveitou pênalti sofrido por Sasha para abrir o marcador. Aos 45, Keno bagunçou o marcador para colocar na cabeça de Nathan, que cabeceou livre e fez o 2 a 0, dando números finais ao primeiro tempo.

Leia Também:  SES MT divulga boletim apontando que até o inicio da noite desta segunda Estado registrou mais de 14o mil casos de Covid 19

Segundo tempo

A etapa final foi mais equilibrada. Até pela vantagem no marcador, o Galo não incomodou tanto – apesar de Sampaoli pedir pelo ataque o tempo todo. Apesar disso, as únicas chances goianas foram pelo alto, com Pintado e Rafael Moura, aos 10 e 23 minutos, respectivamente. Ambos pararam em Éverson. O Galo levou perigo com Réver e Igor Rabello, mas a primeira chance real de gol foi com Keno, já aos 40 minutos.

O atacante limpou o marcador pela esquerda e finalizou cruzado, acertando o pé da trave de Tadeu. Já nos acréscimos, Keno avançou pela esquerda e rolou para Marrony, que chegava de trás. Na primeira finalização, ele parou no zagueiro. O rebote, no entanto, não teve perdão: 3 a 0 e números finais. Tadeu ainda evitou a goleada no fim, com defesas em finalizações de Guilherme Arana e Keno.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com GE)

Momento +

Médicos consideram grave o estado de saúde do médium João de Deus internado na UTI do Hospital Sírio-Libanês em Brasília

Publicados

em

O médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, de 79 anos(foto), segue internado em estado grave na UTI do hospital Sírio-Libanês de Brasília, para onde foi transferido na madrugada de sábado(24) após sentir mal-estar e incômodo no peito.

A unidade de saúde descartou a possibilidade de covid-19 e afirmou que o quadro é estável, mas reforçou a necessidade de internação.

João de Deus trata de um problema cardiovascular agudo, toma medicação para controlar seu quadro clínico e é monitorado por equipe médica 24 horas por dia. Por ordem da família, o hospital não está divulgando informações sobre o quadro do paciente, acompanhado pela equipe do cardiologista Carlos Rassi.

As informações dão conta de que João de Deus está consciente. Os custos de seu tratamento são pagos por um plano de saúde. Não há previsão de alta, tampouco de deixar a UTI.

Médium acumula 63 anos e quatro meses de pena

João de Deus acumula 63 anos e quatro de meses de prisão em três condenações diferentes: estupros contra cinco mulheres (40 anos em regime fechado), violação sexual mediante fraude contra duas mulheres e estupro de vulnerável contra outras duas (19 anos e quatro meses em regime fechado) e porte ilegal de armas (quatro anos em regime aberto). O médium nega as acusações de abuso sexual.

Leia Também:  SES MT divulga boletim apontando que até o inicio da noite desta segunda Estado registrou mais de 14o mil casos de Covid 19

João de Deus já havia sido internado na sexta-feira(23) em um hospital de Anápolis, em Goiás, onde cumpre prisão domiciliar. Por causa de uma piora no quadro de saúde, precisou ser transferido para o Sírio, na capital federal.

O médium está em prisão domiciliar desde março, quando a juíza Rosângela Rodrigues dos Santos autorizou a transferência por se tratar de um detento no grupo de risco da covid-19. Ele é obrigado a usar tornozeleira eletrônica e está proibido de manter contato com testemunhas e vítimas.

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás ainda não concedeu autorização para a saída do perímetro da prisão domiciliar. Em situações de emergência, no entanto, a Justiça permite ao preso comunicar a internação posteriormente.

 

 

Otavio Ventureli(de Brasilia)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA