Momento +

Série B: Beneficiado pela arbitragem Vitória BA derruba invencibilidade do Cuiabá neste sábado(05) em duelo com polêmicas e muita reclamação

Publicados

em

O Vitória venceu mais uma partida em casa nesta Série B do Brasileiro. E derrubou o último invicto da competição. Com polêmica.

O Rubro-Negro fez valer o mando de campo e ganhou do Cuiabá por 4 a 2, neste sábado(05), pela oitava rodada da Série B. Apesar da chuva de gols, destaque para o árbitro Ronei Cândido Alves.

O pênalti marcado por ele após Marcelinho cair na área, que resultou no terceiro gol do Vitória, mudou a história do jogo e permitiu ao time baiano mais uma vitória na competição. Léo Ceará, João Victor, Carleto e Rodrigo Carioca marcaram os gols do Vitória. Wallace, contra, e Maxwell fizeram pelo Cuiabá.

O jogo teve início bem movimentado e com o Cuiabá melhor em campo. A equipe visitante criava boas chances e assustava, principalmente na bola aérea. Mas foi o Vitória quem abriu o placar. Guilherme Rend aproveitou erro na saída de bola do Cuiabá e deu um passe milimétrico para Léo Ceará mandar para o fundo das redes.

Pouco tempo depois, foi a vez do Cuiabá pressionar a saída de bola e, em jogada aérea, Wallace mandar contra a própria meta. Mas não teve nem muito tempo de nova igualdade no placar. Carleto cobrou falta de longe, o goleiro deu rebote e João Victor colocou o Vitória na frente de novo.

Leia Também:  Comissão de Constituição Justiça e Redação analisa oito projetos em reunião ordinária desta quarta-feira da Câmara Municipal de Cuiabá

O Cuiabá não deixou o Vitória respirar no segundo tempo do jogo. A pressão foi tão grande que Maxwell fez o gol de empate logo aos seis minutos. O time visitante seguia melhor no jogo quando em um contra-ataque rápido, o árbitro marcou pênalti em Marcelinho. Carleto bateu e fez.

O jogo mudou completamente de rumo depois disso. O goleiro João Carlos e o zagueiro Hélder receberam dois cartões amarelos e foram expulsos. Do lado do Vitória, Marcelinho também recebeu o cartão vermelho. Nos acréscimos, Rodrigo Carioca fez o quarto gol do Vitória.

 

Otavio Ventureli(da redação)

Momento +

Comissão de Constituição Justiça e Redação analisa oito projetos em reunião ordinária desta quarta-feira da Câmara Municipal de Cuiabá

Publicados

em

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Câmara Municipal de Cuiabá se reuniu ordinariamente nesta  quarta-feira (23), para deliberar sobre os pareceres aos processos legislativos que constavam em pauta.

Dentre eles, a Mensagem do Executivo Nº 046/2020 que dispõe sobre as razões do veto total ao projeto de lei de autoria do vereador Ricardo Saad, que trata da obrigatoriedade da afixação de cartazes informativos sobre o dever legal de comunicação às autoridades competentes de casos de estupro e assédio sexual. O veto recebeu parecer contrário da comissão.

Sob a relatoria do vereador Wilson Kero Kero, recebeu parecer favorável, o processo nº 330/2020 de autoria do vereador Chico 2000 que dispõe sobre a nomenclatura da Associação de Moradores do Bairro Parque Residencial, passando a denominar “Centro Comunitário Sócio-Cultural de Múltiplo Uso Almirindo da Silva”.

Receberam parecer contrário pela sua aprovação, o processo nº 037/2020 que dispõe sobre a aplicação do valor remanescente do duodécimo exclusivamente na saúde municipal, de autoria do vereador Adilson Levante o processo nº 043/2020 que dispõe sobre a dispensa do pagamento do serviço funerário municipal aos usuários que comprovem a doação de órgãos do parente ou familiar da pessoa sepultada e o processo nº 219/2020 que estabelece critério de isenção na cobrança nos estacionamentos próximos de hospitais públicos e privados na Capital.

Leia Também:  Na estreia de Thiago Neves Sport bate o Corinthians por 1 x 0 na Ilha do Retiro chega a 17 pontos e alcança o sétimo lugar no Brasileirão

Sob a relatoria do vereador Lilo Pinheiro (PDT), receberam pareceres favoráveis os processos nº 337/2020 que institui o Dia Municipal do Vendedor de Comida de Rua, de autoria do vereador Dilemário Alencar e nº 348/2020 que concede Título de Cidadania Cuiabana ao Tenente Coronel PM/MT Cesar Augusto de Camargo Roverei, de autoria do vereador Clebinho Borges.

Já o processo nº 245/2020 de autoria do vereador Mário Nadaf, que dispõe sobre a exigência para testagem periódica na rede pública e privada para detecção da Covid-19, recebeu parecer contrário pela sua aprovação.

Os pareceres da CCJR serão submetidos à apreciação e votação dos parlamentares nas próximas sessões plenárias da Casa de Leis.

 

 

Otavio Ventureli(com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA