Momento +

Boletim da Secretaria Estadual de Saúde indica o registro de mais de 128 mil casos confirmados de coronavírus em Mato Grosso

Publicados

em

Secreetaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até o fim da tarde desta terça-feira(06) um total 128.740 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.564 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.010 novas confirmações de casos de coronavírus em Mato Grosso. Dos 128.740 casos confirmados da Covid-19,  cerca de  15.062 estão em isolamento domiciliar e 109.439 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 235 internações em UTIs públicas e 243 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 57,32% para UTIs adulto e em 28% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (25.176), Várzea Grande (9.366), Rondonópolis (9.270), Sorriso (5.764), Sinop (5.668), Lucas do Rio Verde (5.638), Tangará da Serra (5.172), Primavera do Leste (4.308), Cáceres (3.105) e Campo Novo do Parecis (2.777).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, da Secretaria de Saúde.

Leia Também:  Receita Federal abre nesta sexta(23) consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda de pessoa física com crédito

O documento ainda aponta que um total de 103.173 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 563 amostras em análise laboratorial.

 

 

Otavio Ventureli(com ascom)

Momento +

Rivais da criminalidade executam a tiros na tarde desta sexta-feira(23) em Cuiabá um dos maiores traficantes de droga de Mato Grosso

Publicados

em

Foi executado na tarde desta sexta-feira(23),  em Cuiabá, Edson Gonçalves de Jesus, conhecido por Disson, considerado um dos maiores traficantes de drogas da região do Pedregal e Renascer, na capital.

Disson foi a executado a tiros, possivelmente por rivais da criminalidade. Policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar confirmaram a morte do traficante.

Conforme as primeiras informações, os bandidos que executaram Disson perseguiam ele, já que o carro dele foi atingido por outro veículo, antes de ser disparado os tiros.

  Prisão em 2012

Em 2012, Disson foi preso por policias da Rotam, durante uma confusão em um posto de combustível na avenida Miguel Sutil em Cuiabá.

Na aboardagem, os militares encontraram com Disson um revólver calibre 38 com numeração raspada, 6 munições e R$ 23 mil em dinheiro.

Ao ser dada a voz de prisão, o acusado tentou sobornar os militares. Ele ofereceu metade do dinheiro para ser liberado.

Conforme informações da PM, à época, após realizar a prisão uma funcionária do posto informou que foi forçada anteriormente pelo suspeito Edson a guardar a arma atrás do balcão.

Leia Também:  Libertadores: Palmeiras confirma liderança geral na fase de grupos da competição ao golear o Tigres da Argentina por 5 x 0 nesta quarta em SP

Disson tem várias passagens pela polícia e costumava intimidar todos que o atrapalhavam em sua prática de crimes.

Segundo informações colhidas no local do crime, “Disson” já não estava tão atuante no tráfico de drogas no Pedregal. Uma facção criminosa passou a comandar o comércio de entorpecentes na região.

Populares disseram que integrantes dessa facção chegaram a intimidá-lo a ingressar no grupo. Como ele se recusou, passou a ser ameaçado.

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA