Momento +

Câmara Municipal de Várzea Grande MT vai investigar Diretor da Casa por desvio de conduta durante festinha organizada em sua casa

Publicados

em

A Câmara Municipal de Várzea Grande MTem nota, garante que não compactua com as ações que levaram à prisão do diretor administrativo do Legislativo, Kleberton Feitosa Eustáquio, após ele ser denunciado por organizar uma festa na noite de sábado(10), em sua casa.

Em nota, o Parlamento várzea-grandense lamenta e diz que analisa a situação. “Mesa Diretora vai se inteirar sobre o que de fato ocorreu para tomar as providências que o caso requer até por tratar-se de um episódio no âmbito particular”, acrescenta.

O Presidente da Câmara Fábio Tardin (DEM) disse também que o momento atual é delicado. “Devemos respeitar o isolamento social, não se aglomerar e, principalmente, respeitar as autoridades que estão na linha de frente tentando proteger a sociedade”, diz.

Consta em BO que Kleberton foi preso por desacatar e ameaçar agentes da Guarda Municipal e da Polícia Militar. Segundo o documento, ele se recusou a fornecer documentos pessoais para notificação e disse que iria atrasar a promoção dos agentes da prefeitura que foram atender a ocorrência.

Leia Também:  Apesar de alta abstenção, mais de 40% da população adulta de Cuiabá já foi vacinada pelo menos com a primeira dose da vacina contra a covid-19

PM foi chamada e ele teria continuado com as supostas ameaças para os policiais e disse para um sargento que ele era um bosta. Os militares deram voz de prisão por desobediência, desacato e ameaça. Na Central de Flagrantes, ele teria dito também que “iria acabar com eles”.

Após ser ouvido pela Polícia Civil, Kleberton foi liberado depois do pagamento de R$ 1,5 mil de fiança em relação à desobediência por não ter assinado os papéis dos agentes da Prefeitura de Várzea Grande. As supostas práticas de ameaça e desacato vão ser apuradas pela Delegacia de Várzea Grande.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com rdnews)

Momento +

Governo de MT investe em municípios sem ligação asfáltica do Noroeste de MT doando novas máquinas; prefeituras comemoram

Publicados

em

Os munícipios do extremo Noroeste de Mato Grosso, Rondolândia e Colniza, receberam sete novas máquinas e equipamentos rodoviários, entregues pelo governador Mauro Mendes, e já preveem uma grande transformação na infraestrutura rodoviária das cidades.

Os municípios foram os que mais receberam equipamentos para manutenção de rodovias estaduais não pavimentadas.

Foram entregues, através de convênio com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), um total de três motoniveladoras, duas pás-carregadeiras e duas escavadeiras aos municípios, durante evento realizado na última quarta-feira. Além das prefeituras, outras 20 entidades também foram beneficiados com a entrega de equipamentos.

Sem nenhum acesso às sedes das cidades por via asfaltada, os municípios possuem 100% de rodovias estaduais e municipais não-pavimentadas e, por essa razão, o ganho dos novos equipamentos vai contribuir em todas as áreas, para além da infraestrutura rodoviária, de acordo o prefeito de prefeito de Colniza, Milton Amorim.

“Essas máquinas são de suma importância para o município, pois Colniza tem 4,7 mil quilômetros de rodovias não-pavimentadas, vicinais e estaduais, e temos poucas máquinas.  Isso é muito importante. Estamos muito contentes, porque essas máquinas são um investimento de quase R$ 3 milhões que o Governo está passando para o município e a população vai ficar muito contente”, disse.

Segundo o prefeito, investir nesses equipamentos é assegurar dignidade aos cidadãos, que dependem da rodovia não apenas para promover o escoamento da produção agrícola local, mas para ter acesso a saúde, ao transporte escolar, e ter assegurado o seu direito de ir e vir. Hoje, Colniza possui cerca de 865 quilômetros somente de rodovias estaduais não-pavimentadas.

Leia Também:  Série B: Em jogo realizado nesta sexta no Estádio Bento Freitas Brasil de Pelotas vira em cima do Goiás e consegue sua primeira vitória

“Jamais conseguiríamos fazer essa aquisição. Com recursos próprios, isso seria sem chance. O governador doou as maquinas e só temos a agradecer. Hoje Colniza é 100% sem pavimentação. É um benefício e uma ação positiva receber essas máquinas. Um desenvolvimento muito grande para nossa região”, concluiu Milton Amorim.

Em Rondolândia, a realidade não é muito diferente. Distante da Capital e sem pavimentação asfáltica, o munícipio está mudando graças ao empenho da atual gestão do Governo de Mato Grosso em valorizar a cidade, segundo o prefeito de Rondolândia, José Guedes de Souza.

“É uma vitória que Rondolândia está conquistando atrás dessa ação do governo do Estado. Vai levar um desenvolvimento enorme para aquela cidade. É uma cidade que está a 1,1 mil quilômetros da Capital. Eu tenho que passar por outro Estado e voltar para Mato Grosso. É uma cidade muito distante. Mas o governador tem um olho clinico e está conduzindo o trabalho em Rondolândia como se fosse a menina dos olhos dele e está deixando o povo de Rondolândia muito feliz”, afirmou.

A expectativa é de que o Munícipio, com novos equipamentos, possa crescer economicamente e se desenvolver ainda mais, como nunca antes ocorreu na história da cidade, segundo o prefeito, que fez questão de ressaltar a atenção que o Município está recebendo do Governo.

Leia Também:  Contribuintes de MT tem até o próximo dia 30 para negociar suas dívidas com a receita estadual geradas até 2016 em até 60 parcelas com desconto

“Nunca foi visto, há 20 anos que aquela cidade foi emancipada, chegar tanto maquinário ao mesmo tempo, como vai chegar essa semana lá, por meio da Sinfra e do Governo do Estado.  Rondolândia tem pouco acesso dentro do estado. De lá, saímos para Aripuanã, Conselvan e Colniza, mas não tínhamos estrada. Não tínhamos condição de fazer, mas com esse maquinário, pode ter certeza, que o desenvolvimento já chegou na nossa região”, concluiu.

Outros equipamentos 

Além das duas prefeituras, outras oito prefeituras, 10 consórcios intermunicipais  e duas associações foram beneficiadas com a entrega de máquinas e equipamentos rodoviários. Ao todo, foram entregues 74 máquinas, sendo 46 motoniveladoras, 14 pás-carregadeiras e 14 escavadeiras hidráulicas. O investimento realizado foi de R$ 42,2 milhões oriundos do Mais MT, maior programa de obras e ações da história de Mato Grosso.

Todos esses equipamentos rodoviários fazem parte do primeiro lote de máquinas que foram repassados pelo Governo de Mato Grosso às entidades. No total, o Estado vai repassar 175 máquinas e equipamentos rodoviários, com investimento de R$ 96,5 milhões como parte do Programa Mais MT, de modo a atender todas as regiões de Mato Grosso.

 

Otavio Ventureli(da redação com secommt)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA