Momento +

Cattani debate melhorias para pequenos piscicultores

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Gilberto Cattani (PSL) recebeu em seu gabinete na terça-feira (11), o ictiólogo Francisco Machado para discutir ideias para a construção de projetos e indicações que trazem benefícios à pequena piscicultura e para pescadores profissionais do Estado.

Além do especialista no estudo de peixes, a reunião também contou com o deputado estadual Wilson Santos (PSDB), que assim como Cattani, também tem interesse em apresentar propostas para o pequeno pescador.

Para Cattani, a experiência e ajuda do professor e ictiólogo será fundamental para que os 24 deputados entendam a importância de ajudar este setor, que está sendo bastante atingido em Mato Grosso.  

“Tivemos a honra de receber o Chico para aprender como ajudar dois setores que são terrivelmente atingidos no nosso Estado quando se fala em peixes, que são os pescadores profissionais e piscicultores. A piscicultura está morta em Mato Grosso, estamos perdendo do Estado de Rondônia em dez escalas no ranking. Precisamos mudar isso e por isso temos que aprender com o Chico, para que a pequena piscicultura volte a ter representatividade em Mato Grosso”, disse o parlamentar.

Leia Também:  Apesar de alta abstenção, mais de 40% da população adulta de Cuiabá já foi vacinada pelo menos com a primeira dose da vacina contra a covid-19

Já o professor explicou que o Estado de Mato Grosso precisa de uma lei que beneficie tanto a piscicultura de modo geral, assim como os pequenos pescadores.

“Nós não temos nada contra a economia da perspectiva do lucro. A nossa luta é que exista uma lei de pesca, que no seu arcabouço, caiba todas pessoas que querem produzir e comer, porque peixe é um produto de fácil aquisição, de alta qualificação proteica, que infelizmente está acabando por causa das usinas. Nós temos que tomar cuidado com essas coisas e fazer uma lei para que caiba todos”, afirmou.

Fonte: ALMT

Momento +

Governo de MT investe em municípios sem ligação asfáltica do Noroeste de MT doando novas máquinas; prefeituras comemoram

Publicados

em

Os munícipios do extremo Noroeste de Mato Grosso, Rondolândia e Colniza, receberam sete novas máquinas e equipamentos rodoviários, entregues pelo governador Mauro Mendes, e já preveem uma grande transformação na infraestrutura rodoviária das cidades.

Os municípios foram os que mais receberam equipamentos para manutenção de rodovias estaduais não pavimentadas.

Foram entregues, através de convênio com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), um total de três motoniveladoras, duas pás-carregadeiras e duas escavadeiras aos municípios, durante evento realizado na última quarta-feira. Além das prefeituras, outras 20 entidades também foram beneficiados com a entrega de equipamentos.

Sem nenhum acesso às sedes das cidades por via asfaltada, os municípios possuem 100% de rodovias estaduais e municipais não-pavimentadas e, por essa razão, o ganho dos novos equipamentos vai contribuir em todas as áreas, para além da infraestrutura rodoviária, de acordo o prefeito de prefeito de Colniza, Milton Amorim.

“Essas máquinas são de suma importância para o município, pois Colniza tem 4,7 mil quilômetros de rodovias não-pavimentadas, vicinais e estaduais, e temos poucas máquinas.  Isso é muito importante. Estamos muito contentes, porque essas máquinas são um investimento de quase R$ 3 milhões que o Governo está passando para o município e a população vai ficar muito contente”, disse.

Segundo o prefeito, investir nesses equipamentos é assegurar dignidade aos cidadãos, que dependem da rodovia não apenas para promover o escoamento da produção agrícola local, mas para ter acesso a saúde, ao transporte escolar, e ter assegurado o seu direito de ir e vir. Hoje, Colniza possui cerca de 865 quilômetros somente de rodovias estaduais não-pavimentadas.

Leia Também:  Governo de MT investe em municípios sem ligação asfáltica do Noroeste de MT doando novas máquinas; prefeituras comemoram

“Jamais conseguiríamos fazer essa aquisição. Com recursos próprios, isso seria sem chance. O governador doou as maquinas e só temos a agradecer. Hoje Colniza é 100% sem pavimentação. É um benefício e uma ação positiva receber essas máquinas. Um desenvolvimento muito grande para nossa região”, concluiu Milton Amorim.

Em Rondolândia, a realidade não é muito diferente. Distante da Capital e sem pavimentação asfáltica, o munícipio está mudando graças ao empenho da atual gestão do Governo de Mato Grosso em valorizar a cidade, segundo o prefeito de Rondolândia, José Guedes de Souza.

“É uma vitória que Rondolândia está conquistando atrás dessa ação do governo do Estado. Vai levar um desenvolvimento enorme para aquela cidade. É uma cidade que está a 1,1 mil quilômetros da Capital. Eu tenho que passar por outro Estado e voltar para Mato Grosso. É uma cidade muito distante. Mas o governador tem um olho clinico e está conduzindo o trabalho em Rondolândia como se fosse a menina dos olhos dele e está deixando o povo de Rondolândia muito feliz”, afirmou.

A expectativa é de que o Munícipio, com novos equipamentos, possa crescer economicamente e se desenvolver ainda mais, como nunca antes ocorreu na história da cidade, segundo o prefeito, que fez questão de ressaltar a atenção que o Município está recebendo do Governo.

Leia Também:  Processo licitatório para a construção de trincheira na Avenida Miguel Sutil em frente ao Círculo Militar foi autorizado por Emanuel Pinheiro

“Nunca foi visto, há 20 anos que aquela cidade foi emancipada, chegar tanto maquinário ao mesmo tempo, como vai chegar essa semana lá, por meio da Sinfra e do Governo do Estado.  Rondolândia tem pouco acesso dentro do estado. De lá, saímos para Aripuanã, Conselvan e Colniza, mas não tínhamos estrada. Não tínhamos condição de fazer, mas com esse maquinário, pode ter certeza, que o desenvolvimento já chegou na nossa região”, concluiu.

Outros equipamentos 

Além das duas prefeituras, outras oito prefeituras, 10 consórcios intermunicipais  e duas associações foram beneficiadas com a entrega de máquinas e equipamentos rodoviários. Ao todo, foram entregues 74 máquinas, sendo 46 motoniveladoras, 14 pás-carregadeiras e 14 escavadeiras hidráulicas. O investimento realizado foi de R$ 42,2 milhões oriundos do Mais MT, maior programa de obras e ações da história de Mato Grosso.

Todos esses equipamentos rodoviários fazem parte do primeiro lote de máquinas que foram repassados pelo Governo de Mato Grosso às entidades. No total, o Estado vai repassar 175 máquinas e equipamentos rodoviários, com investimento de R$ 96,5 milhões como parte do Programa Mais MT, de modo a atender todas as regiões de Mato Grosso.

 

Otavio Ventureli(da redação com secommt)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA