Momento +

Com gols nos minutos finais da partida Palmeiras e Inter empatam em 1 x 1 com gols de Tiago Galhardo de pênalti e Luis Adriano de Cabeça

Publicados

em

Palmeiras e Inter empataram por 1 a 1 na noite desta quarta-feira, em São Paulo, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, em um jogo que deixou muito a desejar nos 90 minutos, mas reservou todas as emoções para os acréscimos.

O Colorado, que optou por poupar alguns titulares, abriu o placar aos 46 minutos com Thiago Galhardo, em pênalti revisado pelo VAR e que não existiu.  Mas o Verdão, com Luiz Adriano, de cabeça, empatou aos 48 minutos.  da emoção no fim, o jogo foi muito fraco tecnicamente, com raríssimas chances de gol e muita falta de criatividade.

A etapa inicial de Palmeiras x Internacional foi de muito pouca criatividade e raras chances de gol. O Colorado, com muitos reservas em campo, chegou com perigo só aos 13 minutos, em tentativa de bicicleta de Patrick que passou perto do gol defendido por Weverton. O Verdão, por sua vez, com enorme dificuldade de criação, só ameaçou aos 32, em chute de fora da área de Viña. Na reta final do primeiro tempo, o Inter voltou a arriscar em chute de longe de Moisés. Por cima do gol. De maneira geral, no entanto, os dois times fizeram um jogo muito fraco.

Leia Também:  Corpo de Bombeiros de MT ainda não conseguiu localizar rapaz que desapareceu após entrar em uma fenda da Cachoeira da Mulata

O jogo não melhorou na etapa final. Continuou sem emoção e com a criatividade em falta nos dois times. Vez ou outra, como Patrick de Paula aos quatro minutos, um chute de longa distância para tentar surpreender. Rony até tentou aos 16, mas depois de fazer boa jogada, passando por três adversários, chutou em cima da zaga.

O Inter, depois de desperdiçar um contra-ataque com Nonato e Edenilson, chegou em finalização de Boschilia, defendida por Weverton. Na reta final, enfim a emoção. Mas da cabina do árbitro de vídeo, que revisou lance de mão dentro da área de Luan, do Palmeiras. Pênalti para o Inter. Na cobrança, aos 46, Thiago Galhardo fez o gol do Inter. Vitória? Não. Aos 48, o Palmeiras empatou com Luiz Adriano, de cabeça, após cruzamento de Gustavo Gómez.

O Palmeiras volta a campo no domingo(06), às 11h, para enfrentar o Bragantino, em Bragança Paulista. Já o Inter joga no mesmo dia, só que às 16h, contra o Bahia, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Leia Também:  Eduardo Botelho ameniza episódio da prisão de ex-Secretário de Estado considerando o fato um caso isolado que não atinge o Governo

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Momento +

Mãe de homem desaparecido após surto encontra o filho muito debilitado no centro de Cuiabá e o leva pra casa com ajuda da DHPP

Publicados

em

Cláudio José Penha Rosa, 51(em destaque na foto), foi localizado no fim de semana. Ele estava na rua, na região central de Cuiabá e já foi levado para casa. Muito debilitado por conta dos dias que ficou perambulando pela cidade, ele está aos cuidados da mãe, que mora em Várzea Grande.

O homem sofre de esquizofrenia e usa drogas. Ele havia fugido de casa no dia 11 de setembro e a família estava a sua procura desde então. Pessoas tinham ligado para a Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e para a mãe do homem, Mariana Rosa Penha, 73, dizendo que tinham o visto, mas quando iam ao lugar indicado, o homem não estava mais.

Ele mora com a mãe há muitos anos e apenas uma vez sumiu e ficou quase um mês sem contato com a família. Nessa época, havia se relacionado com uma mulher e residia com ela. Exceto por esse episódio, o homem nunca tinha ficado fora de casa.

A  mãe contou que uma conhecida havia visto Cláudio próximo a rua Joaquim Murtinho. Mas não sabia que ele estava sumido.

Leia Também:  Reforma Tributária em discussão no Congresso Nacional tem sido criticada pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil

A mulher viu a  matéria  que divulgava o desaparecimento e voltou ao local para tentar encontra-lá de novo, segundo contou a mãe. No outro dia ele estava no mesmo lugar pedindo dinheiro e a comunicante entrou em contato com Mariana Rosa.

A mãe foi ao local, mas o filho estava arredio. Ela pediu ajuda para a polícia civil e conhecidos e conseguiu levar Cláudio de volta para casa.

“Ele está um pouco debilitado, mas está bem. Está andando e está sendo cuidado”, disse.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com GD)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA