Momento +

Comissão estadual faz visita técnica a malharias da Capital

Publicados

em

A comissão especial do Núcleo Estadual de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais de Mato Grosso (NEA-APL-MT) realizou visita técnica a duas empresas de confecção e malharia de Cuiabá, nesta quarta-feira (01.12), com intuito de conhecer in loco as atividades e necessidades de apoio do setor.

O grupo misto será responsável pela elaboração do Plano de Desenvolvimento Preliminar (PDP) do setor de vestuário para certificação empresarial como arranjo produtivo. A principal tarefa da comissão é discutir estratégias de ação para desenvolvimento do setor.

A comissão é formada por integrantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec-MT), Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag-MT), Secretaria de Fazenda (Sefaz-MT), Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt).

De acordo com a presidente da comissão e representante da Sedec, Paula Luciana Silva, o Plano de Desenvolvimento é uma oportunidade para setor se estruturar.

“Estamos planejando a consolidação do setor, identificando a trajetória e desafios a serem superados. E com o apoio das diversas entidades vamos traçar um plano para aumento do valor agregado, parametrizar a qualidade dos produtos e capacitar mão de obra. Além de buscar por mercados potenciais (locais, nacionais e internacionais), realizar a troca de conhecimento e inovação entre os integrantes do APL”, exemplifica a presidente.

Leia Também:  Dois homens e uma mulher que atuavam no armazenamento e distribuição de drogas são presos em Rondonópolis

Conforme o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, todos os setores produtivos têm obtido atenção por parte do Governo do Estado. “Esse tipo de ação demonstra o quanto o Estado está à disposição para ser o interlocutor no processo de melhoria e auxílio aos empresários do ramo do vestuário”.

O plano foi solicitado pelo Sindicato das Indústrias de Vestuário, Têxteis, de Fiação e Tecelagem do Estado de Mato Grosso (Sinvest/MT).

Fonte: GOV MT

 

Momento +

Inscrições para eleições do Conselho Estadual de Cultura encerram na segunda-feira (31)

Publicados

em

 

O Conselho Estadual de Cultura (CEC) encerra nesta segunda-feira (31.01) as inscrições para o processo eleitoral que irá eleger os novos representantes da sociedade civil. Tanto os cidadãos interessados nas cadeiras de membros (candidatos) quanto os que quiserem votar (eleitores) precisam se inscrever para participar das eleições. Ao todo, são 14 vagas disponíveis.

Todo processo eleitoral está sendo feito online, com os arquivos do Regimento Eleitoral e formulários disponíveis no site da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel).

Vale lembrar que, na fase de inscrição, é necessário concluir as duas etapas para que o cadastro seja considerado válido. Ou seja, primeiro o interessado acessa o link (candidato ou eleitor) para fornecer os dados iniciais (nome e email). Depois, ele irá receber por email o acesso para o preenchimento do formulário final. Nessa fase, é necessário inserir as informações solicitadas e anexar os documentos exigidos no Regimento Eleitoral. Ao fim, a pessoa recebe uma cópia da ficha de inscrição validada pela Comissão Eleitoral.

Leia Também:  Governo destina R$ 500 mil para 126 entidades sociais através do Programa Nota MT

“Vamos ficar atentos à finalização das duas etapas. Estamos com 200 inscrições no sistema que serão inabilitadas por falta de conclusão. A Comissão eleitoral está enviando email para essas pessoas, e está de plantão para tirar todas as dúvidas e orientar os candidatos e eleitores”, explica o secretário-adjunto de Cultura, Jan Moura.

Inscrições

As inscrições ficam abertas até segunda-feira (31.01). Para participar, tanto como eleitor quanto como candidato, é necessário ter pelo menos 18 anos de idade, comprovar efetiva contribuição na área cultural e ser residente em Mato Grosso.

Cada pessoa terá direito a dois votos, um para segmento cultural e outro para território. Vale ressaltar que tanto o eleitor quanto o candidato só poderá votar e/ou pleitear a vaga relacionada à sua área artística de atuação, ou no território onde reside.

As 14 vagas são divididas entre os seguintes segmentos culturais: artes cênicas, patrimônio histórico e cultural, artes visuais, cultura tradicional e étnico-cultural, humanidades, música e rede de Pontos de Cultura.

Também estão distribuídas entre os territórios mato-grossenses: Cuiabá, Juruena, Paraguai-Guaporé, Vermelho, Teles Pires e Araguaia. Os municípios que compõem as regiões estão descritos nos anexos do Regimento Eleitoral.

Leia Também:  Ouvidoria Geral do Município atinge a marca de 95% das demandas respondidas em 2021

O Conselho

Regulamentado pela Lei 10.378/2016, o Conselho Estadual da Cultura é um órgão colegiado vinculado à Secel. Com o objetivo de estabelecer diretrizes e prioridades para o desenvolvimento da política pública cultural em Mato Grosso, o CEC tem competência deliberativa, normativa, consultiva e de fiscalização.

Ao todo, é composto por 28 membros e suplentes, sendo 14 deles os representantes dos segmentos culturais e territórios mato-grossenses, e outros 14 os conselheiros indicados pelo Poder Público.

Serviço

Processo eleitoral do Conselho Estadual de Cultura

Período de inscrição: até às 17h do dia 31 de janeiro de 2022

Formulário Eleitor: https://formularios.cultura.mt.gov.br/index.php/144224

Formulário Candidato: https://formularios.cultura.mt.gov.br/index.php/843574

A equipe do Conselho Estadual de Cultura também está fazendo atendimento online para orientar e tirar dúvidas, por meio de um chat, disponibilizado no link do formulário de inscrição.

Informações: [email protected] e (65) 3613.0207 / 0231

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA