Momento +

Após uma semana preso no cadeião de custódia acusado de roubalheira Conselheiro do TCE MT pede para fazer faxina no presídio

Publicados

em

Após uma semana preso no Centro de Custódia da Capital (CCC), o conselheiro afastado do TCE/MT, Waldir Teis(foto), pediu para que fosse inserido na escala de trabalho dentro da unidade prisional.

A solicitação foi feita diretamente ao diretor do CCC, Ewerton Santana Gonçalves, que ficou de analisar o pedido. Caso seja acatado, Waldir Teis poderá trabalhar na limpeza, na horta ou na cozinha do Centro de Custódia.

O conselheiro está em isolamento, onde permanecerá até a próxima segunda-feira (13). O procedimento é padrão e segue o protocolo da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e do Ministério da Saúde, para presos recém-chegados às unidades prisionais.

Apesar da cautela, o conselheiro não tem qualquer sintoma que leve à suspeita de infecção pelo novo coronavírus. Após este período, Teis permanecerá na Sala de Estado Maior, que fica dentro do CCC.

Estado Maior

O local é parecido com um quarto, não possui grades e fica aberto o dia todo. Dentro tem beliches, TV, ventiladores e banheiro. Cabem até cinco pessoas no máximo.

A Sala de Estado Maior é o local onde pessoas com prerrogativa de foro são levadas em caso de prisão temporária. Ou seja, antes do cumprimento da pena.

Leia Também:  Polícia Militar realiza solenidade de troca de comando do 3º Batalhão nesta sexta (24) no CPA IV, em Cuiabá

Esta estrutura é prevista dentro da legislação brasileira. Ela foi criada com o objetivo de receber advogados, magistrados e membros do Ministério Público.

Governador, deputados e conselheiros de Tribunal de Contas também possuem prerrogativas para ficarem detidos neste local.

Prisão

Waldir Teis foi preso preventivamente no dia 1º de julho em consequência da 16º fase da Operação Ararath, quando foi flagrado pela Polícia Federal amassando e rasgando vários cheques para colocar em uma lata de lixo.

As imagens que foram base para a prisão preventiva determinada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) mostram o exato momento em que um agente federal encontra o conselheiro tirando várias folhas de cheques do bolso e os colocam na lata do lixo.

O conselheiro aparece saindo do escritório e descendo as escadas em alta velocidade. Porém, Waldir Teis não percebe que um policial federal o acompanhava.

O MPF investiga o patrimônio dos conselheiros desde 2017, quando o ex-governador Silval Barbosa firmou delação premiada e confessou que havia selado um acordo com membros do TCE-MT para que ele pagasse R$ 53 milhões a título de propina em 2013. O pagamento foi efetuado para impedir que os conselheiros investigassem as obras da Copa do Mundo de 2014.

Leia Também:  Projeto de João Batista segue para Redação Final e garante independência da pessoa com deficiência visual

 
Otavio Ventureli(com assessoria SSP)

Momento +

PM impede furto a agência bancária e prende suspeito em flagrante na Capital

Publicados

em

 

Neste domingo (26.09), policiais do 9° Batalhão prenderam um homem de 30 anos por tentativa de furto a uma agência bancária, em Cuiabá.Na ação, a Polícia Militar apreendeu um caixa repleta de ferramentas.

Durante a madrugada, por volta das 3 horas, os policiais foram acionados via 190 por vizinhos da agência bancária, localizada na Avenida Fernando Corrêa, bairro Chácara dos Pinheiros. Os comunicantes relataram à polícia que estavam ouvindo  barulhos de pessoas caminhando em cima do telhado do banco. De imediato, os policiais foram até o local e identificaram um homem saindo de lá com uma caixa de papelão em mãos.

Abordado, o supeito alegou que a caixa que estava em suas mãos continha latinhas de cobre. Porém, os policiais verificaram que ele possuía uma mochila contendo diversas ferramentas.

Dentre as ferramentas na mochila, a PM apreendeu esmerilhadeira, 84 discos para corte de aço, extensão de energia (30 metros), lanterna, celular e chips telefônicos. O homem alegou que encontrou a caixa com as ferramentas nas proximidades da agência bancária.

Leia Também:  Orçamento anual de 2022 será debatido em audiência pública na segunda-feira; instrumento pelo qual o governo detalha as receitas a serem arrecadadas

O suspeito recebeu voz de prisão. A PM constatou que o suspeito já tem passagem por roubo, furto e lesão corporal.

O suspeito foi conduzido para a Central de Flagrantes. A ocorrência foi entregue para a Polícia Judiciária Civil.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA