Momento +

Conselho Estadual de Cultura prorroga inscrições para eleição de novos membros

Publicados

em

O Conselho Estadual de Cultura (CEC) prorrogou para até 02 de janeiro de 2022 as inscrições de candidatos a novos membros do órgão. São 14 vagas para titulares e 14 para suplentes, abertas para o período de 2022 a 2026. O processo eleitoral inclui também a seleção dos eleitores que vão participar da votação.

Para a participar, tanto como candidato quanto eleitor, é necessário ter pelo menos 18 anos de idade, comprovar efetiva contribuição na área cultural e ser residente em Mato Grosso. Todo processo eleitoral será feito online, desde as inscrições até a votação dos novos conselheiros.

O acesso para os formulários poderão ser acessados no Regimento Eleitoral, disponível no site da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), que também descreve todos os requisitos necessários para a participação, previstos nas leis do Sistema Estadual da Cultura (10.362) e do Conselho Estadual de Cultura (10.378).

Cada pessoa terá direito a dois votos, um para segmento cultural e outro para território. Vale ressaltar que, tanto o eleitor quanto o candidato a conselheiro, só poderá votar e/ou pleitear a vaga relacionada à sua área artística de atuação (artes cênicas, artes visuais, cultura tradicional e étnico-cultural, humanidades, música, patrimônio histórico e cultural, rede de Pontos de Cultura) ou no território onde reside (Cuiabá, Juruena, Paraguai-Guaporé, Vermelho, Teles Pires e Araguaia). Os municípios que compõem as regiões estão descritos nos anexos do Regimento Eleitoral.

Leia Também:  Governo suspende visitas e adota medidas de prevenção em unidades penais de MT

O período de votação será de 08 de fevereiro a 02 de março de 2022, com divulgação do resultado final em 11 de março do ano que vem.

CANDIDATOS

ELEITOR

PRÉ-REQUISITOS

Idade mínima 18 anos

Idade mínima 18 anos

2 anos de residência em Mato Grosso

2 anos de residência em Mato Grosso

4 anos de experiência na área cultural pleiteada

2 anos de experiência na área cultural pleiteada

O Conselho

Regulamentado pela Lei 10.378/2016, o Conselho Estadual da Cultura é um órgão colegiado vinculado à Secel. Com o objetivo de estabelecer diretrizes e prioridades para o desenvolvimento da política pública cultural em Mato Grosso, o CEC tem competência deliberativa, normativa, consultiva e de fiscalização.

Ao todo, é composto por 28 membros e suplentes que representam os segmentos culturais, os territórios mato-grossenses e o Poder Público. Os representantes do Poder Público são indicados por órgãos estaduais e organizações de classe, previstos na Lei 10.378.

Mais informações

Todas as informações sobre o processo eleitoral podem ser acessadas no site da Secel.

Leia Também:  Serviço de vistoria veicular é ampliado em Mato Grosso

A Secel disponibiliza um chat no formulário para que os interessados  possam tirar dúvidas e receber orientações. Outros contatos disponíveis são o e-mail [email protected] e telefones (65) 3613.0207 / 0231.

Fonte: GOV MT

 

Momento +

Rádio Assembleia amplia programação em 2021 e prepara novidades para 2022

Publicados

em

Programa Lugar de Mulher

Foto: Ronaldo Mazza

Com três programas totalmente novos e três repaginados, a Rádio Assembleia 89,5 FM encerrou o ano de 2021 com grande produção. Atualmente, a rádio conta com 17 programas em sua grade, que abordam diferentes assuntos e estilos musicais, além das transmissões ao vivo e notícias sobre as atividades realizadas no Legislativo Estadual.

A superintendente da Rádio Assembleia, Tatiana Medeiros, afirma que o resultado positivo é fruto do comprometimento e profissionalismo de todos os integrantes da equipe.

“Devido à pandemia da Covid-19, nós tivemos que nos adaptar e conseguimos fazer isso muito bem. Desde 2020, a equipe passou a trabalhar de forma híbrida e manteve a mesma agilidade e dinamismo. A rádio não só manteve toda a sua produção de conteúdo, como ainda colocou no ar vários programas novos”, destaca.

Entre as estreias de 2021, está o “Balança Mato Grosso”, que foi ao ar em outubro. O programa é exibido todas as sextas-feiras, às 13h, e apresenta diferentes ritmos musicais. Seu comando fica por conta de Felippe Botelho, servidor da Assembleia Legislativa e professor de dança.

O programa “Pela Ordem” estreou em novembro. Apresentado pelos jornalistas Thayana Bruno, Bruno Pini, Lucky Marlon e Laurindo Neto, servidores da ALMT que se revezam em duplas, a nova atração exibe semanalmente informações e reportagens sobre as ações realizadas pelo Parlamento estadual, além de entrevistas com deputados estaduais e pessoas envolvidas em trabalhos e discussões que estão ocorrendo no momento.

Leia Também:  Governo de MT distribui 101 mil testes para detecção da Covid-19 aos 141 municípios

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O “Pela Ordem” vai ao ar toda sexta-feira, às 20h, logo após a Voz do Brasil. “O programa faz um resumo, uma análise, do que aconteceu durante a semana na Assembleia Legislativa, com a cobertura das comissões, audiências públicas e sessões plenárias”, explica o gerente da Rádio Assembleia, Eduardo Ferreira.

O “Arquivo Musical” é outra novidade na programação da Rádio Assembleia 89,5 FM. O programa estreou em dezembro e faz uma revisitação ao passado musical. “São músicas antigas que nunca envelhecem, músicas de qualidade, que são eternas”, ressalta Ferreira.

Produzido por Paulo de Tarso e apresentado por Edson Pires, o “Arquivo Musical” vai ao ar todas as sextas-feiras, às 20h30, e sábados, às 13h.

Repaginados – Em 2021, alguns programas que já faziam parte da programação passaram por mudanças de perfil ou ampliação. É o caso do “Sons de Mato Grosso”, que antes era exclusivamente radialístico e, após grande sucesso e aceitação do público, também passou a ser transmitido pela TV Assembleia, com a exibição de videoclipes e entrevistas com músicos do estado.

Leia Também:  Governador: "Estamos trabalhando para que MT seja uma das 10 melhores educações do país"

O programa “Gol a Gol” também passou por uma restruturação e agora é exibido todas as sextas-feiras, às 12h. Já o “Lugar de Mulher”, apresentado por Tatiana Medeiros e Hend Santana, teve seu tempo de duração ampliado. Para acompanhá-lo, basta sintonizar a Rádio Assembleia 89,5 FM, todas as sextas-feiras, às 11h.

“Nós avaliamos o desenvolvimento do programa e a aceitação do público. Felizmente, todos os programas estão dando certo e aí vamos aumentando a carga horária deles”, explica Tatiana Medeiros.

Programação ampliada – Em 2021, a Rádio Assembleia 89,5 FM, que integra a Rede Legislativa de Rádio, encabeçada pela Rádio Câmara, da Câmara dos Deputados, otimizou o tempo destinado à programação local.

Às sextas-feiras são exibidos 11 programas regionais, que, juntos, somam quase 15 horas de transmissão. Aos sábados, a programação regional se estende das 6h às 20h, com a transmissão de 13 programas.

2022 – Este ano, a parceria com a TV Assembleia será ampliada, com a transmissão de outros programas no formato rádio/TV, como o “Lugar de Mulher”.

A estreia de um programa voltado ao lambadão mato-grossense e a ampliação do programa “Pela Ordem” são outras possibilidades que já estão sendo analisadas.

Além disso, a Rádio Assembleia, assim como a TV Assembleia, fará a cobertura completa das Eleições 2022, com transmissões ao vivo.

Fonte: ALMT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA