Momento +

Coritiba lamenta o empate com o rival Athletico em 0 x 0 no Couto Pereira e permanece na última posição da zona da confusão do Brasileiro

Publicados

em

O Coritiba não conseguiu deixar a lanterna do Campeonato Brasileiro. Neste sábado(09), recebendo o Athletico-PR em clássico realizado no Couto Pereira, pela 29ª rodada da competição, o Coxa até foi melhor, criando as principais chances de gol, mas não conseguiu aproveitá-las, tendo de se conformar com o empate sem gols com o Furacão.

Com o resultado, o Coritiba foi a 22 pontos, se mantendo na última colocação da tabela. O Botafogo, que vem logo à frente, com 23 tentos, pode abrir quatro de vantagem caso vença o clássico contra o Vasco da Gama, primeiro clube fora da zona de rebaixamento.

O Athletico-PR, por sua vez, não pode reclamar do resultado. Pela falta de eficiência ao longo dos 90 minutos do clássico deste sábado(09), o empate sem gols saiu barato para a equipe comandada por Paulo Autuori, que perdeu uma boa oportunidade de se fortalecer na briga por uma vaga na Copa Libertadores da próxima temporada.

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

 

Leia Também:  Ministério lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Momento +

Deputados ouvem explicação de Allan Porto sobre processo seletivo

Publicados

em

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O secretário de Estado de Educação (Seduc), Allan Porto, esteve reunido na manhã desta quarta-feira (1º), na presidência da Assembleia Legislativa, com deputados para explicar o edital de processo seletivo para contratos temporários de professores, que será realizado pelo governo para o ano letivo de 2022.

Allan Porto, de acordo com o deputado Wilson Santos (PSDB), afirmou que para o certame foram inscritos 42 mil candidatos. Segundo o parlamentar, as inscrições foram realizadas para os polos regionais e não mais por municípios.

“Estou estupefato com a quantidade de inscritos. Nesse caso há mais chance de o candidato ser chamado para trabalhar. O polo regional é como jogar um jogo triplo na loteria, você tem mais chance de ser chamado”, disse Santos.

Wilson Santos informou que o secretário descartou qualquer possibilidade de o governo realizar a prova de títulos para o processo seletivo. Em relação aos pedagogos aprovados no concurso de 2017, de acordo com Wilson Santos, não serão chamados porque as séries iniciais serão repassadas à responsabilidade dos municípios.

Leia Também:  Oficinas culturais ofertadas pela Prefeitura de Sorriso encerram atividades de 2021

Contrário à posição tomada pelo governo do estado sobre o processo seletivo, o deputado Lúdio Cabral (PT) apresentou um Projeto de Decreto Legislativo nº 11/2021, que susta o edital para o Processo Seletivo Simplificado de formação de cadastro de reserva. O seletivo é para professor, técnico administrativo educacional (TAE) e apoio administrativo educacional (AEE).

“O edital do governo está carregado de erros e de ilegalidades. A Assembleia Legislativa não pode cair na conversa da Seduc. O Parlamento precisa aprovar o PDL e anular o edital e, com isso, começar tudo do zero, por meio do processo de contagens de pontos tradicionais”, disse Cabral.

Segundo o petista, “isso pode ser aprimorado, sem custo algum para a Seduc. É preciso anular o edital e a Seduc realizar a seleção dos interinos por meio de processo de contagens de votos. Espero que a Assembleia Legislativa não caia na conversa mole da Seduc”, disse Lúdio Cabral.

O Projeto de Decreto Legislativo, de autoria de Lúdio Cabral, está na ordem do dia de hoje (1º) para discussão e votação. Na Comissão de Trabalho e Administração Pública, de acordo com Cabral, o projeto recebeu parecer para tramitação em dispensa de pauta. Mas para que seja aprovado em Plenário, tem que ter pelo menos 13 votos favoráveis dos deputados.

Leia Também:  Comissão geral debate PEC que fixa piso dos agentes comunitários de saúde
Fonte: ALMT

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA