Momento +

Defesa de adolescente que matou Isabele Guimarães no Aphaville em Cuiabá entra com novo recurso agora no Supremo Tribunal Federal

Publicados

em

A defesa da adolescente B.O.C., filha do Empresário Marcelo Cestari(foto), entrou com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar suspender o cumprimento antecipado da sentença e colocá-la em liberdade.

A garota, que é praticante de tiro esportivo, está internada no Complexo do Pomeri, em Cuiabá, desde 19 de janeiro pela morte da amiga Isabele Guimarães Ramos.

Dois habeas corpus, um no Tribunal de Justiça de Mato Grosso e outro no Superior Tribunal de Justiça,  já foram negados à atiradora. Ela foi sentenciada à pena máxima aplicada a menores de idade, que pode chegar a três anos de internação em instituição socioeducativa. A situação dela deve ser revista a cada seis meses, conforme a decisão da juíza Cristiane Padim, da 2ª Vara Especializada da Infância e Juventude de Cuiabá.

No STF, a defesa tem a seu favor que o Plenário decidiu em novembro de 2019 que “ninguém poderá ser preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente, em decorrência de sentença condenatória transitada em julgado ou, no curso da investigação ou do processo, em virtude de prisão temporária ou prisão preventiva”. Assim, a garota não poderia cumprir a sentença de maneira antecipada, como determinado pela juíza.

Leia Também:  Bafão do Chifre: Homem desesperado tenta matar a tiros o namorado de sua namorada ao descobrir traição; ruim de pontaria, errou o alvo

Contudo, a reclamação feita pela defesa de B.O.C. foi distribuída ao ministro Edson Fachin. No julgamento que decidiu pelo cumprimento da pena somente após o trânsito em julgado, Fachin fez parte da corrente que votou pela prisão a partir de condenação em 2ª instância.

Na segunda (25), o ministro pediu informações à juíza Cristiane Padim e deu prazo de 10 dias para resposta sobre os argumentos utilizados na sentença.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com rdnews)

 

Momento +

Família emite nota pede orações para o Deputado estadual Sílvio Fávero que continua entubado em UTI da Amecor na capital infectado pelo Covid

Publicados

em

O deputado estadual MT Silvio Fávero  continua internado no Hospital Amecor em Cuiabá com complicações da covid-19.

Ele segue intubado, segundo boletim médico, divulgado nesta segunda-feira (8), às 10h00. O quadro do parlamentar é estável.

“Vamos sair dessa!” Com muita fé em Deus e com essas palavras, sempre confiante antes de ser intubado, o deputado estadual Silvio Fávero segue internado num hospital particular da Capital, com o mesmo quadro estável de ontem”, diz a nota divulga pela assessoria de imprensa do deputado.

“Familiares e amigos estão unidos em oração pela melhora do amigo, pai, marido, filho Silvio Fávero, que tem como uma das suas principais marcas o amor pelo trabalho e a alegria de viver. Todas as orações são importantes e bem-vindas não só para o amigo Silvio como para todas as famílias que estão vivenciando o agravamento do quadro de COVID-19, neste momento de colapso dos sistemas de saúde em todo país! UNIDOS NA FÉ: Pedimos a todos uma corrente de oração para nosso Silvio Fávero”, diz a nota.

Leia Também:  Apresentado esta semana como novo técnico do Inter, Angel Ramirez chama clube gaúcho de Ferrari e quer espetáculo nas competições

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA