Momento +

Emenda beneficiará agricultura familiar em Guiratinga e Rondonópolis

Publicados

em

 

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

Os prefeitos de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (SD), e de Guiratinga, Waldeci Barga Rosa (DEM), receberam maquinários e equipamentos que vão atender a agricultura familiar, na última sexta-feira (8), no Ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá. Os benefícios foram adquiridos mediante recursos de emenda parlamentar do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) e entregues pelo governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Agricultura Familiar (Seaf).

“Eu fico satisfeito em poder contribuir com a agricultura familiar. Em Rondonópolis foi um pedido feito pelo secretário municipal de Agricultura, Adilson Naboreiro, e em Guiratinga, foi a vereadora Fabiana Rocha (DEM). São maquinários e equipamentos que vão atender os assentados e pequenos produtores rurais”, posiciona o parlamentar.

Com avereadores da Câmara de Vereadores de Rondonópolis e a esposa Neuma de Morais, o prefeito José Carlos do Pátio recebeu uma carreta com engate para micro-trator e um trator de 50 cv. “Eu quero, junto com a minha esposa e a bancada de vereadores que vieram aqui, agradecer o deputado Delegado Claudinei pela emenda para Rondonópolis. Eu agradeço, a Câmara e o pequeno produtor agradecem, muito obrigado por ajudar Rondonópolis!”, declarou o gestor municipal.

Leia Também:  PRF apreende 360 kg de pasta base de cocaína na cidade de Nobres-MT

Já Barga Rosa estendeu o seu agradecimento ao parlamentar, como, também, a vereadora Fabiana que apresentou a necessidade de um perfurador de solo. “Esse perfurador vai atender a agricultura familiar. Agradeço de coração! É uma ajuda muito importante para podermos atender os pequenos produtores de Guiratinga”, disse o prefeito.

Programa – A gestão estadual realiza a entrega de máquinas e equipamentos por meio do Programa Mais MT, com investimentos de R$ 106 milhões para a Seaf e R$ 103 milhões à Secretaria de Infraestrutura de Mato Grosso (Sinfra) que totaliza um montante de R$ 209 milhões.

Fonte: ALMT

Momento +

Projetos do Case Cuiabá contribuem na ressocialização de adolescentes em conflito com a lei

Publicados

em

 

“A nossa intenção é tirar os adolescentes do mundo de delitos e apresentar a eles um mundo melhor. Um mundo com perspectiva de vida e uma profissão”, esta é a missão de todas as unidades de internação de menores, que cumprem medidas socioeducativas de Mato Grosso, conforme destaca o diretor de internação masculina do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Cuiabá, Urias Avelino Dantas.

Em busca de fazer valer esta missão, a unidade abre os portões para diferentes parcerias, que possam propiciar a construção de uma nova perspectiva aos adolescentes em conflito com a lei. Atualmente, além das atividades como ensino, esporte e música, os internos também têm aulas de informática, produção e comércio de hortaliças, entre outros.

Este plano vem rendendo resultados positivos, principalmente quando se trata do comportamento dos menores que participam dos projetos. Segundo o diretor, o envolvimento desses adolescentes em delitos dentro da unidade reduziu em 80%, nos últimos anos. “A mudança vai desde a forma de conversar até as maneiras de tratar os servidores da unidade”, comemorou.

Leia Também:  Policiais civis de Barra do Garças participam de apresentação sobre monitoramento de reeducandos em Barra do Garças

Além de introduzir diferentes atividades para tornar a rotina dentro da unidade mais humana, também são realizadas rodas de conversas entre os servidores e os adolescentes para que eles possam identificar um estilo de vida diferente do habitual. “Novos aprendizados, conhecimentos e até uma nova profissão para criar melhor perspectiva de vida e permitir sair do mundo em conflito com a lei e conhecer um mundo melhor”, disse.

Ao contrário do Sistema Penitenciário, nos Centros de Atendimentos Socioeducativos, os internos não são beneficiados com redução do período de medidas restritivas para realizar essas atividades e, mesmo assim, os projetos englobam até 50% dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, mesmo em atividades de manutenção e limpeza da unidade.

Na unidade, a maior parte dos internos está cumprindo medidas socioeducativas por delitos de alto potencial, como atos análogos a homicídio, latrocínio e tentativas. Nem por isso, os servidores deixam de desempenhar seu papel. “Nós estamos tentando fazer algo de melhor e dando a oportunidades para eles serem novos cidadãos. Se a gente conseguir recuperar 40 adolescentes por ano é algo extraordinário’, disse.

Leia Também:  Governo autoriza retorno do público aos estádios de futebol mediante comprovante de vacinação ou teste negativo para Covid

Por isso, o diretor do Case Cuiabá acredita que este número é positivo e deve ser comemorado. “Nós apresentamos um mundo melhor aos adolescentes e eles têm absorvido muito bem essas atividades”.

O resultado positivo só foi possível através de programas e projetos que são desenvolvidos em parceria com outras instituições como Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Prefeitura de Cuiabá e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que oferecem oportunidades para os adolescentes despertarem uma perspectiva totalmente diferente da vivida até antes de entrar na unidade.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA