Momento +

Empaer promove curso com cabaça para mulheres do campo em Alto Boa Vista

Publicados

em

A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), em parcerias com a Secretaria de Agricultura de Alto Boa Vista, desenvolve uma serie de cursos com agricultoras utilizando a cabaça como matéria prima. O objetivo é agregar uma fonte de renda e de integração entre as mulheres do campo da região.

A técnica ensinada com o fruto da árvore coité produz peças pintadas à mão em formato de galinha com características únicas, já que cada cabaça é específica, algumas mais arredondadas, outras mais ovais e alongadas.

De setembro a novembro, participaram do curso 39 agricultoras, uma parte delas da cidade de São Felix do Araguaia por estarem na divisa.

Exemplo da produtora Raquelma Reis Luz, 31 anos, que vive no Projeto de Assentamento Casulo Vida Nova, Boa Esperança, em Alto Boa Vista e fez o curso na sexta-feria (26.11). Ela disse que pretende plantar cabaça em sua propriedade e ter no futuro mais uma renda extra. “Já plantei a semente da cabaça que fiz o meu artesanato. Estou muito feliz pela oportunidade de participar do curso que esperava ansiosamente. Hoje planto para alimentar dois filhos de 06 e 13 anos. O curso me mostrou outras experiências de vida”.

Leia Também:  Aquisição de imóveis e locação de veículos eram utilizadas para lavar dinheiro de organização criminosa

Quem também está contente é a agricultora Elivabeth Francisca do Nascimento, 35 anos. Disse que foi o segundo curso realizado sob assistência técnica da Empaer e que se surpreendeu como domina bem na pintura. “Tudo é técnica e vi que tenho uma mão boa por nunca ter realizado um trabalho com pintura e fiquei surpresa com o resultado. Agora quero aperfeiçoar fazendo novas peças e presentear amigos e familiares e, quem sabe no futuro virar uma fonte de renda”, destaca ela.

Para o mês de dezembro serão mais três turmas no curso, duas em Alto Boa Vista e uma em São Felix do Araguaia.

A extensionista social da Empaer, Daniele Renata Alves Figueiredo, explica que o artesanato de galinha em cabaça é o mais procurado pelas agricultoras da região. Ela destaca que as secretarias de Agricultura ajudam na doação do material como a massa do biscuit, a tinta e os pinceis.

“Na região tem um produtor de cabaça que, em algumas ocasiões, realiza doações e, em outras, vende por um preço simbólico que faz toda a diferença, por ser a matéria prima”.

Leia Também:  Governo faz chamamento público para fomento da bacia leiteira em Mato Grosso

Daniele conta que se aperfeiçoou para realizar o curso depois que notou, durante as assistenciais técnicas, que as agricultoras buscavam opções para interagir entre elas e que seria uma boa opção agregar ao serviço pesado da lavoura, o artesanato. “Com o resultado dos cursos já promovemos eventos em feiras que expusemos os artesanatos, além dos alimentos como doces, derivados do leite e os hortifrutigranjeiro. Tudo que possamos agregar a agricultura familiar é bem-vindo”.

Foto: Empaer

Fonte: GOV MT

 

Momento +

Rádio Assembleia amplia programação em 2021 e prepara novidades para 2022

Publicados

em

Programa Lugar de Mulher

Foto: Ronaldo Mazza

Com três programas totalmente novos e três repaginados, a Rádio Assembleia 89,5 FM encerrou o ano de 2021 com grande produção. Atualmente, a rádio conta com 17 programas em sua grade, que abordam diferentes assuntos e estilos musicais, além das transmissões ao vivo e notícias sobre as atividades realizadas no Legislativo Estadual.

A superintendente da Rádio Assembleia, Tatiana Medeiros, afirma que o resultado positivo é fruto do comprometimento e profissionalismo de todos os integrantes da equipe.

“Devido à pandemia da Covid-19, nós tivemos que nos adaptar e conseguimos fazer isso muito bem. Desde 2020, a equipe passou a trabalhar de forma híbrida e manteve a mesma agilidade e dinamismo. A rádio não só manteve toda a sua produção de conteúdo, como ainda colocou no ar vários programas novos”, destaca.

Entre as estreias de 2021, está o “Balança Mato Grosso”, que foi ao ar em outubro. O programa é exibido todas as sextas-feiras, às 13h, e apresenta diferentes ritmos musicais. Seu comando fica por conta de Felippe Botelho, servidor da Assembleia Legislativa e professor de dança.

O programa “Pela Ordem” estreou em novembro. Apresentado pelos jornalistas Thayana Bruno, Bruno Pini, Lucky Marlon e Laurindo Neto, servidores da ALMT que se revezam em duplas, a nova atração exibe semanalmente informações e reportagens sobre as ações realizadas pelo Parlamento estadual, além de entrevistas com deputados estaduais e pessoas envolvidas em trabalhos e discussões que estão ocorrendo no momento.

Leia Também:  Foragido da Justiça de Sinop é preso pela Polícia Civil em Sorriso

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O “Pela Ordem” vai ao ar toda sexta-feira, às 20h, logo após a Voz do Brasil. “O programa faz um resumo, uma análise, do que aconteceu durante a semana na Assembleia Legislativa, com a cobertura das comissões, audiências públicas e sessões plenárias”, explica o gerente da Rádio Assembleia, Eduardo Ferreira.

O “Arquivo Musical” é outra novidade na programação da Rádio Assembleia 89,5 FM. O programa estreou em dezembro e faz uma revisitação ao passado musical. “São músicas antigas que nunca envelhecem, músicas de qualidade, que são eternas”, ressalta Ferreira.

Produzido por Paulo de Tarso e apresentado por Edson Pires, o “Arquivo Musical” vai ao ar todas as sextas-feiras, às 20h30, e sábados, às 13h.

Repaginados – Em 2021, alguns programas que já faziam parte da programação passaram por mudanças de perfil ou ampliação. É o caso do “Sons de Mato Grosso”, que antes era exclusivamente radialístico e, após grande sucesso e aceitação do público, também passou a ser transmitido pela TV Assembleia, com a exibição de videoclipes e entrevistas com músicos do estado.

Leia Também:  Um passo na frente: Várzea Grande inicia vacina em crianças e prefeito quer ampliar imunização ainda mais

O programa “Gol a Gol” também passou por uma restruturação e agora é exibido todas as sextas-feiras, às 12h. Já o “Lugar de Mulher”, apresentado por Tatiana Medeiros e Hend Santana, teve seu tempo de duração ampliado. Para acompanhá-lo, basta sintonizar a Rádio Assembleia 89,5 FM, todas as sextas-feiras, às 11h.

“Nós avaliamos o desenvolvimento do programa e a aceitação do público. Felizmente, todos os programas estão dando certo e aí vamos aumentando a carga horária deles”, explica Tatiana Medeiros.

Programação ampliada – Em 2021, a Rádio Assembleia 89,5 FM, que integra a Rede Legislativa de Rádio, encabeçada pela Rádio Câmara, da Câmara dos Deputados, otimizou o tempo destinado à programação local.

Às sextas-feiras são exibidos 11 programas regionais, que, juntos, somam quase 15 horas de transmissão. Aos sábados, a programação regional se estende das 6h às 20h, com a transmissão de 13 programas.

2022 – Este ano, a parceria com a TV Assembleia será ampliada, com a transmissão de outros programas no formato rádio/TV, como o “Lugar de Mulher”.

A estreia de um programa voltado ao lambadão mato-grossense e a ampliação do programa “Pela Ordem” são outras possibilidades que já estão sendo analisadas.

Além disso, a Rádio Assembleia, assim como a TV Assembleia, fará a cobertura completa das Eleições 2022, com transmissões ao vivo.

Fonte: ALMT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA