Momento +

Empresário de Lucas do Rio Verde é preso após descumprir medida protetiva

Publicados

em

O acusado preso pela Policia Judiciária Civil de Lucas do Rio verde, por descumprimento de medida protetiva, é empresário do município, que também será autuado por ameaças.

A vitima havia registrado no núcleo de proteção e violência contra a mulher um boletim de ocorrência, solicitando a medida protetiva, que estava sendo descumprida constantemente pelo agressor, que não aceitava o término do relacionamento.

Ainda essa semana, o homem havia entrado na casa da vitima duas vezes, cortando a cerca elétrica, agredindo fisicamente a vitima e fazendo diversas ameaças contra a ex companheira. Quando os policiais chegaram ao local, o agressor já tinha se evadido.

Segundo a denunciante, essa semana ele ainda foi até o local de trabalho da mesma, momento em que ela ligou para a Policia Judiciária Civil, informando que novamente ele estaria descumprindo a decisão judicial. Em uma rápida ação, policiais se deslocaram ao referido local e lograram êxito em capturar o homem, que agora segue a disposição da justiça.

Como houve o descumprimento das medidas, não caberá fiança ao acusado pelas autoridades policiais,  somente autoridade Judicial.

Leia Também:  Secretaria de Educação de Cuiabá promove palestra sobre combate à violência contra a mulher

Momento +

Projetos do Case Cuiabá contribuem na ressocialização de adolescentes em conflito com a lei

Publicados

em

 

“A nossa intenção é tirar os adolescentes do mundo de delitos e apresentar a eles um mundo melhor. Um mundo com perspectiva de vida e uma profissão”, esta é a missão de todas as unidades de internação de menores, que cumprem medidas socioeducativas de Mato Grosso, conforme destaca o diretor de internação masculina do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Cuiabá, Urias Avelino Dantas.

Em busca de fazer valer esta missão, a unidade abre os portões para diferentes parcerias, que possam propiciar a construção de uma nova perspectiva aos adolescentes em conflito com a lei. Atualmente, além das atividades como ensino, esporte e música, os internos também têm aulas de informática, produção e comércio de hortaliças, entre outros.

Este plano vem rendendo resultados positivos, principalmente quando se trata do comportamento dos menores que participam dos projetos. Segundo o diretor, o envolvimento desses adolescentes em delitos dentro da unidade reduziu em 80%, nos últimos anos. “A mudança vai desde a forma de conversar até as maneiras de tratar os servidores da unidade”, comemorou.

Leia Também:  Sema-MT atende tuiuiú ferido por linha de pesca em Barão de Melgaço

Além de introduzir diferentes atividades para tornar a rotina dentro da unidade mais humana, também são realizadas rodas de conversas entre os servidores e os adolescentes para que eles possam identificar um estilo de vida diferente do habitual. “Novos aprendizados, conhecimentos e até uma nova profissão para criar melhor perspectiva de vida e permitir sair do mundo em conflito com a lei e conhecer um mundo melhor”, disse.

Ao contrário do Sistema Penitenciário, nos Centros de Atendimentos Socioeducativos, os internos não são beneficiados com redução do período de medidas restritivas para realizar essas atividades e, mesmo assim, os projetos englobam até 50% dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, mesmo em atividades de manutenção e limpeza da unidade.

Na unidade, a maior parte dos internos está cumprindo medidas socioeducativas por delitos de alto potencial, como atos análogos a homicídio, latrocínio e tentativas. Nem por isso, os servidores deixam de desempenhar seu papel. “Nós estamos tentando fazer algo de melhor e dando a oportunidades para eles serem novos cidadãos. Se a gente conseguir recuperar 40 adolescentes por ano é algo extraordinário’, disse.

Leia Também:  ARSEC realiza audiência pública para debater revisão extraordinária do contrato dos serviços públicos de água e esgoto

Por isso, o diretor do Case Cuiabá acredita que este número é positivo e deve ser comemorado. “Nós apresentamos um mundo melhor aos adolescentes e eles têm absorvido muito bem essas atividades”.

O resultado positivo só foi possível através de programas e projetos que são desenvolvidos em parceria com outras instituições como Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Prefeitura de Cuiabá e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que oferecem oportunidades para os adolescentes despertarem uma perspectiva totalmente diferente da vivida até antes de entrar na unidade.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA