Momento +

“Estamos preparados para receber, fazer a logística e distribuir a vacina aos municípios”, garante governador

Publicados

em


O governador Mauro Mendes afirmou que o Estado de Mato Grosso está devidamente preparado para “receber, fazer a logística e distribuir a vacina” contra a covid-19, que deverá ser recebida do Governo Federal.

Em entrevista à rádio CBN Cuiabá, na manhã desta quarta-feira (14.01), o gestor relatou que chegou a tentar adquirir vacinas, a exemplo da Pfizer e da desenvolvida pelo Butantan, mas ambas só estão sendo negociadas com a União.

“O Plano Nacional de Imunização é coordenado pelo Governo Federal. A vacina do Butantan foi totalmente reservada pelo Governo Federal. Eu tentei comprar a vacina Pfizer, mas a empresa informou que só trata da vacina com os governos federais. A Pfizer me respondeu oficialmente, por meio de seu diretor. A previsão é que até o final do mês inicie a distribuição das vacinas”, afirmou.

Mauro Mendes explicou que todas as providências para a vacinação já estão sendo devidamente tomadas junto à Secretaria de Estado de Saúde e aos demais órgãos do Governo de Mato Grosso.

“Isso não é uma coisa nova, porque várias vacinas já têm essa mesma logística. Estamos preparados para receber, fazer a logística e distribuir aos municípios. Temos mais de 3 milhões de seringas no estoque da secretaria e já fizemos licitação e compramos mais. Para essa largada, já dá para vacinar muita gente se tivermos a vacina enviada pelo Governo Federal”, garantiu.

Leia Também:  Bêbada e fora de sí mulher acusa amigo da família de tê-la estuprada enquanto dormia; homem fugiu mas foi preso pela Polícia Militar

Conforme o governador, a logística da vacinação seguirá o Plano Nacional de Imunização, ou seja, priorizando os profissionais de saúde, grupos de risco e, após, toda a população.

Porém, o chefe do Executivo alertou a população a continuar tomando as medidas necessárias para frear o avanço do vírus.

“Parte da população está agindo como se nada tivesse acontecendo. A máscara todo mundo está usando, mas esse distanciamento necessário não está sendo seguido e isso está aumentando a proliferação desse vírus que tanto mal já trouxe. Alguns estão na onda do negacionismo. Estamos trabalhando para evitar que haja colapso na Saúde. Mas o sistema público tem limite”, orientou.

Fonte: GOV MT

Momento +

De olho na vaga: Deputado Eduardo Botelho garante que tem apoio de 18 colegas para postular cadeira no Tribunal de Contas do Estado

Publicados

em

Apesar de ter negado qualquer intenção de ocupar o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas (TCE-MT), o presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho(foto) disse nesta terça-feira (18), que pelo menos 18 deputados estaduais apoiam sua ida para o órgão.

De acordo com Botelho, um levantamento realizado pela deputada estadual e vice-presidente da AL, Janaina Riva aponta para ‘torcida’ do democrata. O conselheiro afastado do TCE, Waldir Teis, entrou com pedido de aposentadoria em dezembro de 2020.

O requerimento encontra-se em tramitação no TCE, sob relatoria do presidente da Corte de Contas, Guilherme Antônio Maluf. Caso seja aprovado no TCE, o pedido ainda passará pelo governador Mauro Mendes .

“Esse não é o meu sonho, não é meu desejo. Acho que na Assembleia Legislativa, eu acho que posso ajudar muito mais”, disse em entrevista à rádio CBN. Segundo o chefe do Legislativo, o governador nunca teria pedido para que ele deixasse a Casa de Leis. Com a saída de Botelho, o comando da Casa de Leis ficaria aos cuidados da deputada.

Leia Também:  Polícia Civil investiga morte de fazendeiro encontrado sem vida com tiro na cabeça na entrada de sua propriedade; criminoso fugiu

“Evidentemente, ele deve querer mesmo porque eu estou lá fazendo o melhor, não é porque ele não confia na Janaina, time que está ganhando não se mexe. Ele [governador] falou assim: se você for, realmente, me avise com antecedência, deixou em aberto para eu ir”, comentou.

Os planos do deputado, contudo, ainda não estão completamente definidos. Isso porque o parlamentar não descartou tentar se eleger mais uma vez para o parlamento estadual, mas revelou a possibilidade de voos maiores no futuro, ao lado do governador Mauro Mendes.

“Talvez eu possa me candidatar à reeleição, mas talvez eu possa ser vice do governador Mauro Mendes em 2022, tudo é possível”, declarou.

Botelho ainda citou o nome de outros deputados estaduais que estariam interessados na vaga no TCE, dentre eles os deputados Dilmar Dal Bosco, Sebastião Rezende, Dr. João e Wilson Santos .

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA