Momento +

Governador Mauro Mendes viaja à Brasília para definir composição com o Presidente Jair Bolsonaro

Publicados

em

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (União) embarca para Brasília nesta quarta-feira (3) para participar de uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro (PL) e lideranças empresariais do agronegócio mato-grossense.

Em entrevista à imprensa nesta terça-feira (2), MM confirmou a agenda no Palácio Planalto como uma viagem institucional.

No entanto, o encontro deve ser decisivo para sacramentar as articulações eleitorais para as eleições de 2022 e seu projeto de reeleição.

“Amanhã eu tenho algumas reuniões de trabalho em Brasília na parte da manhã. No final da tarde eu devo participar do encontro com o presidente. Eu fui convidado, mas não sei o conteúdo dessa reunião”, disse para a imprensa.

O encontro articulado pelo senador Wellington Fagundes (PL) ocorre dois dias antes da convenção do União Brasil em Mato Grosso, marcado para essa sexta-feira (5).

Apesar de evitar comentar das articulações políticas, Mendes e seu grupo político buscam sacramentar a composição da chapa governista.

Até o momento, o governador apenas definiu que repetirá a dobradinha com o vice-governador Otaviano Pivetta (Pepublicanos).

Leia Também:  Vereador orienta população que aguarda procedimento cirúrgico a contatar a Central de Regulação

No entanto, a composição para o Senado segue sendo o quebra-cabeça nas articulações e também envolve a coligação com Partido Liberal (PL), legenda do presidente.

Nesse contexto, Mendes segue defendendo um palanque aberto com vários candidatos ao Senado.

O assunto, inclusive, deve ser discutido na reunião com Bolsonaro, que já deixou claro sua repulsa pela proposta.

Em meio ao atual cenário, a expectativa é de que a composição seja oficializada com uma chapa entre Mauro Mendes, Otaviano Pivetta e o senador Wellington Fagundes (PL) juntamente com o apoio do chefe da República. 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria e GD)

Momento +

Sinal Vermelho em Lucas do Rio Verde: como usar o sinal diante de situações de violência doméstica

Publicados

em

 

Os casos de violência contra a mulheres e vulneráveis  têm chamado atenção nos últimos dias no municipio de Lucas do Rio Verde em Mato Grosso. Com objetivo de acabar com esse tipo de crime  a campanha nacional do Sinal Vermelho, a Prefeitura de Lucas do Rio Verde, por meio da Secretaria de Assistência Social e Habitação, realizaram uma reunião na última quarta-feira (16)com comerciantes e forças de segurança para encontrar  maneiras de como agir e evitar as situações de violência contra a mulher.

Durante a  reunião para tratar da campanha Sinal Vermelho  a primeira-dama e secretária de Assistência Social e Habitação, Janice Ribeiro,  destacou a importância  de as empresas participarem da campanha e a  preparação dos colaboradores  para ajudar as vítimas quando necessário.A Campanha ensina que as mulheres devem fazer o sinal “X”  com batom vermelho, ou à lápis, ou riscar um X em qualquer  palma da mão ou em um pedaço de papel, o que for mais fácil, para que a pessoa treinada reconheça que aquela mulher foi vítima de violência doméstica e, assim, acione a Polícia Militar.

Leia Também:  Ações sustentáveis: Hoje 18 de agosto é comemorado o dia Nacional do Campo Limpo

Em apenas uma semana já foram registrados 3 casos de estupro no munícipio de Lucas do rio Verde.   Na última quarta-feira um homem de 33 anos  foi preso  em Lucas do Rio Verde no bairro Jardim das Palmeiras em Mato Grosso  por suspeita de cometer o crime de estupro contra a enteada e uma sobrinha.   As investigações apontam que ele cometia o abuso contra a enteada de 16 anos,  desde os 12 anos e a sobrinha que tem 13 anos foi abusada uma vez pelo homem. O delegado Paulo Cesar Brambila Costa, responsável pelo Núcleo de Proteção a Mulher, Criança e Idosos explicou que foram realizados procedimentos necessários junto ao Poder Judiciário para o suspeito fique em prisão preventiva para a finalização das investigações. De acordo com a polícia  o suspeito teria feito ameaças contra os familiares das vítimas.  O homem não possui passagens pela polícia e foi conduzido à delegacia.

A campanha Sinal Vermelho é um meio alternativo e seguro de denunciar o agressor, e a proposta da campanha é a união de toda a sociedade para ajudar a combater esse tipo de crime que muitas vezes poderia ter outro final,  com um pequeno sinal a mulher pode conseguir salvar a vida.

Leia Também:  Operação Força Total das Polícias em Sorriso MT prossegue até o fim do mês com buscas apreensões e prisões

Por Cássia Santos

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI