Momento +

Governo de MT apoia hackathon internacional realizado pela Nasa para solucionar problemas de impacto mundial

Publicados

em

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso (Seciteci-MT), por meio da Superintendência de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação, apoiará o ‘NASA International Space Apps Challenge’, o maior hackathon do mundo, que acontecerá no final de semana dos dias 2 e 3 de outubro em formato virtual. As inscrições estão abertas e poderão ser feitas até o dia 2 AQUI.

O evento que está no 10º ano é organizado pela Agência Espacial Americana, em parceria com outras 9 agências, incluindo a Agência Espacial Brasileira. As transmissões serão realizadas simultaneamente em mais de 80 países, incluindo o Brasil.

A superintendente de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação da Seciteci, Lectícia Figueiredo, explica que participação no desafio é totalmente gratuita e, em Cuiabá, o evento conta com a participação de mentores e jurados do ecossistema de inovação do Estado.

“Cuiabá não poderia ficar de fora dessa maratona incrível, então a Seciteci com o apoio do MT Ciências e do Parque Tecnológico, em parceria com a comunidade Legal Hackers Cuiabá, apoiará o evento com suporte aos participantes e premiações aos times vencedores. Portanto a expectative é que mais equipes participem”, falou.

A bióloga Camila Barbosa, que integra a equipe do MT Ciências, ressalta a importância deste evento para a popularização da ciência no Estado.

“Ter essa maratona de inovação acontecendo aqui em Cuiabá favorece o aprendizado da cultura do empreendedorismo e também o desenvolvimento local, pois esses tipos de eventos favorecem a criação de novos negócios na cidade e no Estado”, diz.

Leia Também:  Casamento Abençoado reunirá mais de mil casais em cerimônia no dia 10 de outubro

Serão 48h para resolver de forma colaborativa, utilizando dados abertos da NASA e das agências espaciais, grandes desafios para problemas de impacto na Terra e no espaço. Estes desafios foram divulgados na página global do evento AQUI.

O Space Apps foi desenvolvido pela incubadora de inovação da Agência Espacial Americana, a NASA, e para esta edição, mais de 15 cidades no Brasil se uniram com a missão de fomentar o empreendedorismo, ciência e inovação aberta para contribuir para a transformação da educação, formando assim a comunidade Space Labs.

Com o envolvimento de instituições de ensino, instituições de fomento à inovação e empresas líderes na área de tecnologia e inovação, a comunidade busca facilitar a visibilidade e o acesso a grandes oportunidades mundiais para os talentos brasileiros, além de proporcionar a todos os participantes uma experiência única e transformadora.

O desafio é para estudantes, cientistas, designers, storytellers, engenheiros, físicos, artistas e pessoas movidas pela curiosidade e com disposição para resolver problemas. Quanto maior a diversidade, mais relevante será a comunidade e as soluções criadas.

É com o envolvimento de instituições de ensino, instituições de fomento à inovação e empresas líderes na área de tecnologia e inovação, que a comunidade busca facilitar a visibilidade e o acesso a grandes oportunidades mundiais para os talentos brasileiros, além de proporcionar a todos os participantes uma experiência única e transformadora.

Leia Também:  Várzea Grande e Acorizal podem ser beneficiados com indicações para melhorar a infraestrutura de comunidade da zona rural

Desafios:

A primeira decisão do participante é definir qual desafio pretende compreender melhor para propor uma solução e para isso poderá criar seu próprio projeto, atrair ou buscar participantes com competências complementares ou mesmo buscar por projetos que já tenham equipe e assim colaborar com os diversos papeis que exigem o trabalho em equipe.

Os participantes têm a possibilidade de trabalhar com Inteligência Artificial, Aprendizado de Máquina, Aplicativos, Organização de Dados, Jogos, Aplicações Científicas e Espaciais, dentre outras tecnologias e maneiras inovadoras de usar a criatividade e uso colaborativo de dados para criar soluções de impacto, testando hipóteses para problemas que afetam a humanidade.

Premiação:

As equipes apresentam o seu projeto para um comitê local, onde são selecionados até 3 projetos por cidade. Os vencedores concorrem na etapa global e serão avaliados pela banca de experts da NASA.

Os melhores projetos recebem a premiação global de assistir nos Estados Unidos ao lançamento de um foguete e apresentar o seu projeto na NASA.

No Brasil:

O Brasil vem tendo ótimos resultados em edições anteriores. Em 2020, estudantes de Campinas e Limeira tiveram destaque mundial. Dentre 26.165 participantes em 80 países, o projeto Where’s Carbon sobre redução da emissão de carbono, pertencente à equipe Tech Footprint, foi finalista global e o único em todo o Brasil a receber menção honrosa global neste desafio.

Fonte: GOV MT

Momento +

Governo entrega 104 títulos de regularização fundiária no aniversário de Diamantino

Publicados

em

 

No aniversário de 293 anos da cidade de Diamantino (181 km de Cuiabá), o Governo de Mato Grosso, por meio do Instituto de Terras (Intermat) entregou 104 títulos urbanos aos moradores do Bairro Novo Diamantino. A entrega foi neste sábado (18.09), em uma solenidade com o presidente da autarquia Francisco Serafim, o prefeito Manoel Loureiro e demais autoridades.

“O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes determinaram que estivéssemos aqui no aniversário da cidade para entregar este presente aos moradores residentes no Bairro Novo Diamantino que aguardam há anos por este documento. É um prazer trazer essa alegria, neste importante dia de comemoração”, declarou o presidente do Intermat.

O morador Jair Stvaneli, acompanhando da esposa Isabel Stvaneli, explicou não teria condições de ter acesso ao título, pois o rendimento que recebe com seu trabalho de caminhoneiro não é suficiente para pagar pelo documento, mas que o programa de regularização fundiária do Estado garantiu legitimidade do seu imóvel, com documentação registrada em cartório.

“Moro aqui há 33 anos, sou caminhoneiro e não teria como pagar pelo título, pois ficou complicado conseguir garantir um rendimento extra que eu pudesse investir na escritura. Temos um excelente governador, o senhor Mauro Mendes trabalha pela nossa sociedade, a prova disso está aqui nas minhas mãos, tenho o documento do meu imóvel”, disse morador.

Leia Também:  Várzea Grande e Acorizal podem ser beneficiados com indicações para melhorar a infraestrutura de comunidade da zona rural

É importante destacar que o Intermat realiza todas as etapas do processo regularização conforme determina a lei. Por isso, dos 104 títulos entregues, 14 foram totalmente gratuitos, sendo que os demais; 90 documentos são necessários o pagamento das taxas. Todos terão acesso ao documento devidamente registrado em cartório.

Para o prefeito do município, Manoel Loureiro, a chegada do título no dia do aniversário da cidade representa um novo momento na vida dos moradores. “É o melhor presente entregue à nossa população, pois estamos tornado este cidadão proprietário legal da sua residência. Só tenho que agradecer ao Estado que tem realizado todos os esforços para garantir a regularização fundiária aqui e nos demais munícipios de Mato Grosso”, afirmou o gestor .

Com Imóvel escriturado o cidadão pode ser considerado proprietário legal, podendo realizar a venda ou reformar com ajuda de custo ofertado pelo crédito imobiliário ofertado pelos Bancos, usando o bem como garantia.

Sebastião Ferreira de Arruda, foi outro morador beneficiado no processo de regularização. “É uma glória que veio do céu, porque eu estou esperando desde 1992 e nunca chegava. Entrava e saia gestão e nada de resolver isso, mas agora estou com meu documento aqui”.

Leia Também:  Gestão Emanuel Pinheiro demonstra bom poder de articulação e reúne em evento ministra e mais cinco representantes do Governo Federal

De acordo com o diretor de Regularização Urbana do Intermat, Robinson Pazzeto, a entrega desta primeira remessa é apenas o início de muitas outras que ainda serão realizadas pela autarquia. A metá é entregar mais de mil novos títulos em trabalho conjunto com a gestão municipal.

“Este aqui é um trabalho de parceria, graças a Deus os gestores dos municípios de Mato Grosso acreditam no Intermat e os termos de cooperação para os trabalhos têm dado muito certo – este é o resultado final, entrega de títulos.  Aqui, a Prefeitura de Diamantino desempenhou um bom trabalho, só temos que agradecer a todos. Ainda devem ser entregues cerca de 1.500 títulos”, explicou Pazzeto.

Saiba quais são os bairros com processo de regularização em andamento

Cohab Serra Azul; (77) títulos, Cohab Nossa Senhora da Conceição Morumbi (51), Jardim Alvorada (51), São Benedito (114), Bairro da Ponte (93), Jardim Primavera (4), Bairro Pedregal (329), Bela Vista (40) e Progresso (350).

Também participaram da entrega dos títulos em Diamantino a deputada federal, Rosa Neide, o chefe jurídico do Intermat, Dr.Klismahn Santos do Monte, a servidora Iza Karol Gomes Luzardo Pizza, vereadores e moradores.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA