Momento +

Governo Federal autoriza reabertura gradual de parques nacionais para visitantes

Publicados

em

Foto: Ministério do Turismo/Divulgação


Observando todas as medidas de prevenção contra a Covid-19, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) autorizou na última semana a reabertura para visitação de quatro parques nacionais: Aparados da Serra e Serra Geral, no Rio Grande do Sul, o de Brasília e o de Foz do Iguaçu (PR).
A retomada das atividades nestes locais deverá respeitar as determinações legais estabelecidas pelos governos estaduais e/ou municipais. Entre as medidas essenciais para a reabertura estão o uso de máscara e a disponibilização de álcool 70%.
Em Brasília, o Parque Nacional foi reaberto nesta segunda-feira (15.06) com algumas restrições. Dentre elas, a redução no número de visitantes, limitado a 300 pessoas por dia, respeitando o espaçamento mínimo de dois metros entre elas.
Além disso, o local não cobrará ingressos pelos próximos 30 dias e não permitirá o uso das piscinas, assim como a visitação da Trilha Capivara. A expectativa é de que a partir do 31º dia até o 60º dia de abertura, o número de visitantes passe para 400 pessoas, e do 61º dia em diante, a visitação volte ao limite regular.
No Rio Grande do Sul e no Paraná, as unidades de conservação estão abertas desde a semana passada. O número de visitantes destes parques deverá ser reduzido até o limite de 40% de sua capacidade de público, também observando o distanciamento entre as pessoas.
A venda de ingressos deverá ser realizada online, além de serviços e agendamentos. As medidas também devem ser realizadas pelos prestadores de serviços, agências e operadores de turismo que atuem nestes parques.
Desde o mês de março, as atividades de visitação nos parques nacionais e demais unidades de conservação foram suspensas, devido à pandemia do novo coronavírus.
MOVIMENTO – Por falar em retomada, a Secretaria de Turismo do Distrito Federal e as entidades do setor no DF se uniram para promover a campanha #juntosporbrasilia #juntospeloturismo. O objetivo da ação para garantir uma retomada rápida e robusta do Turismo na capital federal. Além de um vídeo, já veiculado pelas redes sociais, o movimento se reunirá em cinco grupos temáticos de trabalho para buscar soluções de curto, médio e longo prazos para a retomada econômica dos segmentos que formam o setor do Turismo.
(Com informações do Ministério do Turismo)

Leia Também:  Grupo de Fronteira GEFRON apreende 250 Kg de drogas em Porto Esperidião MT e causa prejuízos de mais de 4 milhões de reais aos traficantes

Momento +

MPE MT abre inquérito civil para investigar abandono no antigo pronto socorro de Cuiabá onde falta de tudo um pouco segundo médicos

Publicados

em

O promotor de Justiça, Alexandre Guedes, abriu inquérito civil para investigar possível omissão dentro do antigo Pronto-Socorro de Cuiabá, que se tornou o hospital referência da Covid-19 na capital.

O inquérito foi aberto contra a secretaria municipal de Saúde, após denúncia de médicos junto ao Ministério Público Federal (MPF) e que fora compartilhado com o MP estadual.

De acordo com a portaria assinada no dia 8 de setembro, os médicos que atuam no antigo Pronto Socorro, o local “encontra-se sem condições para o exercício ético da profissão por inúmeras dificuldades de trabalho, bem como falta de exames, insumos e equipamentos necessários ao tratamento dos casos de COVID-19 (Coronavírus)”, diz trecho do documento.

“Inquérito Civil para apurar os motivos e adotar as providências cabíveis diante da suposta omissão e/ou negligência da Secretária de Saúde em adotar medidas preventivas à segurança dos serviços médicos no antigo Pronto Socorro de Cuiabá, Hospital de referência da COVID na Capital”, completa o promotor.

As denúncias de falta de insumos e medicamentos no antigo Pronto Socorro, já vem sendo feita há meses. O governo do Estado chegou a denunciar a gestão Emanuel Pinheiro (MDB), sob acusação de que recebeu R$ 41,4 milhões  do Governo Federal para o combate ao coronavírus, e que teria fechado alguns leitos de UTIs exclusivos para o atendimento a pacientes com covid.

Leia Também:  Com seu nome confirmado para Prefeito na convenção partidária Miguel Vaz recebe elogios de lideranças políticas de Lucas MT

Cuiabá chegou a receber R$ 168,987 milhões de ajuda do governo federal em relação ao pacote de socorro aos estados e municípios.

 

Otavio Ventureli(com ascom)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA