Momento +

Irmão da atiradora que matou Isabele com um tiro no rosto afirma em depoimento que a maleta das armas não foi guardada após a tragédia

Publicados

em

O irmão da menor que atirou em Isabele Ramos(foto) deu uma versão diferente daquela que ela disse em depoimento da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Diferente da irmã, o adolescente, que faz parte dos trigêmeos, disse durante a reconstituição na noite do crime que a maleta das armas não foi guardada logo após o disparo que matou Isabele. A informação consta no laudo da reconstituição da cena do crime.

A menor que atirou em Isabele dentro do banheiro da suíte, na noite de 12 de julho, disse aos policiais que assim que seu irmão e o namorado da irmã gêmea chegaram ao banheiro ela “correu até o closet do quarto da mãe para guardar o case e as armas no armário”.

No entanto, durante a reconstituição do crime o irmão e cunhado da menor afirmaram que quando ouviram os gritos no banheiro e subiram até a suíte a maleta com as duas armas estava sobre a escrivaninha no quarto. E o case não estava nas mãos da menor, como alegado em depoimento, segundo laudo da reconstituição do crime.

Leia Também:  José Medeiros pode responder criminalmente por acusações contra Secretário da Casa Civil de MT e outras autoridades do Palácio Piaguás

Durante a reprodução simulada, o irmão da menor também afirmou que ao chegar no banheiro a encontrou “pulando e gritando ‘Bel, Bel, Bel’ (…) gesticulava com as duas mãos abertas vibrando na altura do rosto, demonstrando desespero”, diz trecho do laudo.

Outro fator que reforça que a maleta não estava no banheiro foi a ausência de sangue no item. Foram realizados exames com reagente químico luminol na parte externa e interna do case, sem que fossem encontrada presença de sangue.

Isabele Guimarães Ramos, 14, foi morta com um tiro no rosto quando estava na casa da melhor amiga, uma adolescente de também 14 anos. A amiga alegou que o disparo que matou Isabele foi acidental, no entanto, o inquérito da Polícia Civil concluiu que o homicídio foi doloso, ou seja, com intenção de matar.

 

Otavio Ventureli(da redação com GD)

Momento +

Cartórios eleitorais de MT começam a funcionar nos fins de semana e feriados para atender demandas relacionadas as eleições de novembro

Publicados

em

Os cartórios eleitorais de Mato Grosso darão plantão em finais de semana e feriado a partir deste  sábado (26) para atender as demandas relativas ao pleito eleitoral deste ano.

Os eleitores irão votar para escolher prefeitos, vereadores e até um senador para a vaga deixada pela ex-juíza Selma Arruda, cassada por cometimento de crimes eleitorais.

A partir dessa data, os prazos dos processos relativos à eleição e candidaturas não serão mais suspensos aos finais de semana e feriados.

Essa também é a data limite para que os partidos políticos e coligações requererem o registro de seus candidatos, prazo que se encerra às 19h, assim como requererem o direito a veicular a sua propaganda eleitoral por meio de rádio e televisão.

Já a partir deste  domingo (27), estará liberada a propaganda e campanha eleitoral pela internet, com carros de som e distribuição de material gráfico, os famosos santinhos.

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Leia Também:  Bom Futuro e Amaggi da família do ex-Governador Blairo Maggi, faziam negócios com fazendas investigadas por incêndios no Pantanal
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA