Momento +

Levantamento realizado pelo IBGE aponta que em Cuiabá existem 19.400 imóveis construídos em loteamentos irregulares

Publicados

em

Um levantamento do IBGE mostrou que Cuiabá tem 19,4 mil casas em ocupações ilegais na zona urbana. Chamadas de invasões, comunidades ou loteamentos irregulares, esses aglomerados subnormais – segundo definição do IBGE – correspondem a 9,7% dos domicílios da Capital, a 8ª menor taxa entre as capitais.

Dos mais antigos aos mais novos, Cuiabá tem diversos bairros fruto de ocupação ilegal. Entre os 40 aglomerados registrados pelo IBGE estão o Despraiado, 1º de Março, Parque Cuiabá, Nova Esperança, Santa Terezinha, Três Barras(foto) e Pedregal.

Algumas começaram como invasões, outras com a mudança após grandes chuvas, mas, em comum, está a falta da escritura do imóvel, o que permite vender através de um financiamento e também conseguir crédito facilitado para reformas.

Dos aglomerados subnormais da Capital o maior é o Ribeirão do Lipa, na região oeste – margem direita do córrego da Prainha -, com 2.036 casas. O segundo maior é o bairro Paraíso, na região norte – Grande Morada da Serra -, com 1.861 residências registradas pelo IBGE.

Leia Também:  Conselheiras tutelares de Lucas do Rio Verde recebem capacitação até 21 de janeiro

Mesmo com as grandes ocupações, Cuiabá também tem pequenos aglomerados, como o Jardim Mariana, na região oeste, com 27 casas, e o Jardim Gramado, no sul da Capital – Coxipó -, com 30 residências.

 
Otavio Ventureli(com assessoria)

Momento +

Espaço Cidadania da ALMT mantém atendimento suspenso devido à situação epidemiológica atual

Publicados

em

Quando retomados, os atendimentos presenciais serão realizados mediante agendamento prévio

Foto: Ronaldo Mazza

Como forma preventiva no enfrentamento da situação epidemiológica atual, os atendimentos e agendamentos para serviços disponibilizados pelo Espaço Cidadania da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) seguem suspensos. Segundo a ouvidora-geral da Assembleia Legislativa, Uecileny Fernandes, a Leninha, a medida é temporária e leva em consideração o aumento da média móvel de casos da covid-19 no país e na cidade, bem como o surto de gripe ocasionado pelo vírus Influenza. “Logo que possível os atendimentos serão retomados mediante agendamento prévio”, adiantou.

A decisão, ela explica, foi tomada pensando no bem-estar e na saúde dos cidadãos e dos servidores da Casa. “O sistema de saúde tem enfrentado novamente uma superlotação, sendo assim, a suspensão dos atendimentos é necessária para ajudar conter a disseminação destas doenças”, avalia.

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso havia retomado os atendimentos ao público no Espaço Cidadania em outubro do ano passado, com restrições de acesso e cumprindo protocolos de biossegurança. O setor conta com posto da Politec, para confecção de carteiras de identidade, além da Defensoria Pública, do Procon e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT). Para todos eles o atendimento vinha sendo realizado mediante agendamento prévio. “Assim que forem retomados os atendimentos presencias essa medida ainda será mantida”, adiantou a ouvidora-geral. O uso de máscaras e o distanciamento social também deverão ser observados. “O objetivo é garantir a organização e o respeito às medidas de biossegurança necessárias para evitar a proliferação dos vírus”.

Leia Também:  Horto Municipal de Lucas abriga estudo com clonagem de banana para agricultura familiar

O único serviço disponível é a entrega dos documentos que já estão prontos. Para isso basta comparecer com comprovante em mãos para retirada dos mesmos.

Agendamentos Espaço Cidadania – Conforme estabelece a Resolução Administrativa nº 48/2021, os atendimentos ao público externo ocorrerão das 7h às 17h. No caso da confecção de carteira de identidade e Defensoria Pública, o agendamento deve ser feito pelo telefone (65) 3313-6529, com limite de até 100 atendimentos diários. Os interessados nos serviços do Procon devem ligar para (65) 3313-6528. Para o Detran, o agendamento deve ser feito pelo site oficial do órgão, para acessar clique aqui.

Para mais informações para sobre os serviços oferecidos e documentos necessários para emissão de RG clique aqui.

Fonte: ALMT

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA