Momento +

MT recebeu 35 mil doses para vacinar crianças de 6 meses a 5 anos contra Sarampo no Estado

Publicados

em

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começou nesta segunda-feira (07) em todos os postos de saúde do Brasil. Mato Grosso recebeu 35.000 mil doses para campanha que, neste ano, será dividida em duas etapas.

Na primeira fase, de 07 a 25 de outubro, crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade serão imunizadas; o “Dia D” de vacinação ocorrerá em 19 de outubro. Já na segunda etapa, prevista para iniciar em 18 de novembro, serão vacinados adultos de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia.

“Até o momento, não há nenhum caso confirmado de sarampo em Mato Grosso, o último caso identificado foi há 19 anos. Por isso, nós conclamamos a população para a importância da vacinação contra o sarampo e contamos com o apoio dos profissionais da saúde para atingirmos maiores níveis de cobertura vacinal”, declarou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

A vacina para crianças de seis meses a menores de um ano não integrava o calendário básico de vacinação do país, mas, em decorrência de essa faixa-etária ser mais suscetível a casos graves e óbitos, foi necessária a ampliação do público-alvo como medida preventiva.

Leia Também:  Processo licitatório para a construção de trincheira na Avenida Miguel Sutil em frente ao Círculo Militar foi autorizado por Emanuel Pinheiro

“Nesta primeira etapa, o que se pretende é buscar as crianças de 6 a 12 meses que não têm a vacina. Neste momento, foi estabelecida a vacinação para elas, justamente por apresentarem um agravamento quando adoecem”, ressalta a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), Alessandra Moraes.

Conforme explica a gestora, além das doses para a campanha, o Estado ainda conta com 40.000 doses para rotina. A vacina tríplice viral é a forma mais segura de prevenir o sarampo, protegendo também contra a rubéola e a caxumba. Contudo, a coordenadora destaca que está não é uma vacinação indiscriminada.

“É uma vacinação com avaliação do cartão vacinal, ou seja, os pais vão procurar a unidade de saúde e a unidade vai avaliar o cartão da criança. Se a criança já tiver tomado as duas doses, como preconizado, ela não vai precisar ser vacinada novamente, mas se ela recebeu somente uma dose ou nenhuma, vai ser necessário receber a vacina”, explica.

Propaganda

Momento +

Série B: Arbitragem desatrosa marcou a vitória do Náutico sobre o Botafogo na tarde deste domingo nos Aflitos em Recife; alvinegros protestaram

Publicados

em

Em um jogo movimentado, bem disputado e com boa dose de polêmica, o Náutico venceu o Botafogo nos Aflitos, por 3 a 1, neste domingo, pela quinta rodada da Série B.

Desta forma, o Timbu segue líder isolado, com 100% de aproveitamento – gols marcados por Pedro Castro (contra), Jean Carlos e Paiva. Botafogo marcou com Felipe Ferreira e perde invencibilidade na competição.

O Náutico segue líder isolado da Série B, com 100% de aproveitamento e 15 pontos em cinco partidas – são cinco de vantagem para o Operário, segundo colocado. Enquanto isso, o Botafogo está no G-4, com 8 pontos.

O Náutico volta a jogar na próxima quarta-feira, às 16h, no Estádio do Café, contra o Londrina. Já o Botafogo encara o Sampaio Corrêa, sábado, no Castelão.

No lance que deu origem ao primeiro gol do Náutico, a bola tocou no jogador Hereda do time pernambucano e o árbitro, erroneamente, marcou escanteio.

O segundo pênalti marcado a favor do Náutico também gerou reclamação botafoguense. Hereda foi derrubado por Paulo Victor na área quando a bola já havia saído. O árbitro, equivocadamente, marcou pênalti

Leia Também:  Série B: Em jogo realizado nesta sexta no Estádio Bento Freitas Brasil de Pelotas vira em cima do Goiás e consegue sua primeira vitória
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA