Momento +

Mato Grosso têm o gás de cozinha mais caro do Brasil; botijão chega custar R$ 130, R$ 37,83 mais caro que a médica nacional.

Publicados

em

As cidades de Alta Floresta (803 km ao norte de Cuiabá) e Sorriso (420 km ao norte da Capital) têm o gás de cozinha mais caro do Brasil, como apontam dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Vendido a R$ 130, o botijão de GLP nos municípios custa até R$ 37,83 mais caro que a médica nacional.

Conforme o boletim semanal divulgado pela ANP, que levou em consideração o intervalo entre os dias 11 e 17 de julho, os estados do Centro-Oeste registram valores máximos de venda do gás acima da média do país.

Ao todo, em Mato Grosso foram pesquisados 74 postos de venda de gás de cozinha, distribuídos entre as cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Sorriso, Cáceres e Alta Floresta.

Em Cuiabá, 42 postos de revenda foram consultados, sendo registrada uma média de R$ 107,43 para o valor de venda do produto. A alta do valor do produto na Capital tem impactado diretamente a vida de quem depende do produto, a exemplo da empreendedora Meire Regina Nascimento dos Santos.

Leia Também:  PM prende suspeitos de sequestrar e matar ex-jogador de futebol

Moradora do bairro Jardim Vitória, Meire trabalha com produção e venda de bolos e doces e relata ter sofrido com a alta dos preços. Segundo a empreendedora, os aumentos constantes dos custos com gás cozinha fez com que ela tivesse que reinventar sua forma de sustento.

Meire aponta que, além dos doces, trabalhava com marmitas, mas se viu forçada a abandonar a tarefa com a alta dos preços do botijão, da carne e de outros produtos. Hoje, produzindo apenas os bolos, ela cita que precisa dividir o uso do gás de cozinha com o forno elétrico para conseguir cobrir os custos da produção.

“Só está aumentando. O combustível não para de subir e o gás de cozinha acompanha. Eu trabalho com forno elétrico e, por causa disso, consigo fazer durar (o gás) até 25 dias. Isso tem um custo médio de R$ 100 por mês”, disse a empreendedora.

Momento +

Governo entrega 104 títulos de regularização fundiária no aniversário de Diamantino

Publicados

em

 

No aniversário de 293 anos da cidade de Diamantino (181 km de Cuiabá), o Governo de Mato Grosso, por meio do Instituto de Terras (Intermat) entregou 104 títulos urbanos aos moradores do Bairro Novo Diamantino. A entrega foi neste sábado (18.09), em uma solenidade com o presidente da autarquia Francisco Serafim, o prefeito Manoel Loureiro e demais autoridades.

“O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes determinaram que estivéssemos aqui no aniversário da cidade para entregar este presente aos moradores residentes no Bairro Novo Diamantino que aguardam há anos por este documento. É um prazer trazer essa alegria, neste importante dia de comemoração”, declarou o presidente do Intermat.

O morador Jair Stvaneli, acompanhando da esposa Isabel Stvaneli, explicou não teria condições de ter acesso ao título, pois o rendimento que recebe com seu trabalho de caminhoneiro não é suficiente para pagar pelo documento, mas que o programa de regularização fundiária do Estado garantiu legitimidade do seu imóvel, com documentação registrada em cartório.

“Moro aqui há 33 anos, sou caminhoneiro e não teria como pagar pelo título, pois ficou complicado conseguir garantir um rendimento extra que eu pudesse investir na escritura. Temos um excelente governador, o senhor Mauro Mendes trabalha pela nossa sociedade, a prova disso está aqui nas minhas mãos, tenho o documento do meu imóvel”, disse morador.

Leia Também:  Governo entrega 104 títulos de regularização fundiária no aniversário de Diamantino

É importante destacar que o Intermat realiza todas as etapas do processo regularização conforme determina a lei. Por isso, dos 104 títulos entregues, 14 foram totalmente gratuitos, sendo que os demais; 90 documentos são necessários o pagamento das taxas. Todos terão acesso ao documento devidamente registrado em cartório.

Para o prefeito do município, Manoel Loureiro, a chegada do título no dia do aniversário da cidade representa um novo momento na vida dos moradores. “É o melhor presente entregue à nossa população, pois estamos tornado este cidadão proprietário legal da sua residência. Só tenho que agradecer ao Estado que tem realizado todos os esforços para garantir a regularização fundiária aqui e nos demais munícipios de Mato Grosso”, afirmou o gestor .

Com Imóvel escriturado o cidadão pode ser considerado proprietário legal, podendo realizar a venda ou reformar com ajuda de custo ofertado pelo crédito imobiliário ofertado pelos Bancos, usando o bem como garantia.

Sebastião Ferreira de Arruda, foi outro morador beneficiado no processo de regularização. “É uma glória que veio do céu, porque eu estou esperando desde 1992 e nunca chegava. Entrava e saia gestão e nada de resolver isso, mas agora estou com meu documento aqui”.

Leia Também:  Cinco bandas se apresentam em Festival Vendetta de Heavy Metal no Beco do Candeeiro neste sábado (18)

De acordo com o diretor de Regularização Urbana do Intermat, Robinson Pazzeto, a entrega desta primeira remessa é apenas o início de muitas outras que ainda serão realizadas pela autarquia. A metá é entregar mais de mil novos títulos em trabalho conjunto com a gestão municipal.

“Este aqui é um trabalho de parceria, graças a Deus os gestores dos municípios de Mato Grosso acreditam no Intermat e os termos de cooperação para os trabalhos têm dado muito certo – este é o resultado final, entrega de títulos.  Aqui, a Prefeitura de Diamantino desempenhou um bom trabalho, só temos que agradecer a todos. Ainda devem ser entregues cerca de 1.500 títulos”, explicou Pazzeto.

Saiba quais são os bairros com processo de regularização em andamento

Cohab Serra Azul; (77) títulos, Cohab Nossa Senhora da Conceição Morumbi (51), Jardim Alvorada (51), São Benedito (114), Bairro da Ponte (93), Jardim Primavera (4), Bairro Pedregal (329), Bela Vista (40) e Progresso (350).

Também participaram da entrega dos títulos em Diamantino a deputada federal, Rosa Neide, o chefe jurídico do Intermat, Dr.Klismahn Santos do Monte, a servidora Iza Karol Gomes Luzardo Pizza, vereadores e moradores.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA