Momento +

Mulheres no crime: Empresária do roubo condenada por receptação foi presa de novo pela Polícia com 46 celulares roubados e 58 mil reais

Publicados

em

Condenada por receptação qualificada, S.E.N.O., que era proprietária da ‘Central Celular’, em Cuiabá, foi detida pela Polícia Militar com 46 aparelhos celulares sem nota fiscal e R$ 58 mil em seu condomínio, na tarde de quinta-feira (30).

A suspeita foi condenada por receptação em junho deste ano, quando a juíza Silvana Ferrer Arruda, da 5ª Vara Criminal, julgou o caso em que a empresária havia sido presa no ano de 2015 com 250 celulares roubados avaliado em cerca de R$ 300 mil. Com a decisão, a ré foi condenada a três anos de prisão em regime aberto.

Pouco mais de um mês após a decisão condenatória, a mulher foi novamente detida com celulares Iphones, notebooks e Ipads sem nota fiscal. Além disso, a polícia também localizou R$ 58 mil em espécie e dólares no endereço da suspeita.

A PM chegou até a empresária após prender dois homens que tentavam vender um carro Honda City utilizado para furtos. Os militares receberam uma denúncia de que o veículo teria entrado na cidade de Várzea Grande MT e então localizaram o automóvel em uma garagem de compra e vende de carros da cidade.

Leia Também:  Após denúncias de vizinho policiais civis da Delegacia de Homicidios e Proteção a Pessoa DHPP encontram corpo de mulher morta em casa

No local, os agentes localizaram o primeiro suspeito, que tentou disfarças as atividades criminosas fingindo que estaria negociando um carro com outra pessoa. Contudo, a polícia chegou o sistema de câmeras e verificou que o homem entrou na loja com o Honda City.

Além dele, um segundo suspeito também estava no carro. Este outro homem foi localizado dentro de um porta-malas escondido. À polícia, os suspeitos disseram que estavam tentando vender o Honda City, uma vez que o veículo já estaria ‘queimado’ no sistema da polícia.

Os suspeitos também contaram que a venda teria sido ordenada pela mulher, ocasião em que os militares se dirigiram à casa da suspeita e localizaram os aparelhos de origem desconhecida e o dinheiro.

Um boletim de ocorrência foi lavrado pelo crime de contrabando e os suspeitos foram detidos pelos militares. O caso será investigado pela Polícia Civil do município.

COMENTE ABAIXO:

Momento +

Após denúncias de vizinho policiais civis da Delegacia de Homicidios e Proteção a Pessoa DHPP encontram corpo de mulher morta em casa

Publicados

em

Policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já estão investigando mais um caso de uma pessoa encontrada em adiantado estado de decomposição.

O corpo de Nilda Gomes de Souza, de 63 anos, foi encontrado dentro da casa dela, no bairro Cohab São Gonçalo, região do Coxipó, em Cuiabá.

Vizinhos sentiram um odor muito forte, no início da noite desta  segunda-feira (10), e acionaram a Polícia Militar. Segundo os vizinhos, a mulher não era vista há dias no local.

O corpo foi liberado por policiais da DHPP, após a perícia preliminar de local de crime, realizada por agentes Perícia Oficial do Estado (Politec). A Polícia ainda desconhece as causas da morte,  pois o corpo já estava em decomposição.

Aparentemente, não foram detectadas marcas de violência. Os policiais da DHPP vão aguardar o laudo de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) para oficializar as causas da morte.

 

Otavio Ventureli(com PJC)

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Bolsonaro usa o facebook para afirmar que Globo festejou a morte de 100 mil brasileiros por covid 19 como final de Copa do Mundo
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA