Momento +

Operação de Delegacia Ambiental cumpriu nesta quarta-feira(13) mandados judiciais de busca e apreensão em duas fazendas de Mato Grosso

Publicados

em

Equipes da Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema) cumpriram nesta quarta-feira (13.) mandados judiciais de busca e apreensão em duas fazendas no sul do estado, localizadas no município de Itiquira, em Mato Grosso,

Durante o cumprimento dos mandados, os policiais da Dema apreenderam documentos, diversas armas de fogo sem registro, munições e aparelhos celulares. A origem das armas e munições será investigada pela Delegacia de Itiquira.

As buscas são para coletar elementos e embasar inquérito instaurado pela Delegacia de Maio Ambiente que investiga crimes ambientais, especialmente incêndios florestais, ocorridos na região e que supostamente tiveram origem a partir de ações humanas.

As ordens judiciais foram deferidas pelo juízo da Comarca de Itiquira MT.

O inquérito sobre as queimadas ocorridas no município de Itiquira está em andamento e, por enquanto, não há informações que possam ser divulgadas, a fim de não atrapalhar a investigação.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom PJC)

Leia Também:  Cuiabá vence o Paraná em Curitiba na noite desta terça-feira e praticamente assegura sua vaga na Série A do Campeonato Brasileiro em 2021

Momento +

Sem vacina para todos Governador Mauro Mendes considera vazia a discussão sobre a obrigatoriedade da população ser vacinada

Publicados

em

 

A discussão em torno da obrigatoriedade da vacinação contra a covid-19 ainda é vazia, segundo apontou o governador Mauro Mendes(foto), nesta terça-feira (19). Enquanto não houver disponibilidade das doses para todos, não há como falar em obrigatoriedade, defende o democrata.

O primeiro lote, com 125 mil doses, chegou a Mato Grosso na segunda-feira (18). Ao todo, serão imunizadas 62 mil pessoas, inicialmente aplicadas em profissionais da saúde, idosos abrigados em asilos e povos indígenas aldeiados.

A discussão sobre a obrigatoriedade começou com a apresentação do projeto do deputado estadual Eduardo Botelho, que traz sanções para quem não for imunizado. Apesar de não ter ido para votação, a medida já trouxe bastante polêmica.

Porém, segundo o chefe do Executivo estadual, é difícil falar em obrigatoriedade da vacinação, quando há poucas doses disponíveis.

“Como temos uma escassez muito grande, acho que seria inócuo falar em obrigatoriedade. Por enquanto, a vacina é livre, não tem nenhuma recomendação nacional muito menos estadual que seja obrigatória”, defende.

Leia Também:  Juíza que condenou atiradora do Alphaville que matou Isabele Guimarães descreve na sentença que criminosa é fria, hostil e desumana

Com o recebimento das primeiras doses, o governador afirmou que não vai obrigar ninguém a receber o imunizante. Porém, não vai estocar as doses, dado a gravidade da pandemia do novo coronavírus.

“Pessoas que estão dentro daquele grupo prioritário, nós vamos fazer a disponibilidade para tomar a vacina. Se elas não comparecerem ao prazo, não vou ficar estocando vacina não. A fila anda”, adverte.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA