Momento +

Mahon afirma que Contó é vitima de extorsão de suas duas ex-mulheres no valor de 500 mil fruto de relacionamentos infelizes e tóxicos

Publicados

em

O advogado Eduardo Mahon(foto), que assumiu a defesa do colega, Cleverson Contó, acusado de agredir mulheres afirmou que seu cliente está sendo extorquido pelas duas ex-companheiras, Laryssa Moraes e Mariana Vidotto, e que ele possui áudios em que elas pedem R$ 500 mil para que retirem as denúncias de agressão e estupro.

As declarações foram dadas na manhã desta quarta-feira (9), em uma coletiva de imprensa.

Mahon afirmou que as mulheres fizeram das redes sociais uma “arquibancada para linchamento antecipado” e usam de uma “estratégia de patrulhamento e cancelamento não deve ser tolerado tanto quanto a ocorrência de violência doméstica”.

Contó foi acusado pelas duas mulheres de diversas agressões e estupro. Os episódios de agressão do advogado ganharam repercussão após entrevista de duas das duas supostas vítimas. Na ocasião, um delas disse ter desmaiado. Depois disso, diversas vítimas fizeram outros relatos, mas de forma anônima.

Na última terça-feira (9), circulou um vídeo de uma agressão realizada de Contó contra Laryssa Moraes, em que ele a empurra. Para Mahon, no entanto, as imagens estão editadas e não são provas de tudo o que ela diz: “A cena do elevador não é nariz quebrado, não é olho roxo, não é um estupro com pen drive, é muito menos do que isso. Onde estão as outras provas?”, questionou.

Leia Também:  Governo de Mato Grosso demite Secretário adjunto da Casa Civil preso em flagrante pelo GAECO no Palácio Paiaguás acusado de corrupção

O advogado afirmou, ainda, que tem mais de vinte e cinco áudios, que enviou para a delegacia e para o Ministério Público, tanto das mulheres tentando o extorquir, quanto de Mariana convocando outras mulheres a denunciá-lo. “Existem provas que revelam uma articulação muito mais preocupante do que simples… não vou dizer simples, mas um desentendimento que causou uma eventual agressão no elevador”, afirmou.

Segundo o advogado, o relacionamento com Laryssa Moraes redundou num “triângulo amoroso”, e o de Mariana Vidotti, “foi tão breve, que dele só me resta um questionamento sério sobre a convocação de outras mulheres para que as mesmas deponham sem provas, os pedidos para gravação de atos íntimos, é a reiterada perseguição do doutor Contó”.

Para Mahon, falta provas. “Quando uma mulher é agredida, quebrar o nariz, ter lacerações na vagina sao questões muito graves, você nao conserta um nariz assim. Você faz plásticas, dá entrada em uma clínica particular. Então tem que ter prontuário, tem que ter entrada, disse.

O advogado informou, ainda, que há confissões de dívidas assinadas, com firma reconhecida, por Laryssa, e que uma das motivações das acusações seria para se livrar das dívidas. Para Mahon, Contó foi simplesmente “infeliz de ter entrado em relacionamentos tóxicos, e que vai pagar por isso”.

Leia Também:  Polícia Federal pede quebra de sigilo bancário de supostos envolvidos em caixa 2 durante a campanha de Taques ao Governo de MT em 2014

 

 

Otavio Ventureli(com assessoria)

Momento +

Com a expulsão de Zé Gabriel no inicio do segundo tempo Inter consegue segurar empate contra o São Paulo neste sábado no Beira-Rio

Publicados

em

Inter e São Paulo empataram por 1 a 1 na noite deste sábado(26), no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Colorado saiu na frente, com gol de Galhardo, mas o Tricolor empatou na sequência com Luciano. Os gols foram na etapa inicial.

No segundo tempo, com a expulsão de Zé Gabriel, o jogo virou ataque do São Paulo contra defesa do Inter. Mas os donos da casa conseguiram se segurar, ao mesmo tempo que faltou competência ao time visitante para fazer valer a superioridade numérica.

Inter e São Paulo começaram a partida com muita intensidade. Logo aos dois minutos, o Tricolor, sem aprender com os erros diante da LDU, no meio de semana, errou na saída de bola com Daniel Alves. Galhardo, o artilheiro do Brasileirão, cabeceou após cruzamento da direita, e Volpi defendeu.

O lance, porém, não valeria. Foi marcado impedimento. Aos poucos, o Colorado foi chegando até abrir o placar, aos 19. Moisés acertou lindo cruzamento na cabeça de Galhardo. O atacante subiu entre os zagueiros são-paulinos e cabeceou, sem chance para Volpi.

Leia Também:  Queda de avião militar deixa 22 pessoas mortas outras duas gravemente feridas e quatro desparecidos a maioria de cadetes da Força Aérea

Num primeiro momento, o São Paulo sentiu o gol e pareceu assustado em campo. Mas logo se reencontrou e, aos 25, após cobrança de falta de Reinaldo, Pablo desviou, e Luciano, oportunista, empatou em toque na pequena área. Depois de um período do jogo sem criatividade, o São Paulo volto a levar perigo com Pablo, mas o atacante errou o arremate. O Inter, por sua vez, tentou encaixar contra-ataques. Sem sucesso.

A segunda etapa começou com grande chance desperdiçada pelo São Paulo. Após boa troca de passes entre Reinaldo e Luciano, o atacante achou Tchê Tchê em boa condição. Mas o volante parou na boa defesa de Marcelo Lomba. Com maior volume de jogo, o Tricolor chegou bem de novo aos dez, mas Brenner cabeceou fraco demais o cruzamento de Reinaldo.

O Inter, que já encontrava dificuldade no jogo, ficou em pior condição aos 14 minutos, quando Zé Gabriel levou cartão vermelho por falta dura em Igor Gomes. Nos minutos seguintes à expulsão, o Tricolor teve duas boas chances. Ambas desperdiçadas. Aos 18, Tchê Tchê chutou por cima do gol de fora da área. E, aos 21, em falta perigosa, Daniel Alves mandou na barreira.

Leia Também:  Seis homens estão presos após agredirem uma mulher até ela desmaiar depois que a vítima se recusou a fazer um programa com o grupo

Sem conseguir atacar com perigo, o Inter passou a se fechar na defesa para segurar o empate. E o São Paulo, sem criatividade, não conseguiu fazer valer a superioridade numérica. Nos acréscimos na base da pressão, Marcelo Lomba salvou o Inter da derrota ao fazer grande defesa em cabeçada de Daniel Alves.

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA