Momento +

Mauro Mendes: Pelo segundo mês consecutivo Governo de Mato Grosso paga salários aos seus servidores dentro do mês trabalhado

Publicados

em

Os salários dos servidores públicos estaduais ativos, inativos e pensionistas, relativos ao mês de outubro, estarão disponíveis nesta sexta-feira (30).

O pagamento cumpre o anunciado em setembro pelo governador Mauro Mendes(foto) de pagar o salário dos servidores dentro do mês trabalhado. É o segundo mês consecutivo que isso ocorre na atual gestão e não acontecia desde setembro de 2016.

De acordo com a Secretaria Adjunta do Tesouro Estadual, da Secretaria de Fazenda, a folha liquida do mês de outubro chegou a R$ 484.593.642,87, sendo R$ 309.281.569,27 para ativos e R$ 175.312.073,60 para inativos e pensionistas.

Receberão salários e proventos 111.858 pessoas. Desse total 71.408 são servidores ativos das administrações direta e indireta; 36.053 inativos e mais 4.397 pensionistas.

“Concluímos o fechamento da folha de pagamento e a transmissão ao Banco do Brasil ontem à noite. Os documentos impressos foram enviados para o banco no início da manhã de hoje (29)”, informou a secretária-adjunta do Tesouro Estadual, Luciana Rosa.

Segundo ela, até o meio dia desta sexta-feira, todos os depósitos já terão sido processados pelo Banco do Brasil. O dinheiro estará liberado tanto para quem tem contas no BB, como para aqueles que fizeram portabilidade para outros bancos.

Leia Também:  Inscrições para contratação temporária de professores, técnicos administrativos e apoio começam nesta quinta-feira (03)

 

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

Momento +

PF deflagra 2ª fase da Operação Seguro Fake para apurar fraudes em benefícios de seguro desemprego cumprindo 16 mandados de busca

Publicados

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira, (1/12) a Operação Seguro Fake II, que visa apurar esquema de fraudes ao seguro desemprego, e outros benefícios sociais, no Pará.

Foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária de Belém, a maioria deles relacionados a alvos localizados na cidade de Redenção/PA, sendo um dos  mandados cumprido em Palmas/TO.

A Justiça determinou também a indisponibilidade de bens de quatro alvos, para fins de ressarcimento dos prejuízos causados à Fazenda Pública, que comprovadamente já ultrapassam o valor um milhão de reais.

Os crimes investigados são o estelionato previdenciário (art.171, parágrafo 3, do Código Penal), inserção de dados falsos em sistema de informação (art.313-A do Código Penal) e organização criminosa (art.2, caput, da Lei n° 12850/2013).

 

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

 

 

Leia Também:  Outra: Por ciúmes marido mata esposa com três perfurações de canivete no tórax chama a polícia e confessa o brutal assassinato
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA