Momento +

Levantamento aponta que pelo menos doze estados brasileiros e o Distrito Federal estão com taxa de internação por covid 19 acima de 80%

Publicados

em

 Ao menos 12 estados brasileiros e o Distrito Federal estão com taxas de internação por Covid-19 acima de 80%, nível considerado crítico. São eles: Acre, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Paraná, Pernambuco, Piauí , Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia e Santa Catarina.

E as internações por Covid-19 na rede pública do Brasil cresceram 8,7% em dez dias, segundo levantamento realizado pelo GLOBO, a partir de informações das secretarias estaduais de saúde. São cerca de 28,8 mil pessoas internadas pela doença em leitos de enfermaria e UTI do Sistema Único de Saúde. No dia 12 de fevereiro, eram aproximadamente 26,5 mil internados.

pação é de 78,8%, e em outros três estados o índice está acima de 70%. São Paulo, Amapá e Minas Gerais não informaram a taxa específica dos leitos de Covid-19 da rede pública.

Lígia Bahia, especialista em Saúde Pública da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), explica que a elevada ocupação dos leitos de UTI é como a ponta de um grande iceberg, que nesse caso, representa uma taxa de transmissão do vírus muito alta e seu espalhamento geográfico pelo Brasil.

Leia Também:  Homem é preso por ameaçar desafeto com revólver na porta de delegacia em Alto Garças

— É o que estamos falando desde o início, há uma ausência de bloqueio da transmissão. As novas variantes podem ser mais transmissíveis e potencializar o aumento de casos, mas não explicam esse cenário, que é caracterizado pela abertura de atividades não essenciais de maneira caótica. O repique decorre do aumento da circulação e aglomeração, em transportes coletivos lotados, bares, restaurantes, festas, além do uso eventual e incorreto de máscaras — avalia.

Guilherme Werneck, epidemiologista da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), também destaca a transmissão do coronavírus, que “claramente não está controlada”, e tem sido estimulada pelo contato entre as pessoas.

— Nesse período, que vem desde as eleições municipais do ano passado, depois o final do ano com Natal, ano novo e agora esse período de janeiro em que as pessoas ainda estão tendo muito contato, certamente é um grande fator de estímulo à transmissão. Associado ao relaxamento das políticas locais, com governos e municípios buscando liberar atividades sociais e econômicas no início do ano, isso estimula o contato, e, quando ele se dá com maior frequência, principalmente em ambientes fechados, aumenta a transmissão. Do meu ponto de vista, nesse período estamos colhendo os frutos dessas ações de relaxamento — afirma o epidemiologista.

Leia Também:  Deputado estadual Maxi Russi é eleito Presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso na noite desta terça-feira(23) após decisão do STF

 

 

 

Otavio Ventureli(da redação com oglobo rio)

 

Momento +

Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra autor de homicídio ocorrido em Dom Aquino

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

O autor de um homicídio duplamente qualificado cometido em Dom Aquino (166 km ao sul de Cuiabá), e com mandado de prisão em aberto, foi preso pela Polícia Civil do município de Jaciara, também região sul do Estado, na manhã desta quarta-feira (24.02).

O suspeito de 44 anos estava com a ordem judicial de prisão temporária decretada, pela Justiça da Vara Única da Comarca de Dom Aquino pelo homicídio duplamente qualificado. Ele foi detido ao se apresentar na Delegacia de Polícia de Jaciara, acompanhado de seu advogado.

HOMICÍDIO

O crime contra a vida ocorreu na noite do dia 01 de novembro de 2020, em um balneário de cachoeira na cidade de Dom Aquino. A vítima, Adeusmar Messias Freitas de 54 anos, foi atingida por cinco disparos de arma de fogo.

Conforme apurado pela Polícia Civil o homicídio duplamente qualificado foi motivado por uma disputa antiga entre os envolvidos, em razão do turismo realizado na cachoeira e pelo valor econômico que era gerado no local.

Leia Também:  Governo lança edital para fomentar pesquisa em micro e pequenas empresas de MT

A vítima e o suspeito eram vizinhos pois as respectivas propriedades faziam divisa com o ponto turístico. Diante da desavença o crime foi premeditado e praticado por meio de emboscada e motivo torpe.

PRISÃO

Após cumprimento do mandado de prisão temporária, o suspeito foi ouvido pelo delegado de polícia de Jaciara, Ricardo de Oliveira Franco, e posteriormente colocado à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA