Momento +

PC investiga morte do policial “Fumaça” encontrado morto na noite desta quarta(16) em sua residência; suspeita seria de morte natural

Publicados

em

O policial civil Ademilsom Evangelista da Silva, 42 anos(foto), conhecido como “Fumaça”, foi encontrado morto, em sua residência, na noite desta quarta-feira (16), no bairro Lixeira, em Cuiabá. A suspeita é de que seria uma morte natural.

Policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) informaram que o agente estava há dois dias desaparecido. Na noite desta quarta-feira, amigos de Fumaça foram à residência do policial e o encontraram morto.

Os agentes disseram que o corpo do policial não possuía lesões aparentes, o que indica uma possível morte natural. Informações preliminares apontam que ele teria sofrido um infarto.

O cadáver de Fumaça será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser realizado exame de necropsia, que apontará a causa da morte.

 

 

Otavio Ventureli(com ascom)

Leia Também:  Estudante cuiabana detida no México sem registro de crime cometido tenta voltar ao Brasil após ter permissão de estar no País vencida

Momento +

Com Onyx Lorenzone, Mauro Mendes assinou nesta segunda-feira(28) a adesão ao Programa de Aquisição de Alimentos do Governo Federal

Publicados

em

O governador Mauro Mendes( na foto a direita)  afirmou que, em 2021, o Governo de Mato Grosso vai aportar em dobro os R$ 10,6 milhões recebidos do Governo Federal para a aquisição de alimentos da Agricultura Familiar.

Junto ao ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, Mendes assinou na manhã desta segunda-feira (28) a adesão ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do Governo Federal.

Por meio do programa, agricultores, cooperativas e associações poderão vender seus produtos para o Governo de Mato Grosso, sem necessidade de licitação.

Esses produtos serão destinados pelo Estado às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, à rede socioassistencial, aos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e à rede pública e filantrópica de ensino.

“Esse programa atenderá milhares de agricultores familiares. Em 2021, vamos dobrar esse recurso que o Governo Federal está colocando. Colocaremos recursos do Governo do Estado porque compreendemos a amplitude e, acima de tudo, o resultado que esse programa vai dar. Vamos destinar alimentos para a nossa rede de assistência, para instituições que prestam essa assistência aos mais vulneráveis. Assim como também ampliar a aquisição, contemplando a nossa merenda escolar e tantas outras responsabilidades que o Estado de Mato Grosso tem nessa área”, garantiu Mendes.

Leia Também:  Bandido que participou do tiroteio no Atacadão que culminou na morte de três comparsas é visto em praia no Rio com namorada e amigos

A parceria prevê o aporte de recursos em duas etapas, sendo que na primeira participarão 35 municípios. Serão adquiridas inicialmente 800 toneladas de alimentos, compostos por 89 itens, além de frutas, verduras e legumes. Estão inclusos carne de frango, suína, peixe, castanha do Pará sem casca, polpas de frutas, mel, etc.

“A beleza do programa é que ele vai lá no pequeno e dá dignidade e perspectiva de presente e futuro, pois o alimento do pequeno agricultor tem qualidade. Esse programa vai permitir que todas essas famílias possam ter tranquilidade e garantia de renda”, destacou o ministro Onyx Lorenzoni.

Nesse primeiro momento, serão destinados R$ 3 milhões, de um total de R$ 10,6 milhões. Na 2ª etapa serão injetados mais R$ 2 milhões, enquanto o valor restante será complementado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

“Agradeço ao ministro Onyx e sua equipe por estar aportando esses recursos, que vai se somar com os recursos que o Governo de Mato Grosso vai aportar para aquisição de alimentos. Todos precisam de ajuda, mas o papel do Estado é ajudar principalmente aqueles que mais precisam. Teremos em 2021 o maior investimento na Agricultura Familiar que esse estado já viu”, ressaltou o governador.

Leia Também:  Em pronunciamento à Nação Presidente do TSE afirma que o "vírus" das Fake news nas eleições é "capaz de comprometer, a própria democracia"

Também participaram da reunião: os senadores Jayme Campos e Wellington Fagundes; os deputados federais Neri Geller e Nelson Barbudo; o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho; o deputado estadual Nininho; o secretário especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Sérgio Queiroz; os secretários Mauro Carvalho (Casa Civil) e Silvano Amaral (Agricultura Familiar); e a superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento em Mato Grosso, Franciele Guedes.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA