Momento +

Polícia Militar prende três elementos que estariam tentando jogar com drone celulares e drogas para dentro do Presídio da Mata Grande

Publicados

em

Equipes da 14ª Companhia de Força Tática de Rondonópolis, em Mato Grosso,  prenderam neste domingo (02) três homens por organização criminosa e tráfico de droga.
Eles foram interceptados após denúncia de agentes penais da Penitenciária da Mata Grande, ao tentar jogar celulares e entorpecentes para dentro da unidade prisional.

Inicialmente, os agentes desconfiaram de um GM Astra prata que circulava pela área. Em diligência, o veículo foi parado e dois homens rendidos. Um deles tentou fugir, mas foi impedido.

Os dois confessaram que procuravam um drone utilizado minutos antes para tentar jogar droga e celulares na Penitenciária. Contaram ainda que mais dois homens em uma motocicleta ajudaram na ação criminosa.

Na vistoria no Astra, foram encontrados um controle e duas baterias de drone, diversos celulares, carregadores e chips – tudo embalado e amarrado em carretéis de linha e cabos de aço. Os policiais apreenderam ainda uma balança, porções de maconha, cocaína, além de um dispositivo com um botijão adaptado a um cano de metal e um compressor de ar. O material seria usado para disparar objetos na penitenciária.

Leia Também:  Secretaria de Saúde confirma para esta terça-feira(11) a chegada em MatoGrosso de 17.550 doses de vacina da Pfizer contra a Covid 19

Dois documentos também foram localizados e seriam dos dois homens que estavam na motocicleta. Um deles foi detido logo em seguida em um hotel. O quarto suspeito não foi localizado. Ao todo, foram apreendidos 24 celulares. O drone não foi encontrado. Todo material e os criminosos foram entregues na Delegacia da cidade.

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria policial)

Momento +

Brasil do “futuro”: Um dos Senadores mais sujos do País com dezenas de processos na Justiça Renan Calheiros ameaça pedir prisão de ex-Secretário da Presidência em CPI

Publicados

em

O ex-secretário de Comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten, irritou o presidente e o relator da CPI da Covid durante seu depoimento nesta quarta-feira (12), ao ser questionado sobre frases do presidente Jair Bolsonaro contra as vacinas. Wajngarten respondeu: “Pergunte para ele”.

O relator, Renan Calheiros, queria saber se as declarações de Bolsonaro contrárias a vacinas causavam impacto na população. Renan, ameaçou pedir a pri~so do ex-Secetário da presidência.

Wajngarten evitou responder apenas “sim” ou “não”, o que fez o relator repetir a questão diversas vezes.”Você não pode dizer ‘pergunte a ele’. Você está aqui como testemunha. Sim ou não?”, disse o presidente da CPI, Omar Aziz.

“Você não pode dizer ‘pergunte a ele’. Você está aqui como testemunha. Sim ou não?”, disse o presidente da CPI, Omar Aziz.

Fabio Wajngarten deixou a Secretaria de Comunicação do governo em março deste ano, após quase dois anos no cargo..

Este é o quinto dia de depoimentos da comissão parlamentar de inquérito, que apura ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia de Covid e eventual desvio de verbas federais enviadas a estados e municípios.

Leia Também:  Rico apenas com o "salário" e morando no Jardim das Américas em Cuiabá Emanuel Pinheiro afirma que Mauro Mendes não gosta de pobres

Na condição de testemunha, o depoente se compromete a dizer a verdade, sob o risco de incorrer no crime de falso testemunho.

Otavio Ventureli(da redação de Brasilia)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA