Momento +

Presos na Operação “Papagaio de Ouro” da Polícia Federal Pai e Filho têm sequestro de gado, máquinas veículos e residência determinado pela Justiça

Publicados

em

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (27) a Operação Papagaio de Ouro, com o objetivo de investigar a exploração ilegal de ouro na região de Pontes e Lacerda, em Mato Grosso,  feita por mais de 5 anos por pai e filho na região. Os milionários foram presos na manhã de hoje.

Os policiais cumprem 5 mandados de busca e apreensão em propriedades particulares expedidos pela Justiça Federal de Cáceres MT.

De acordo com as investigações da PF, pai e filho teriam explorado por mais de cinco anos um garimpo ilegal de grandes proporções, tendo eles obtido enormes lucros com a empreitada criminosa.

Foi constatado durante a investigação que a dupla estava prestes a vender a área em uma transação milionária. A compradora, uma mineradora da região, tentaria regularizar o empreendimento.

Na fase deflagrada nesta quinta(27), os bens dos investigados foram bloqueados, tendo em vista que há indícios de que a aquisição do garimpo foi quitada com os lucros da própria exploração ilícita de ouro. A Justiça também determinou o sequestro de gados, veículos, máquinas pesadas e o próprio imóvel onde está localizado o garimpo.

Leia Também:  Qualidade no atendimento do HMC e do Hospital São Benedito é destacada por esposa de paciente

Nome da operação

O nome da operação é uma referência ao Córrego do Papagaio, local onde a investigação teve início. A área estava sendo poluída com os rejeitos do garimpo ilegal.

Momento +

Assaltante que levou malotes de dinheiro da Caixa do Boa Esperança em Cuiabá é morto a tiros na Bolívia

Publicados

em

A Polícia da cidade de San Matías, na Bolívia, investiga e tenta localizar criminosos que mataram  o  cuiabano Vinicius Bernardinelli Dacache, de 36 anos, assassinado com 11 tiros  na última quarta-feira (12).

Em 2006, ele foi condenado a 16 anos e oito meses de prisão por envolvimento em um roubo na agência da Caixa Econômica Federal ocorrido no dia 4 de junho do ano anterior.

Na ocasião, foram roubados R$ 195 mil de malotes que chegavam à agência, localizada no bairro Boa Esperança.

Vinicius também já havia sido preso por roubo em Tangará da Serra MT.

De acordo com informações de sites locais da Bolívia, Vinicius atuava no ramo de tratores e máquinas e três dos tiros foram na cabeça dele.

Consta ainda que ele não estava com o celular ou as chaves de um carro que estava próximo ao corpo dele.

Os familiares do foragido da Justiça foram até San Matias e realizaram o translado do corpo dele para Cuiabá.

Leia Também:  Fogo consome depósito de algodão no setor industrial de Lucas do Rio Verde

O sepultamento dele aconteceu na manhã desta sexta-feira (12). Ainda conforme informações locais, não foram identificados os responsáveis pela morte de Vinicius.

 

Otavio Ventureli(da redação com hiper)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI