Momento +

Primeira-dama do Estado Dona Virgínia Mendes determina a entrega de mil cestas básicas para Vázea Grande MT destinadas as pessoas carentes

Publicados

em

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), doou nove mil cestas básicas para o município de Várzea Grande, em Mato Grosso.

Os kits com alimentos e produtos de higiene e limpeza fazem parte do programa do Vem Ser Mais Solidário, liderado pela primeira-dama Virginia Mendes, que fez a entrega pessoalmente à primeira-dama do município, Kika Dorileo.

A entrega simbólica dos alimentos foi realizada na manhã desta quarta-feira (07.04). A ação visa amenizar o sofrimento das pessoas mais carentes e deve beneficiar aproximadamente 45 mil várzea-grandenses, levando que cada cesta é capaz de alimentar uma família com cinco pessoas em média.

Na ocasião, a primeira-dama destacou as ações do Governo para o lado social. “Estamos sempre muito atentos às demandas sociais e dispostos a ajudar aqueles que mais precisam, principalmente neste período de pandemia que muitos perderam seu único sustento. A mão protetora do Estado está presente”, pontuou.

A secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, lembrou que pelo programa Vem Ser Mais Solidário 330 mil famílias foram beneficiadas com alimentos no ano passado. “Entregamos pessoalmente os alimentos para boa parte dessas pessoas e, com o aval do governador Mauro Mendes, continuamos com o trabalho que é ajudar essas famílias carentes. Já estamos em processo para adquirir mais 530 mil cestas básicas”.

Leia Também:  Governo de Mato Grosso anuncia a ampliação de 160 leitos de UTIs em 14 municipios do Estado e na Capital para pacientes com Covid 19

A primeira-dama Kika Dorileo agradeceu a parceria com o Governo do Estado e destacou que as cestas básicas irão complementar o trabalho realizado pela Prefeitura de Várzea Grande. “Quero agradecer a todos, em nome do governador Mauro Mendes, por nos ajudar e beneficiar essas famílias carentes”.

Municípios

Assim como Várzea Grande, todos os 141 municípios de Mato Grosso receberão cestas básicas do Governo do Estado.

No total, serão distribuídos mais de 84 mil kits de alimentos. A entrega desses alimentos começou na segunda-feira (29.03), obedecendo a um cronograma feito pela Setasc, e segue até o dia 17 de abril.

O PROGRAMA

Iniciada em meados de abril de 2020, a campanha atendeu mais de 1,7 milhão de pessoas no ano passado, levando em conta a distribuição de 330 mil cestas básicas. E a primeira-dama também decidiu que a iniciativa será permanente em 2021, ajudando mais famílias em situação de extrema pobreza a terem segurança alimentar.

As cestas básicas entregues continham arroz, feijão, macarrão, óleo, sal, açúcar, café, farinha de trigo, sardinha, extrato de tomate, além de materiais de limpeza e de higiene pessoal. Desse total, cerca de 100 mil cestas foram distribuídas no período natalino, e receberam um incremento de um kit com panetone e guloseimas.

Leia Também:  Na estreia de D'Alessandro Nacional do Uruguai perde para o Argentino Juniors na noite desta terça em Buenos Aires pelo grupo F da Liberta

Devido a necessidade do programa, o Governo do Estado, através do programa Mais MT, direcionou R$ 42 milhões em recursos para a permanência da ação. Com isso, iremos distribuir mais de 534 mil cestas básicas nos próximos anos.

 

Otavio Ventureli(da redação com secom mt)

Momento +

Para a disputa da Série A do Brasileiro Cuiabá poderá contar com o reforço do zagueiro Dedé ex-Vasco e Cruzeiro

Publicados

em

Embora não entre em campo desde julho de 2019, o zagueiro Dedé(foto), que rescindiu o seu contrato com o Cruzeiro e está livre no mercado, interessaria a cinco clubes brasileiros, sendo que quatro são da Série A.

Segundo o jornalista Jorge Nicola, ex-ESPN, pessoas ligadas ao atleta confirmaram os interessados no jogador: Cuiabá, Fortaleza, Atlético-GO, Vasco e Red Bull Bragantino.

Esses clubes teriam feito propostas para contar com o zagueiro. A diretoria do Dourado não confirma.

Na verdade, segundo Nicola, a maior proposta seria do Cuiabá, que teria oferecido um salário de R$ 400 mil, seguido por Fortaleza R$ 350 mil, Red Bull R$ 300 mil, Atlético-GO R$ 250 mil mais produtividade e Vasco R$ 200 mil.

Após se lesionar, o Dedé optou por fazer cirurgia no Rio de Janeiro, o jogador também faz uma recuperação do preparo físico na cidade e o desejo do dele seria de continuar no Rio.

O jogador, que pertencia ao Cruzeiro, sequer disputou a segunda divisão com o clube.

 

Leia Também:  Prefeito de Cuiabá prorroga pagamento do IPTU 2021

 

Otavio Ventureli(da redação com ESPN)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA