Momento +

Professores do grupo de risco só voltam com segunda dose e Mauro dispara: ‘jovens não estão em casa’

Publicados

em

O governador Mauro Mendes rebateu os questionamentos sobre um acréscimo de pessoas circulando ainda durante a pandemia, com o retorno das aulas nas unidades de ensino estaduais, que acontecerão no dia 03 de agosto. Para o democrata, a situação ficará praticamente na mesma, já que os jovens não estão dentro de casa e continuam circulando. O secretário de Educação (Seduc), Alan Porto, explicou ainda que os servidores do grupo de risco só retornarão 15 dias após tomarem a segunda dose.
Mauro Mendes lembrou que a Anvisa ainda não autorizou a vacinação de adolescentes e crianças. “Se este raciocínio prosperar, ninguém teria voltado. É um grupo de baixíssimo risco. Estes jovens, pode ter certeza que não estão dentro de casa. Devem estar circulando, brincando, nos campos. Continuam a levar uma vida normal”.

O governador cita ainda uma pesquisa feita pela sua gestão, ainda na fase embrionária da vacinação e quando a pandemia estava mais severa. Segundo ele, 82% dos alunos queriam retornar para as salas de aula.

Leia Também:  Dirigentes do Sicredi vão a Secretaria de Estado de Segurança Pública agradecer empenho no combate ao Novo Cangaço

“Minha filha de seis anos, que estuda em uma escola particular, fica enlouquecida quando não tem aula. Tenho uma filha maior de idade, que está estudando em Portugal. Lá, as universidades foram as últimas que pararam e as primeiras que voltaram. Até os portugueses entendem que é preciso dar esse tratamento para a educação”, pontuou o governador.

Segunda dose

Apesar de a maioria dos profissionais de educação retornaram para as escolas apenas com a primeira dose, o secretário de Educação explicou que os que pertencem ao grupo de risco só saíram do home office 15 dias depois de serem imunizados de forma completa.

“Os que já tomaram, retornam para a atividade presencial. Lembrando que poderemos ter algum atestado, afastamento. Mas os alunos não ficarão sem professores, teremos substitutos prontos”, explicou o secretário.

Sobre como funcionará o sistema de rodízio, o secretário explicou que, metade da turma irá durante uma semana e ficará em casa na próxima. “Temos priorizado público de alunos que tem dificuldade de acesso a internet, entre outros pontos”.

Leia Também:  Politec terá semana dedicada ao atendimento às pessoas com deficiência

Anúncio

O Governo de Mato Grosso confirmou o retorno das aulas nas unidades de ensino estaduais no dia 03 de agosto. Neste primeiro momento, a quantidade de estudantes por sala será limitado. O secretário estadual de Educação (Seduc), Alan Porto, pontuou que todos os protocolos serão seguidos e lembrou que todos os profissionais da Pasta já tomaram pelo menos a primeira dose da vacina.
As aulas em Mato Grosso estavam suspensas desde março de 2020, quando teve início a pandemia. O secretário lembrou ainda que todos os profissionais da educação já receberam a primeira dose.

O secretário disse ainda, sem apresentar dados, que houve um aumento em casos de depressão, abusos e outros entre crianças.

O governo prometeu distribuir máscaras para seus profissionais e todos outros ítens para auxiliar no cumprimento dos protocolos contra a Covid-19. Além disto, as unidades que tiverem profissionais ou alunos que testem positivo para o coronavírus, precisarão de imediato fazer a comunicação.

Momento +

Governo entrega 104 títulos de regularização fundiária no aniversário de Diamantino

Publicados

em

 

No aniversário de 293 anos da cidade de Diamantino (181 km de Cuiabá), o Governo de Mato Grosso, por meio do Instituto de Terras (Intermat) entregou 104 títulos urbanos aos moradores do Bairro Novo Diamantino. A entrega foi neste sábado (18.09), em uma solenidade com o presidente da autarquia Francisco Serafim, o prefeito Manoel Loureiro e demais autoridades.

“O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes determinaram que estivéssemos aqui no aniversário da cidade para entregar este presente aos moradores residentes no Bairro Novo Diamantino que aguardam há anos por este documento. É um prazer trazer essa alegria, neste importante dia de comemoração”, declarou o presidente do Intermat.

O morador Jair Stvaneli, acompanhando da esposa Isabel Stvaneli, explicou não teria condições de ter acesso ao título, pois o rendimento que recebe com seu trabalho de caminhoneiro não é suficiente para pagar pelo documento, mas que o programa de regularização fundiária do Estado garantiu legitimidade do seu imóvel, com documentação registrada em cartório.

“Moro aqui há 33 anos, sou caminhoneiro e não teria como pagar pelo título, pois ficou complicado conseguir garantir um rendimento extra que eu pudesse investir na escritura. Temos um excelente governador, o senhor Mauro Mendes trabalha pela nossa sociedade, a prova disso está aqui nas minhas mãos, tenho o documento do meu imóvel”, disse morador.

Leia Também:  Ação conjunta apreende carga de cerveja avaliada em R$ 230 mil

É importante destacar que o Intermat realiza todas as etapas do processo regularização conforme determina a lei. Por isso, dos 104 títulos entregues, 14 foram totalmente gratuitos, sendo que os demais; 90 documentos são necessários o pagamento das taxas. Todos terão acesso ao documento devidamente registrado em cartório.

Para o prefeito do município, Manoel Loureiro, a chegada do título no dia do aniversário da cidade representa um novo momento na vida dos moradores. “É o melhor presente entregue à nossa população, pois estamos tornado este cidadão proprietário legal da sua residência. Só tenho que agradecer ao Estado que tem realizado todos os esforços para garantir a regularização fundiária aqui e nos demais munícipios de Mato Grosso”, afirmou o gestor .

Com Imóvel escriturado o cidadão pode ser considerado proprietário legal, podendo realizar a venda ou reformar com ajuda de custo ofertado pelo crédito imobiliário ofertado pelos Bancos, usando o bem como garantia.

Sebastião Ferreira de Arruda, foi outro morador beneficiado no processo de regularização. “É uma glória que veio do céu, porque eu estou esperando desde 1992 e nunca chegava. Entrava e saia gestão e nada de resolver isso, mas agora estou com meu documento aqui”.

Leia Também:  Várzea Grande e Acorizal podem ser beneficiados com indicações para melhorar a infraestrutura de comunidade da zona rural

De acordo com o diretor de Regularização Urbana do Intermat, Robinson Pazzeto, a entrega desta primeira remessa é apenas o início de muitas outras que ainda serão realizadas pela autarquia. A metá é entregar mais de mil novos títulos em trabalho conjunto com a gestão municipal.

“Este aqui é um trabalho de parceria, graças a Deus os gestores dos municípios de Mato Grosso acreditam no Intermat e os termos de cooperação para os trabalhos têm dado muito certo – este é o resultado final, entrega de títulos.  Aqui, a Prefeitura de Diamantino desempenhou um bom trabalho, só temos que agradecer a todos. Ainda devem ser entregues cerca de 1.500 títulos”, explicou Pazzeto.

Saiba quais são os bairros com processo de regularização em andamento

Cohab Serra Azul; (77) títulos, Cohab Nossa Senhora da Conceição Morumbi (51), Jardim Alvorada (51), São Benedito (114), Bairro da Ponte (93), Jardim Primavera (4), Bairro Pedregal (329), Bela Vista (40) e Progresso (350).

Também participaram da entrega dos títulos em Diamantino a deputada federal, Rosa Neide, o chefe jurídico do Intermat, Dr.Klismahn Santos do Monte, a servidora Iza Karol Gomes Luzardo Pizza, vereadores e moradores.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA