Momento +

Servidores da área de Segurança Pública de Mato Grosso deverão ser vacinados contra a Covid 19 à partir desta quinta-feira em todo Estado

Publicados

em

Os profissionais da Segurança Pública começam a receber as primeiras 3.200 doses da vacina contra a Covid-19 estaa quinta-feira (08). Serão contemplados os servidores que estão na linha de frente e o critério será dos mais antigos ao mais jovem que estão na ativa.

“Mato Grosso está seguindo a tendência de outros estados em priorizar os servidores da Segurança Pública, por ser um serviço essencial que não parou. São Paulo, Amapá, Maranhão e Distrito Federal, Piauí, Minas Gerais e Rio Grande do Sul começaram a imunizar esses trabalhadores nesta semana”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Em Cuiabá, a vacinação será no Senai, localizado na Avenida 15 de Novembro, das 9h às 18h. A previsão é vacinar 800 na quinta e 801 na sexta-feira (09.04). Ao todo, são 1.601 doses em Cuiabá e 182 doses aos profissionais de Várzea Grande. Na Cidade Industrial, o local de vacinação será ou no Fiotão ou na Univag.

O local foi cedido pelo presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso, Gustavo Oliveira, como forma de contribuir para aceleração da vacina no Estado. “Precisamos aproveitar toda e qualquer possibilidade de acelerar o processo de imunização da população, pois o único caminho para sairmos desta pandemia é por meio da vacinação de todos. Por isso o Sesi se dispôs prontamente a apoiar a Sesp, afinal todos os profissionais que não podem parar têm que ter prioridade, como é o caso da segurança e da educação, por exemplo.

Leia Também:  Domingo (11): Mato Grosso registra 329.564 casos e 8.575 óbitos por Covid-19

Na capital, quem vai realizar a aplicação das doses são os profissionais da saúde da própria segurança, sob orientação e capacitação da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá.

As demais doses serão encaminhadas para o interior. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) deve publicar uma resolução de pactuação com as Secretarias Municipais de Saúde com as orientações sobre a vacinação aos profissionais da Segurança Pública. A dose e a lista com os nomes serão encaminhadas aos municípios.

Serão contemplados servidores lotados no Sistema Penitenciário, Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Detran, Corpo de Bombeiros, Politec, Fundação Nova Chance, Socioeducativo, além das forças federais como Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e as Forças Armadas – Exército, Marinha e Aeronáutica.

Os servidores que atuam na área meio dentro da Segurança Pública – gestores governamentais, técnicos e analistas de desenvolvimento econômico e social, cargos comissionados – não serão, inicialmente, contemplados com a vacinação.

Como se dará a vacinação?

A lista com os nomes dos servidores já foi encaminhada para as prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande. Cada unidade setorial de gestão de pessoas ficará responsável de notificar os servidores informando que será contemplado com a vacina.

Leia Também:  SOJA: Quedas externa e cambial limitam negócios no BR

Em seguida, os servidores precisam fazer pré-cadastro no site prefeituras, com o Cartão SUS atualizado, além dos dados pessoais.

Assim que o município agendar a vacinação, informando a hora e o local, ele deve assinar o documento e entregar para a chefia imediata referendar, garantindo que haja respeito na fila da vacinação.

Em torno de 22 mil profissionais da carreira da Segurança Pública devem ser vacinados em Mato Grosso.

Vacinação na segurança

O governador Mauro Mendes conseguiu a aprovação, junto ao Ministério Público Estadual e ao Conselho dos Secretários Municipais de Saúde, para aumentar o percentual a ser disponibilizado para a vacinação das Forças de Segurança de Mato Grosso.

Em todos os lotes de vacina que vierem para Mato Grosso, 5% das doses para a imunização dos profissionais das Forças de Segurança.

Na última remessa de vacina, feita pelo Governo Federal, foi disponibilizado para Mato Grosso 896 doses para aplicar o imunizante nos integrantes da Força de Segurança no Estado.

 

 

 

Otavio Ventureli(da redação com SECOM) MT)

Momento +

Governo de Mato Grosso já abriu 200 leitos de UTIs atingindo 608 leitos exclusivos para tratamento de pacientes vítimas da Covid 19

Publicados

em

O governador Mauro Mendes afirmou que já abriu duzentos leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Mato Grosso somente em 2021.

Com isso, o Estado chegou a 608 leitos exclusivos para tratar pacientes com Covid-19.

 “No início desse ano, tínhamos 403 UTIs para tratar coronavírus. Agora já temos 608 para atender a população de todas as regiões. São mais de 200 novas UTIs só este ano que abrimos, parte delas em parceria com os municípios”, afirmou, Mendes,  na manhã desta terça-feira..

Segundo Mauro, dez UTIs custam R$ 200 mil por mês, e grande parte destes leitos é bancada somente pelo Governo do Estado. Outro montante possui cofinanciamento federal. Apesar dos esforços, o gestor alertou que o Estado precisa da colaboração da população para que a taxa de ocupação de UTIs diminua, assim como o índice de contaminação.

“Já percebemos uma ligeira redução no contágio, mas é preciso que continuemos seguindo as medidas de distanciamento. Ainda somos o estado que menos pratica o distanciamento. E isso resulta em mais contágio, internações e mortes. Não é momento ainda de achar que está tudo bem. O novo vírus é muito mais letal e está pegando todo mundo, inclusive com muita gente jovem morrendo”, frisou.

Leia Também:  Debates na Assembleia Legislativa de Mato Grosso sobre isenção a taxação de aposentados poderá avançar ainda esta semana

O governador ainda citou que a recuperação do equilíbrio econômico do estado, obtida nesta gestão, possibilitou que o Governo faça investimentos e ações na Saúde para enfrentar a covid-19, como a liberação de R$ 69,8 milhões aos municípios, para aplicarem na atenção básica. Esses valores eram de dívidas da gestão anterior e foram repassados em parcela única.

“Também somos o segundo estado que mais testa no país. Estamos comprando 500 mil novos testes e 180 mil já chegaram e estão sendo distribuídos às prefeituras. São testes de antígeno, com grande assertividade”, afirmou Mauro.

O governador também citou as medidas para aliviar o bolso da população nesse momento difícil. “Criamos o auxílio emergencial que vai ajudar 100 mil famílias em todo o estado. Postergamos o ICMS de pequenas empresas e dos setores atingidos pela pandemia. Postergamos o IPVA de todo mundo, assim como o licenciamento. Concedemos R$ 55 milhões em crédito para empresas dos ramos com maior dificuldade. Devemos mandar até amanhã outro projeto de lei que estabelece isenção do IPVA a diversas categorias, como o pessoal de van, transporte escolar, bares, restaurantes, turismo, entre outros. E continuaremos a tomar todas as ações necessárias nesse sentido”, concluiu

Leia Também:  Escola supera obstáculos da pandemia e tem bons resultados com aulas não presenciais

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA