Momento +

Projeto “Independência Indígena” parceiria entre FUNAI e Governo de Mato Grosso beneficia 2.700 indios de 57 aldeias da etnia Xavante

Publicados

em

Indígenas do povo Xavante iniciaram o cultivo de arroz em diversas aldeias, que ficam em Mato Grosso. De acordo com a Fundação Nacional do Índio (Funai), a atividade é um importante passo para a autonomia das comunidades. Além de contribuir para a subsistência das famílias, a produção permite gerar renda por meio da comercialização do excedente.

A iniciativa faz parte do projeto “Independência Indígena”, uma parceria entre a Funai, o governo do Estado e o Sindicato Rural de Primavera do Leste. Ao todo, serão beneficiados 2,7 mil indígenas Xavante de 57 aldeias nos municípios de Primavera do Leste, Poxoréu, General Carneiro e Novo São Joaquim.

A área a ser utilizada para o plantio é de aproximadamente 1.000 hectares. A previsão é que a colheita do arroz ocorra em até três meses. No local, também haverá plantação de milho e feijão.

Entre outras ações, o projeto disponibiliza ferramentas utilizadas no plantio e colheita dos itens. “Queremos sair do assistencialismo e levar dignidade para as nossas comunidades, buscando a melhoria das condições de vida de toda a coletividade”, avalia o cacique e presidente da cooperativa indígena Sangradouro e Volta Grande, Gerson Warawe. “Vamos continuar com nossas cerimônias, nossas festas e rituais. Não vamos perder nossa tradição. Pelo contrário, com geração de renda, dignidade e independência podemos fortalecer ainda mais cultura”, completou.

Leia Também:  Polícias Civil e Militar na caça aos assassinos que executaram cobrador com três tiros na cabeça na noite desta quinta-feira em Sinop MT

Por meio da assessoria de imprensa, Álvaro Peres, chefe da Coordenação Regional (CR) Xavante, unidade descentralizada da Funai no município de Barra de Garças, frisou que o apoio ao projeto acontece diante da relevância da iniciativa para a autossuficiência e autonomia das comunidades indígenas, que é uma das metas da fundação.

O mesmo apoio também contempla a produção de alimentos nas aldeias Santo do Céu e Santa Luzia, terra indígena Parabubure, no município de Campinápolis.

Entre os alimentos cultivados estão mandioca, abóbora, milho, arroz, melancia, amendoim, além de pequi, baru, caju e hortaliças. Os itens são consumidos pelas próprias comunidades e contribuem para garantir a segurança alimentar das famílias indígenas da região, sobretudo neste momento de emergência de saúde pública causada pelo novo coronavírus, período em que os indígenas devem permanecer em suas aldeias para evitar o risco de contágio.

Desde o início a pandemia de Covid-19, a Funai já investiu, em todo o país, R$ 12 milhões em ações de etnodesenvolvimento, visando ao apoio às atividades de piscicultura, roças de subsistência, colheita de lavouras, confecção de máscaras de tecido e artesanato, produção agrícola, casas de farinha, entre outros.

Leia Também:  Não adiantou "chororô": Igrejas e Templos religiosos de MT estão com horário de funcionamento limitado por Decreto

 

 

Otavio Venturei(da redação com assessoria)

Momento +

Grêmio aguarda com expectativa decisão da Copa do Brasil logo mais as 18hs00 em SP que poderá torná-lo o maior vencedor do torneio

Publicados

em

O Grêmio concluiu, na manhã deste sábado(07), o seu último treinamento antes da decisão da Copa do Brasil 

A segunda partida da final contra o Palmeiras pode significar muito mais do que somente o título para a equipe gaúcha.

Caso se sagre campeão, o Tricolor se torna o maior vencedor do torneio (igualando o Cruzeiro), além de garantir vaga direta na fase de grupos da Libertadores.

Na atividade realizada em Atibaia, a equipe comandada por Renato Gaúcho fez exercícios táticos e focou uma parte do período em bolas paradas.

Os atletas fizeram sessões de pênaltis, visando uma possível decisão neste formato. A delegação ainda almoça no interior paulista antes de viajar até a capital, onde enfrentam o Palmeiras neste domingo às 18h (de Brasília).

Na primeira partida da decisão, o Grêmio perdeu em casa por 1 a 0. Como não existe a vantagem por gol qualificado, o Imortal precisa somente de uma vitória simples para levar o jogo aos pênaltis. Em uma possível vitória por dois ou mais tentos, o Tricolor se torna campeão..

Leia Também:  Grêmio aguarda com expectativa decisão da Copa do Brasil logo mais as 18hs00 em SP que poderá torná-lo o maior vencedor do torneio

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA