Momento +

Pura maldade: Casal que matou idoso de 81 anos para roubar um televisor de 32 polegadas confessa crime é preso pela PC e colocado no cadeião

Publicados

em

O casal apontado como principal suspeito do latrocínio(roubo seguido de morte) que vitimou um idoso, de 81 anos de idade, no município de Tangará da Serra, em Mato Grosso, teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, esta semana após ser identificado em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

O crime que vitimou Lorival Tasca ocorreu no dia 4 deste mês, na residência do idoso, na Agrovila 12, Assentamento Antônio Conselheiro. Na ocasião, os suspeitos espancaram a vítima para roubar um aparelho de TV 32 polegadas.

A vítima morava sozinha e o fato só foi percebido na segunda-feira (07) pelos vizinhos, quando o idoso foi socorrido e encaminhado para o hospital. Devido a gravidade dos ferimentos, o idoso não resistiu e morreu cinco dias após o ocorrido.

Assim que foi acionada dos fatos,, a equipe da Derf iniciou as investigações, conseguindo informações sobre os possíveis autores do crime, um casal que morava em sítio na Agrovila 18, local conhecido por aglomerações de pessoas para uso de drogas e bebidas alcoólicas.

Leia Também:  Ministério da Justiça, Governo de MT e Força Nacional, lamentam morte de piloto do helicóptero que caiu no Pantanal transferido para o Rio

Com base nos elementos colhidos nas investigações, o delegado Edmar de Faria Filho, representou pelo mandado de prisão preventiva dos suspeitos pelo crime de latrocínio, os quais foram deferidos pela Justiça.  O suspeito foi preso na terça-feira (22) em Campo Novo do Parecis onde já cumpria pena por envolvimento em outro roubo.

Já a mulher teve a ordem de prisão cumprida na manhã de quarta-feira (23) no município de Tangará da Serra. Interrogados, os suspeitos confessaram o crime e disseram que entraram para roubar, porém o idoso acordou enquanto eles estavam na casa.

Após o roubo, o casal fugiu e abandonou a televisão e a motocicleta utilizada no crime.

 

 

Otavio Ventureli(com ascom)

Momento +

Alegando ser “empresário, pessoa íntegra e de bons antecendentes” ex-mister Cuiabá que aprontou “bafão” em Boate pede liberdade

Publicados

em

A defesa do empresário e ex-mister Cuiabá, Michel Bruno Silva Batista, de 29 anos, acusado de atirar na própria esposa e um policial militar durante confusão no estacionamento da boate Nuun Garden, no último domingo (25), impetrou habeas corpus em busca de liberdade.

Segundo a peça, que aguarda julgamento na Turma de Câmaras Criminais Reunidas, sob relatoria do desembargador Paulo da Cunha, os tiros foram acidentais. Conforme defesa, após uma discussão com o PM, houve luta corporal.

O PM supostamente sacou a arma e atirou para o alto. Michel Bruno tomou a arma, efetuando, ainda confirme defesa, disparos acidentais que atingiram a mão esquerda do policial e o braço esquerdo de sua companheira.

O ex-mister argumenta que é empresário, “pessoa íntegra, de bons antecedentes e que jamais respondeu a qualquer processo”.  Conforme defesa, “todos procedimentos movidos em seu desfavor estão encerrados, sem condenação, e, o mais recente, data do ano de 2018 (há dois anos), sendo que os demais datam dos anos de 2015 e 2016”.

Segundo os advogados, não há necessidade de prisão. “Inexistem os pressupostos de que, estando em liberdade, constituiria ameaça à ordem pública, prejudicaria a instrução criminal ou se furtaria à aplicação da lei penal em caso de condenação”.

Leia Também:  Sula: São Paulo estreou na Copa Sul-Americana na noite desta quarta perdendo para o Lanús da Argentina com gols no segundo tempo

 Há pedido liminar para revogação da prisão preventiva. No mérito, o pedido é para que a liminar seja confirmada.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com GD)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA