Momento +

Rivais da criminalidade executam a tiros na tarde desta sexta-feira(23) em Cuiabá um dos maiores traficantes de droga de Mato Grosso

Publicados

em

Foi executado na tarde desta sexta-feira(23),  em Cuiabá, Edson Gonçalves de Jesus, conhecido por Disson, considerado um dos maiores traficantes de drogas da região do Pedregal e Renascer, na capital.

Disson foi a executado a tiros, possivelmente por rivais da criminalidade. Policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar confirmaram a morte do traficante.

Conforme as primeiras informações, os bandidos que executaram Disson perseguiam ele, já que o carro dele foi atingido por outro veículo, antes de ser disparado os tiros.

  Prisão em 2012

Em 2012, Disson foi preso por policias da Rotam, durante uma confusão em um posto de combustível na avenida Miguel Sutil em Cuiabá.

Na aboardagem, os militares encontraram com Disson um revólver calibre 38 com numeração raspada, 6 munições e R$ 23 mil em dinheiro.

Ao ser dada a voz de prisão, o acusado tentou sobornar os militares. Ele ofereceu metade do dinheiro para ser liberado.

Conforme informações da PM, à época, após realizar a prisão uma funcionária do posto informou que foi forçada anteriormente pelo suspeito Edson a guardar a arma atrás do balcão.

Leia Também:  DHPP inicia investigações para identificar corpo de homem encontrado com perfuração a bala na cabeça as margens de rodovia

Disson tem várias passagens pela polícia e costumava intimidar todos que o atrapalhavam em sua prática de crimes.

Segundo informações colhidas no local do crime, “Disson” já não estava tão atuante no tráfico de drogas no Pedregal. Uma facção criminosa passou a comandar o comércio de entorpecentes na região.

Populares disseram que integrantes dessa facção chegaram a intimidá-lo a ingressar no grupo. Como ele se recusou, passou a ser ameaçado.

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Momento +

Coronel do Corpo de Bombeiros do Estado do Pará morre em queda de helicóptero do IBAMA no Pantanal

Publicados

em

Um helicóptero do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), prefixo PR-HEB, caiu no Pantanal, próximo a divisa do estado de Mato Grosso com Mato Grosso do Sul.

 

Foi confirmada a morte do coronel do Corpo de Bombeiros do Pará Mauro Tadeu, que atuava na força tarefa de combate a incêndios no Pantanal .

 

 Segundo informações do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) de Mato Grosso, a          aeronave realizava operações ambientais no combate a incêndios na região do panatanal sul-matogrossense.

 

O acidente teria acontecido nesta segunda-feira (30), por volta das 12h. A equipe do Ciopaer ainda não chegou ao local e não há mais detalhes.

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Leia Também:  Coronel do Corpo de Bombeiros do Estado do Pará morre em queda de helicóptero do IBAMA no Pantanal
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA