Momento +

As inscrições para o requerimento do benefício de Bolsa Técnico foram prorrogada; o edital faz parte do projeto Olimpus

Publicados

em

As inscrições para o requerimento do benefício de Bolsa Técnico foram prorrogadas até sexta-feira (23.07). O edital faz parte do projeto Olimpus, conduzido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) e visa conceder bolsas de auxílio mensal a treinadores esportivos de Mato Grosso. Confira a retificação aqui.

Para se inscrever, o interessado deve protocolar os documentos indicados no edital devidamente preenchidos e assinados. Também é possível encaminhar a documentação por via postal com aviso de recebimento (AR) ou entrega rápida, em envelope lacrado. Em ambos os casos, a inscrição deve chegar dentro do prazo no protocolo da Secel, que fica na avenida José Monteiro de Figueiredo (Lava Pés), número 510, bairro Duque de Caxias I, em Cuiabá.

Nesta quarta-feira (21.07), o prédio da Secel onde fica o protocolo passa por processo de desinfecção. O expediente e o atendimento ao público serão retomados na quinta-feira (22.07), das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Edital Bolsa Técnico

Os profissionais serão contemplados com valor mensal de R$ 1 mil, na categoria Bolsa-Técnico Nacional, e de R$ 1,5 mil na Nacional Elite. A principal diferença entre as categorias é a abrangência das competições em que os atletas treinados pelo técnico participaram, se nacional ou internacional. Ambas dispõem de percentuais de bolsas para treinadores de atletas com deficiência.

Leia Também:  As organizações públicas que aderirem ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção terão marca de participante, como forma de demonstração pública de compromisso

A seleção pública abrange somente residentes em Mato Grosso há pelo menos dois anos. Além disso, o profissional deve ter registro de graduado ou de provisionado no Conselho Regional de Educação Física (CREF-17).

Serviço

Edital para a concessão de bolsa técnico

Inscrições prorrogadas: até sexta-feira (23.07)

Acesso ao edital e anexos: www.secel.mt.gov.br/editais

Fonte: GOV MT

 

Momento +

Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) realiza palestra em Colniza sobre a importância das Unidades de Conservação

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) promoveu uma palestra em Colniza (1.022 quilômetros de Cuiabá) com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância das Unidades de Conservação da região, e alertar sobre a necessidade do cumprimento da legislação ambiental. O evento aconteceu na última terça-feira (26.07), no salão da igreja do Distrito Guariba.

O evento também explicou as consequências jurídicas, administrativas e sociais aos causadores de danos às áreas protegidas. Participaram proprietários rurais, donos de serrarias e moradores de comunidades tradicionais da região do Distrito Guariba.

Na ocasião, o tenente-coronel Querubino Soares, apresentou o trabalho desempenhado pela Sema no combate ao desmatamento ilegal. “A conscientização também é uma parte importante do combate aos crimes ambientais. O mais importante foi esclarecer que a Sema, a Polícia Militar, e a Funai são parceiras da sociedade e apoiam o desenvolvimento econômico com a devida responsabilidade social e ambiental, pensando sobretudo no bem estar das presentes e  futuras gerações”, explica.

Através do monitoramento da vegetação por satélite de alta precisão, o sistema Planet, os agentes conseguem flagrar os danos ambientais causados em tempo real.  As equipes integradas, com apoio das forças policiais, vão ao local onde é identificado o desmatamento por satélite e apreendem maquinários, embargam áreas, aplicam multas e iniciam o processo de responsabilização do infrator.

Leia Também:  Governo de Mato Grosso reforça medidas de prevenção à Covid-19 no serviço público; o governo tem atuado fortemente na divulgação de informações e orientações aos servidores

O coordenador da Fundação Nacional do Índio (Funai), Jair Condor, também participou da palestra e relatou sobre o trabalho desenvolvido pela instituição ao proteger o meio ambiente, garante um habitat seguro aos índios que vivem isolados na região. A Reserva Extrativista Guariba Roosevelt está localizada próxima à terra indígena Kawahiva, do Rio Pardo. A parceria entre a Sema e a Funai é de extrema relevância para o controle e o monitoramento dessas áreas, para que a proteção etnoambiental seja feita de maneira eficaz.

Unidades de Conservação

A região possui quatro Unidades de Conservação. As Estações Ecológicas, Rio Roosevelt e Rio Madeirinha são áreas de proteção integral. Já o Parque Estadual Tucumã e a Reserva Extrativista Guariba Roosevelt são de uso sustentável. Colniza é a cidade de Mato Grosso que possui o maior índice de desmatamento ilegal.

Operação Amazônia

A Operação Amazônia intensifica as ações de fiscalização de crimes ambientais com o reforço das forças de Segurança, o monitoramento em tempo real por satélite de todo o território de Mato Grosso, o embargo de áreas, a apreensão e remoção de maquinários flagrados em uso para o crime, e a responsabilização de infratores.
Integram a iniciativa as Secretarias de Estado de Meio Ambiente, de Segurança Pública, Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar (CBMMT), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), Ministério Público de Mato Grosso (MPMT), Ministério Público Federal (MPF) e Ibama.

Leia Também:  Paixão pela terra: 28 de julho celebrado dia do agricultor; aqueles que colhem da terra o pão de cada dia

Denúncias

O desmatamento ilegal e outros crimes ambientais podem ser denunciados por meio da Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838.

Orientação de Lorena Bruschi

Fonte: GOV MT

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA