Momento +

Secretaria de Estado do Meio Ambiente doa madeiras apreendidas para o municipio de Itanhagá construir pontes

Publicados

em

Cerca de 213 toras de madeira extraída de forma ilegal, apreendidas durante fiscalização, foram doadas pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) para a construção e reforma de pontes em Itanhang.

A prefeitura do município também recebeu um trator esteira cedido para ser utilizado nas obras.

A Diretoria de Unidade Desconcentrada (DUD) de Sinop MT fez a apreensão da madeira e a destinação. Conforme o superintendente de Unidades Desconcentradas, Archimedes Pereira Lima Neto, a doação deve ser feita quando se trata de produto considerado perecível.

“Os bens apreendidos são destinados para utilização das prefeituras ou em obras que beneficiam a população”, explica.

Após a doação das toras, foi possível refazer a Ponte no Travessão da Curitiba, e Ponte no Travessão da Mangueirinha, ambas localizadas na estrada vicinal do município de Itanhangá.

A apreensão da madeira ocorreu no dia 17 de março. A doação das toras para a prefeitura é fundamentada pelo Decreto Federal nº 6.514/2008, que estabelece que as madeiras sob risco iminente de perecimento serão avaliadas e doadas.

Leia Também:  Subiu o tom: Padre critica relações homoafetivas enquanto celebrava missa em Mato Grosso e chama repórter da Globo de "viadinho"

Apreensões

No dia 05 de abril a equipe de fiscalização da Regional de Sinop realizou mais uma apreensão na Região de uma carreta, um caminhão, um trator de pneus, um trator de esteira, uma Pá carregadeira, uma camionete, uma motosserra, e 70 toras, após flagrar o crime de desmatamento ilegal.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

Momento +

Obras de construção de vinte novos leitos de enfermaria e 10 leitos de UTIs destinados a pacientes Covid 19 estão bastante avançadas em Sorriso MT

Publicados

em

A obra de ampliação da ala Covid-19 no Hospital Regional de Sorriso está avançando; serão 20 novos leitos de enfermaria e 10 leitos de UTI na unidade.

A ala ainda integrará 20 leitos de enfermaria Covid-19 que já funcionavam na unidade, mas que serão realocados à nova estrutura.

A previsão é de que a ampliação seja concluída em julho, quando os leitos entrarão em funcionamento. As enfermarias já começaram a ser mobiliadas.

“Estive no Hospital Regional de Sorriso na semana passada e nesta sexta-feira voltei para supervisionar o andamento da obra. Estamos acompanhando de perto essa ampliação e trabalhamos muito para que esses leitos Covid-19 entrem em funcionamento o quanto antes”, disse o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, durante supervisão presencial à unidade.

Conforme análise da Superintendência de Obras da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), a ampliação do Hospital Regional de Sorriso está 90% concluída. Mesmo com a dificuldade da indústria em fornecer os materiais de construção civil, os procedimentos estão avançando.

Leia Também:  Conheça o motorhome de luxo da Mercedes que custa mais de R$ 1 milhão

“Como o hospital está em funcionamento, essa obra ocorre por etapas. A primeira fase da obra deveria ter sido entregue em abril, se não houvesse a necessidade de adequação às normas de biossegurança frente à pandemia pela Covid-19, que exige a compra de materiais específicos. Porém, a obra está avançando”, concluiu a superintendente de obras da SES-MT, Mayara Galvão.

O prazo final para a conclusão da última etapa da ampliação é agosto de 2021. Nesta fase, haverá a ampliação do pronto atendimento e da recepção do Hospital Regional. Já a fase de modernização será iniciada a partir do mês de agosto.

É importante destacar que o Hospital Regional está em pleno funcionamento e que não há prejuízo aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA