Momento +

Secretaria Estadual de Saúde concluiu nesta terça-feira(06) a distribuição de 113.250 doses de vacinas contra a Covid aos postos de saúde

Publicados

em

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, concluiu nesta terça-feira (06) a distribuição aos polos regionais de saúde das 113.250 mil doses de vacina contra Covid-19.
A quantidade de doses que cada município recebeu foi pactuada pela Resolução n°21 da Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) (veja documento em anexo).

A CIB é composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

Conforme orientação do Ministério da Saúde, as unidades desta remessa devem ser utilizadas como primeira aplicação e/ ou segunda aplicação aos idosos entre 65 e 79 e trabalhadores da saúde. A distribuição das 896 doses à Força de Segurança, Salvamento e Forças Armadas deve ser pactuada nos próximos dias.

Os municípios deverão acompanhar os imunizados com a primeira dose para que esses possam receber prioritariamente a segunda dose dentro do período estipulado. Para a vacina CoronaVac, o prazo para a aplicação da segunda dose varia entre 14 e 28 dias; já o prazo da aplicação da segunda dose da AstraZeneca é de até 84 dias.

Leia Também:  Secretaria de Saúde de Lucas do Rio Verde MT iniciou na manhã desta quarta(14) campanha de vacinação contra a gripe Influenza

A Resolução nº 21 também pactua a distribuição de 390 doses remanescentes de Coronavac, que foram recebidas em remessas anteriores e mantidas como estoque estratégico.

Caso os municípios alcancem a completa vacinação dos públicos-alvo estabelecidos para a imunização, a CIB orienta a continuidade da imunização dos demais públicos elencados pelo Ministério da Saúde.

Após a distribuição dos imunizantes aos municípios, as vacinas deverão ser armazenadas conforme as condições estabelecidas pela fabricante e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com o apoio da segurança pública.

A aplicação das doses deve ser obrigatoriamente registrada pelos municípios no Sistema Nacional do Programa de Imunização (SI-PNI), do Ministério da Saúde.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 561.210 doses de imunizantes contra a Covid-19.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Momento +

Secretaria de Saúde de Lucas do Rio Verde MT iniciou na manhã desta quarta(14) campanha de vacinação contra a gripe Influenza

Publicados

em

A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, por meio da Secretaria de Saúde, iniciou na manhã desta quarta-feira (14) a campanha de vacinação contra a gripe Influenza.
Nessa primeira etapa, das três previstas, o público-alvo será os profissionais da saúde, gestantes, puérperas e crianças de seis meses até seis anos de idade.

As vacinas serão aplicadas nas unidades de saúde do município, exceto os PSFs I, II e IV dos bairros Rio Verde e Alvorada, que atendem a outras especialidades nesse momento.

Conforme a enfermeira Marcia Trentin, quem contraiu a Covid-19 deverá respeitar o intervalo de 30 dias para poder ser imunizado contra a Influenza. Já as pessoas que receberam a vacina contra o novo coronavírus, o intervalo entre as imunizantes deve ser de 14 dias.

Os idosos acima de 60 anos e professores serão contemplados na segunda etapa da campanha, de 11 de maio até 8 de junho, visto que neste momento a prioridade é a vacina contra a Covid-19.

Na terceira etapa da campanha, de 9 de junho até 9 de julho, serão imunizadas pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência, caminhoneiros, trabalhadores da área de transportes, forças de segurança e população privada de liberdade, conforme grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde.

Leia Também:  Governador Mauro Mendes critica demora e cita má vontade da Anvisa para liberar vacina russa contra Covid 19 para o Estado

A Secretaria Municipal de Saúde já recebeu 2.460 doses para a primeira etapa. A previsão é de que até o fim da campanha sejam 16.260 doses recebidas do Estado. “As pessoas não precisam se apavorar ou correr para as unidades de saúde. Respeitem as etapas e os grupos prioritários de cada uma, e levem as crianças para serem vacinadas”, alertou Marcia Trentin.

Para esse ano, a Secretaria de Saúde espera atingir pelo menos 90% de imunização dos munícipes que se enquadram nos grupos prioritários até 9 de julho quando encerra a campanha.

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA